Pandemia de COVID-19 na Costa do Marfim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na África
Pandemia de COVID-19 na Costa do Marfim
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Itália
Local Costa do Marfim
Período 11 de março de 2020
(26 dias)
Início Abidjan
Estatísticas globais
Casos confirmados 218
Mortes 1
Casos que recuperaram 19

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus 2019-2020 na Costa do Marfim e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em 11 de março, a Costa do Marfim registrou seu primeiro caso de COVID-19. Era um cidadão da Costa do Marfim que tinha estado recentemente na Itália.[1] O caso está sendo tratado no Hospital Universitário de Treichville, em Abidjan. Várias pessoas que entraram em contato com a pessoa infectada foram identificadas e estão sujeitas a um "acompanhamento", conforme o Ministro da Saúde deliberou. Foi garantido ao público que "mantenha a calma" e "respeite as medidas preventivas que estão sendo aplicadas". Um telefone de emergência gratuito foi estabelecido na Costa do Marfim (143 ou 101) para alertar as pessoas de casos suspeitos. Vários controles de fronteira também foram criados para tentar limitar a propagação.[2][3]

No dia 12 de março, a esposa do indivíduo que testou positivo também acionou positivo, elevando o número de casos para 2.[4]

Em 14 de março, mais dois casos foram confirmados, elevando o número total de casos para 4.[5]

Em 1 de abril, o número de casos confirmados eram de 191 casos e 1 morte.[6]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.