Pandemia de COVID-19 na França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Europa
Pandemia de COVID-19 na França
Mapa de departamentos com pacientes hospitalizados com o novo coronavírus (em 2020)
   Pacientes hospitalizados 1~9
   Pacientes hospitalizados 10~99
   Pacientes hospitalizados 100~499
   Pacientes hospitalizados 500~999
   Pacientes hospitalizados 1000~9 999
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Wuhan, Hubei, China
Local França
Período 24 de janeiro de 2020
(6 meses e 9 dias)
Início Bordeaux
Estatísticas globais
Casos confirmados 179 398[1][nota 1]
Mortes 30 182
Casos que recuperaram 80 472

Este artigo documenta os impactos da pandemia de COVID-19 na França e pode não incluir todas as respostas e medidas mais recentes. O primeiro caso foi confirmado em 24 de janeiro, na cidade de Bordeaux.[2][3] Mas o coronavírus já estava ativo em França no final de dezembro de 2019, pois em maio de 2020, foi diagnosticado retrospetivamente um doente que, a 27 de dezembro, esteve internado no hospital Jean Verdier de Paris[4].

Em 6 de abril de 2020, a França chegou aos 100 000 casos confirmados.[5]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

A pandemia ocorreu após uma série de protestos nacionais, seguidos de uma greve contra a reforma previdenciária proposta pelo presidente Emmanuel Macron em seu manifesto eleitoral.[6][7] A greve contra reforma foi a greve mais longa da história moderna da França.[8] No segundo discurso do presidente Emmanuel Macron à nação sobre a pandemia em 16 de março, ele anunciou a suspensão de todas as reformas, principalmente as de aposentadorias.[9]

Em 12 de janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou que o novo coronavírus era a causa de uma doença respiratória em um grupo de pessoas na cidade de Wuhan, província de Hubei, China, que haviam inicialmente chamado a OMS em 31 de dezembro de 2019.[10][11] Em 21 de janeiro, Agnès Buzyn, Ministro da Solidariedade e Saúde declarou que "o risco de introdução na França é baixo, mas não pode ser excluído".[12]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Janeiro de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 23 de janeiro, o gabinete do Ministro da Saúde francês também publicou oficialmente a mesma análise sobre a situação.[13] No mesmo dia, a Air France suspendeu seus vôos de e para Wuhan e reduziu a frequência de seus vôos de Pequim e Xangai.[14]

Em 24 de janeiro, o primeiro caso COVID-19 na Europa foi confirmado em Bordeaux. A vítima, uma francesa de 48 anos que veio da China, chegou à França em 22 de janeiro e foi hospitalizada no Centre Hospitalier Universitaire de Bordeaux. Ela foi isolado e as autoridades tentaram localizar pessoas que haviam entrado em contato.[3] No mesmo dia Agnès Buzyn disse que "os riscos de propagação do vírus na França são extremamente baixos".[15] Mais dois casos foram confirmados em Paris - um casal que voltou da China em 18 de janeiro. O homem de 31 anos e sua parceira de 30 anos, testaram positivo e foram hospitalizados no Hospital Bichat-Claude Bernard em Paris. Em 26 de janeiro, Buzyn declarou que o governo francês tinha milhões de máscaras que poderiam ser distribuídas à população, se necessário.[16][17]

Em 28 de janeiro, um turista chinês de 80 anos de Hubei testou positivo e foi hospitalizado no Hospital Bichat – Claude Bernard,[18] no dia seguinte, sua filha de 50 anos também testou positivo e foi internada no mesmo hospital.[19] A morte do homem de 80 anos em 14 de fevereiro marcou a primeira morte do COVID-19 fora da Ásia.[20]

Em 30 de janeiro, um médico de Paris que havia entrado em contato com um turista chinês testou positivo para COVID-19.[21] Em 31 de janeiro, Marie Fontanel, deixou seu emprego para ajudar o marido nas próximas eleições municipais. Ela seria substituída um mês depois.[22] No mesmo dia, todos os países do espaço Schengen, exceto a França, suspenderam a emissão de vistos na China.[23]

Fevereiro de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 8 de fevereiro, a Ministra da Saúde Agnès Buzyn anunciou 5 novos casos originados de um grupo de pessoas que estavam de férias em Les Contamines-Montjoie, Alta Saboia.[24][25] Eles contraíram a infecção de um cidadão britânico que estava em Cingapura alguns dias antes.[26] Em 15 de fevereiro, um cidadão britânico testou positivo para COVID-19. Ele ficou no mesmo chalé que os outros cinco indivíduos que contraíram a infecção em Les Contamines-Montjoie.[27] Em 16 de fevereiro, a Ministra da Saúde renunciou ao cargo, tendo sido substituída por Olivier Véran.[28]

Em 24 de fevereiro foi-se anunciado que não havia casos ativos no país.[29] Em 25 de fevereiro, Dominique Varoteaux, professor de tecnologia na faculdade Jean-de-la-Fontaine em Crépy-en-Valois e vereador municipal em Vaumoise, morre de embolia pulmonar no hospital Salpêtrière em Paris. Esse homem de 60 anos, infectado com o vírus, se torna o primeiro cidadão francês a morrer por COVID-19 desde o início da epidemia global.[30] Cinco novas pessoas com a doença foram diagnosticadas em 25 e 26 de fevereiro.[31]

Em 26 de fevereiro, seis novos casos foram confirmados.[32][33][34][35] Em 27 de fevereiro, Olivier Véran anuncia que foram diagnosticados vinte novos casos de doença por coronavírus, incluindo um homem de 55 anos em estado grave que trabalhava na Base Aérea 110 Creil, hospitalizado em Amiens.[36] O número total de casos é 38.[36] Após o desaparecimento total da doença em território francês, e seguindo o desenvolvimento de aglomerados na Itália, surgiram novos casos na França, sendo os três principais, em Oise[37] Haute-Savoie[38] e Morbihan.[39]

Em 28 de fevereiro, o número de casos na França subiu para 57, sendo 19 somente dia 28 de fevereiro. O primeiro caso é confirmado em Nice e dois casos adicionais em La Balme-de-Sillingy, ambos ligados ao surto viral na Lombardia na Itália.[40] O tráfego aéreo para a Itália foi reduzido.[41] O departamento de Oise confirmou seis novos casos,[42] (incluindo três soldados do Creil), elevando o número de pacientes hospitalizados para 18, enquanto 200 funcionários do hospital foram confinados em suas casas.[43] O hospital Tenon em Paris anuncia que três funcionários do hospital testaram positivos para o coronavirus após a chegada em 21 de fevereiro de um paciente idoso de Oise em situação grave.[44] Essas três pessoas estão hospitalizadas em Pitié-Salpêtrière. Também foram confirmados três casos no centro hospitalar da universidade de Angers. Todos identificados como "casos de contato" de um paciente internado na Bretanha.[45] Também teve o primeiro caso positivo em Landes, no hospital de Mont-de-Marsan.[46] Mais um caso é relatado em Bois-Guillaume, perto de Rouen. Ele é um médico do Hospital Universitário de Rouen que, segundo se diz, contraiu o vírus na Alemanha em contato com uma pessoa que voltava da Itália. Este paciente foi hospitalizado.[47]

Em 29 de fevereiro, Rennes confirmou seus dois primeiros casos, uma parteira e seu cônjuge, bombeiro.[46] O número de casos confirmados é 100 .[47][48] O principal foco da pandemia está em Oise, com 36 casos.[49] O prefeito de La Balme-de-Sillingy, um dos dois principais focos infecciosos da França, François Daviet, anuncia em sua página no Facebook que testou positivo para COVID-19. Ele ordena que seus cidadãos respeitem as instruções para evitar a propagação do vírus.[50]

Março de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 1 de março o número de casos confirmados alcançou os 130, com três regiões registrando mais de dez casos (Ilha de França, Auvergne-Rhône-Alpes, Altos da França),[51] sendo 47 casos só em Oise.[52] Foi relatado o primeiro caso em Pas-de-Calais em conexão com a base militar de Creil.[53] Sete casos são relatados no Grand-Est (incluindo cinco na Alsácia), incluindo duas crianças pequenas hospitalizadas.[54]

Em 15 de março, as eleições municipais do país foram realizadas, mesmo dia em que o plano de contingência chegou ao Estágio 3.[55] Em 16 o Presidente Emmanuel Macron anunciou um bloqueio de 15 dias, posteriormente estendido até 11 de maio,[56] que iniciaria ao meio-dia do dia 17 de março.[57] Após o anúncio do bloqueio, a Fédération Française du Bâtiment decidiu interromper o trabalho não essencial por conta do perigo de contágio para os trabalhadores da construção. Em 19 de março, Muriel Pénicaud, Ministro do Trabalho francês, criticou esta decisão, dizendo que mostrava falta de espírito cívico. Em 20 de março, o presidente da federação respondeu em carta aberta que o que o ministro disse era "escandaloso".[58][59] Após vários dias, foi assinado um acordo que permitia a reabertura de alguns canteiros de obras.[60]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Evolução da pandemia de COVID-19 na França ()
     Mortos      Recuperados      Casos positivos

Fev. Fev. Mar. Mar. Abr. Abr. Mai. Mai. Jun. Jun. Jul. Jul. Últimos 15 dias Últimos 15 dias

Data
# de casos
# de mortes
25-02-2020
13(n.a.) 1
26-02-2020
18(+38%) 1(=)
27-02-2020
38(+111%) 1(=)
28-02-2020
57(+50%) 1(=)
29-02-2020
100(+75%) 1(=)
01-03-2020
130(+30%) 2(+100%)
02-03-2020
191(+47%) 2(=)
03-03-2020
212(+10%) 4(+100%)
04-03-2020
285(+34%) 4(=)
05-03-2020
423(+48%) 7(+75%)
06-03-2020
613(+45%) 9(+29%)
07-03-2020
949(+55%) 16(+78%)
08-03-2020
1.126(+19%) 21(+31%)
09-03-2020
1.412(+25%) 25(+19%)
10-03-2020
1.784(+26%) 33(+32%)
11-03-2020
2.281(+28%) 48(+45%)
12-03-2020
2.876(+26%) 61(+27%)
13-03-2020
3.661(+28%) 75(+23%)
14-03-2020
4.499(+23%) 91(+21%)
15-03-2020
5.423(+20%) 127(+40%)
16-03-2020
6.633(+22%) 148(+17%)
17-03-2020
7.730(+17%) 175(+18%)
18-03-2020
9.134(+18%) 244(+39%)
19-03-2020
10.995(+20%) 372(n.a.)
20-03-2020
12.612(+15%) 450(+21%)
21-03-2020
14.459(+15%) 562(+25%)
22-03-2020
16.689(+15%) 674(+20%)
23-03-2020
19.856(+19%) 860(+28%)
24-03-2020
22.302(+12%) 1.100(+28%)
25-03-2020
25.233(+13%) 1.331(+21%)
26-03-2020
29.155(+15%) 1.696(+27%)
27-03-2020
32.964(+13%) 1.995(+18%)
28-03-2020
37.575(+14%) 2.314(+16%)
29-03-2020
40.174(+6,9%) 2.606(+13%)
30-03-2020
44.550(+11%) 3.024(+16%)
31-03-2020
52.128(+17%) 3.523(+17%)
01-04-2020
56.989(+9,3%) 4.032(+14%)
02-04-2020
59.105(+3,7%) 5.387(+34%[61])
03-04-2020
64.338(+8,8%) 6.507(+21%)
04-04-2020
68.605(+6,6%) 7.560(+16%)
05-04-2020
70.478(+2,7%) 8.078(+6,9%)
06-04-2020
74.390(+5,5%) 8.911(+10%)
07-04-2020
78.167(+5,1%) 10.328(+16%)
08-04-2020
82.048(+5,0%) 10.869(+5,2%)
09-04-2020
86.334(+5,2%) 12.210(+12%)
10-04-2020
90.676(+5,0%) 13.197(+8,1%)
11-04-2020
93.790(+3,4%) 13.832(+4,8%)
12-04-2020
95.403(+1,8%) 14.393(+4,1%)
13-04-2020
98.076(+2,8%) 14.967(+4,0%)
14-04-2020
103.573(+5,6%) 15.729(+5,0%)
15-04-2020
106.206(+2,5%) 17.167(+9,1%)
16-04-2020
108.847(+2,5%) 17.920(+4,4%)
17-04-2020
109.252(+0,4%) 18.681(+4,2%)
18-04-2020
111.821(+2,4%) 19.323(+3,4%)
19-04-2020
112.606(+0,7%) 19.718(+2,0%)
20-04-2020
114.657(+1,8%) 20.265(+2,8%)
21-04-2020
117.324(+2,3%) 20.796(+2,6%)
22-04-2020
119.151(+1,6%) 21.340(+2,6%)
23-04-2020
120.804(+1,4%) 21.856(+2,4%)
24-04-2020
122.577(+1,5%) 22.245(+1,8%)
25-04-2020
124.114(+1,3%) 22.614(+1,7%)
26-04-2020
124.575(+0,37%) 22.856(+1,1%)
27-04-2020
125.770(+1,0%) 23.293(+1,9%)
28-04-2020
126.835(+0,85%) 23.660(+1,6%)
29-04-2020
128.442(+1,3%) 24.087(+1,8%)
30-04-2020
129.581(+0,89%) 24.376(+1,2%)
01-05-2020
130.185(+0,47%) 24.594(+0,89%)
02-05-2020
130.979(+0,61%) 24.760(+0,67%)
03-05-2020
131.287(+0,24%) 24.895(+0,55%)
04-05-2020
131.863(+0,44%) 25.201(+1,2%)
05-05-2020
132.967(+0,84%) 25.531(+1,3%)
06-05-2020
137.150(+3,14%[62]) 25.809(+1,1%)
07-05-2020
137.779(+0,46%) 25.987(+0,69%)
08-05-2020
138.421(+0,47%) 26.230(+0,94%)
09-05-2020
138.854(+0,31%) 26.310(+0,30%)
10-05-2020
139.063(+0,15%) 26.380(+0,27%)
11-05-2020
139.519(+0,33%) 26.643(+1,0%)
12-05-2020
140.227(+0,51%) 26.991(+1,3%)
13-05-2020
140.734(+0,36%) 27.074(+0,31%)
14-05-2020
141.356(+0,44%) 27.425(+1,3%)
15-05-2020
141.919(+0,4%) 27.529(+0,38%)
16-05-2020
142.291(+0,26%) 27.625(+0,35%)
17-05-2020
142.411(+0,08%) 28.108(+1,7%)
18-05-2020
142.903(+0,35%) 28.239(+0,47%)
19-05-2020
143.427(+0,37%) 28.022(-0,77%)
20-05-2020
143.845(+0,29%) 28.132(+0,39%)
21-05-2020
144.163(+0,22%) 28.215(+0,3%)
22-05-2020
144.566(+0,28%) 28.289(+0,26%)
23-05-2020
144.806(+0,17%) 28.332(+0,15%)
24-05-2020
144.921(+0,08%) 28.367(+0,12%)
25-05-2020
145.279(+0,25%) 28.432(+0,23%)
26-05-2020
145.555(+0,19%) 28.530(+0,34%)
27-05-2020
145.746(+0,13%) 28.596(+0,23%)
28-05-2020
149.071(+2,3%[63]) 28.662(+0,23%)
29-05-2020
149.668(+0,4%) 28.714(+0,18%)
30-05-2020
151.496(+1,2%) 28.771(+0,2%)
31-05-2020
151.753(+0,17%) 28.802(+0,11%)
01-06-2020
152.091(+0,22%) 28.833(+0,11%)
02-06-2020
151.325(-0,5%[64]) 28.940(+0,37%)
03-06-2020
151.677(+0,23%) 29.021(+0,28%)
04-06-2020
152.444(+0,51%) 29.065(+0,15%)
05-06-2020
153.055(+0,4%) 29.111(+0,16%)
06-06-2020
153.634(+0,38%) 29.142(+0,11%)
07-06-2020
153.977(+0,22%) 29.155(+0,04%)
08-06-2020
154.188(+0,14%) 29.209(+0,19%)
09-06-2020
154.591(+0,26%) 29.296(+0,3%)
10-06-2020
155.136(+0,35%) 29.319(+0,08%)
11-06-2020
155.561(+0,27%) 29.346(+0,09%)
12-06-2020
156.287(+0,47%) 29.374(+0,1%)
13-06-2020
156.813(+0,34%) 29.398(+0,08%)
14-06-2020
157.220(+0,26%) 29.407(+0,03%)
15-06-2020
157.372(+0,1%) 29.436(+0,1%)
16-06-2020
157.716(+0,22%) 29.547(+0,38%)
17-06-2020
158.174(+0,29%) 29.575(+0,09%)
18-06-2020
158.641(+0,3%) 29.603(+0,09%)
19-06-2020
159.452(+0,51%) 29.617(+0,05%)
20-06-2020
160.093(+0,4%) 29.633(+0,05%)
21-06-2020
160.377(+0,18%) 29.640(+0,02%)
22-06-2020
160.750(+0,23%) 29.663(+0,08%)
23-06-2020
161.267(+0,32%) 29.720(+0,19%)
24-06-2020
161.348(+0,05%) 29.731(+0,04%)
25-06-2020
161.348(=) 29.752(+0,07%)
26-06-2020
162.936(+0,98%) 29.778(+0,09%)
27-06-2020
163.454(+0,32%) 29.778(=)
28-06-2020
163.980(+0,32%) 29.778(=)
29-06-2020
164.260(+0,17%) 29.813(+0,12%)
30-06-2020
164.801(+0,33%) 29.843(+0,1%)
01-07-2020
165.719(+0,56%) 29.861(+0,06%)
02-07-2020
166.378(+0,4%) 29.875(+0,05%)
03-07-2020
166.960(+0,35%) 29.893(+0,06%)
06-07-2020
168.335(+0,82%) 29.920(+0,09%)
07-07-2020
168.810(+0,28%) 29.933(+0,04%)
08-07-2020
169.473(+0,39%) 29.963(+0,1%)
09-07-2020
170.004(+0,31%) 29.979(+0,05%)
10-07-2020
170.752(+0,44%) 30.004(+0,08%)
11-07-2020
170.752(=) 30.004(=)
12-07-2020
170.752(=) 30.004(=)
13-07-2020
170.752(=) 30.004(=)
14-07-2020
170.752(=) 30.004(=)
15-07-2020
173.304(+1,5%) 30.120(+0,39%)
16-07-2020
173.838(+0,31%) 30.138(+0,06%)
17-07-2020
174.674(+0,48%) 30.152(+0,05%)
18-07-2020
174.674(=) 30.152(=)
19-07-2020
174.674(=) 30.152(=)
20-07-2020
176.754(+1,2%) 30.177(+0,08%)
21-07-2020
177.338(+0,33%) 30.165(-0,04%)
Fonte: Agence Santé Publique France / Ministère des Solidarites et de la Santé[65]

Nota:[61][62][63]

[64]


Novos casos por dia[editar | editar código-fonte]

  Novos casos por dia

Novos Casos por Dia - França 0

Mapa dos casos[editar | editar código-fonte]

Situação epidemiológica na França, pela Agência Nacional de Saúde Pública[66]

Região Confirmados Mortos Recuperados
Altos da França 59 2 0
Auvérnia-Ródano-Alpes 40 0 6[67]
Ilha de França 37 1 5[67]
Bretanha 19 1 0
Borgonha-Franco-Condado 13 0 0
Grande Leste 13 0 0
Provença-Alpes-Costa Azul 10 0 0
Occitânia 7 0 0
País do Líger 5 0 0
Nova Aquitânia 4 0 1[67]
Normandia 2 0 0
Total na França 145.746 28.596 66.584
Coletividade 3 0 0
Departamento ultramarino 8 0 0
Total da França ultramarino 11 0 0
Total 223 21 12

Plano de contingência[editar | editar código-fonte]

A França planejou um plano do risco de epidemia dividido em três etapas:[68]

  • Estágio 1: "Prevenir o vírus" - retardar a presença do vírus em território francês.
  • Estágio 2: "Impedir a propagação" - conter a propagação através do rastreamento de cada caso até a fonte.
  • Estágio 3: "Epidemia" - abordagem diferente que vai de uma lógica de detecção e cuidado individual a uma lógica de ação coletiva.[69]

Estando no Estágio 1 desde o início da pandemia, no dia 29 de fevereiro a França entrou no Estágio 2, tomando medidas mais rigorosas para contenção da disseminação do vírus.[70] Em 15 de março, o governo anunciou que estaria entrando no Estágio 3.[55]

Notas

  1. No dia 3 de abril, o governo francês relatou 17.827 casos adicionais e 532 mortes adicionais de casas de repouso que não haviam sido relatadas anteriormente. Em 2 de abril, havia registrado 884 mortes adicionais.

Referências

  1. "Worldometer: France". Página acessada em 23 de julho de 2020.
  2. R7. 30 de março de 2020 [Com pior dia, França supera 3 mil mortes por coronavírus Com pior dia, França supera 3 mil mortes por coronavírus] Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 1 de abril de 2020  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. a b «Coronavirus en France : le parcours des trois patients». 21 de fevereiro de 2020 
  4. «Estudo revela que coronavírus já estava ativo em França no final de dezembro» 
  5. «France's coronavirus death rate accelerates, cases near 100,000». Reuters (em inglês). 6 de abril de 2020 
  6. «Second day of strike brings more chaos to France». BBC News (em inglês). 6 de dezembro de 2019 
  7. Amaro, Silvia (6 de dezembro de 2019). «France's worst strike in decades enters a second day» (em inglês) 
  8. «Second day of strike brings more chaos to France». BBC News (em inglês). 6 de dezembro de 2019 
  9. «La réforme des retraites suspendue à cause du coronavirus (et toutes les autres aussi)» (em francês). 16 de março de 2020 
  10. «Novel Coronavirus Information Center». 30 de janeiro de 2020 
  11. «How China's coronavirus outbreak started, explained | WIRED UK». 5 de março de 2020 
  12. à 22h34, Par Florence MéréoLe 21 janvier 2020; À 06h38, Modifié Le 22 Janvier 2020 (21 de janeiro de 2020). «Coronavirus : «Le risque d'introduction en France est faible mais il ne peut être exclu», selon Agnès Buzyn» (em francês) 
  13. DICOM_Audrey.H; DICOM_Audrey.H (26 de abril de 2020). «Points de situation coronavirus COVID-19» (em francês) 
  14. «Coronavirus : Air France suspend ses vols vers Wuhan et réduit ceux vers Pékin et Shanghai» (em francês) 
  15. BFMTV, Coronavirus : en France, « les risques de propagation du virus dans la population sont très faibles » selon Agnès Buzyn (em francês), BFMTV, consultado em 26 de abril de 2020 
  16. Mathiot, Cédric; Leboucq, Fabien (27 de fevereiro de 2020). «Covid-19 : y a-t-il une pénurie de masques de protection pour les professionnels de santé?» (em francês) 
  17. BFMTV, Coronavirus: Agnès Buzyn estime « totalement inutile » le port de masque pour les non-contaminés (em francês), BFMTV, consultado em 26 de abril de 2020 
  18. «Wuhan virus: France confirms fourth case of coronavirus in elderly Chinese tourist, Europe News & Top Stories - The Straits Times». 20 de fevereiro de 2020 
  19. «Coronavirus : un cinquième cas avéré en France, la fille du quatrième malade - L'Express». 29 de janeiro de 2020 
  20. «Coronavirus: First death confirmed in Europe - BBC News». 19 de fevereiro de 2020 
  21. «Coronavirus : un sixième cas confirmé en France, un médecin confiné à Paris - Le Parisien». 31 de janeiro de 2020 
  22. Salvi, Ellen. «L'étonnant départ de la conseillère santé d'Emmanuel Macron» (em francês) 
  23. Cha, Yong Ho (31 de agosto de 2013). «A plan to improve the Standards of F-6 Visa Issuance». The Journal of Migration & Society. 6 (2). ISSN 2005-2553. doi:10.15685/jms.2013.08.6.2.109 
  24. «França registra transmissão do coronavírus entre humanos». R7.com. 8 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  25. «Coronavirus : cinq nouveaux cas en France annonce Buzyn, deux écoles fermées en Haute-Savoie». Le Figaro. 8 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  26. «Coronavirus. Cinq nouveaux cas en France, deux écoles fermées en Haute-Savoie». OuestFrance. 8 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  27. Boutin, Clément (15 de fevereiro de 2020). «Coronavirus: le ministère de la Santé annonce un 12e cas d'infection confirmé en France». BFMtvcom. Consultado em 4 de março de 2020 
  28. à 16h15, Par A. T. et N. S. avec AFPLe 16 février 2020; À 20h20, Modifié Le 16 Février 2020 (16 de fevereiro de 2020). «Municipales à Paris : Agnès Buzyn remplace Benjamin Griveaux comme tête de liste LREM» (em francês) 
  29. à 20h50, Par Le Parisien avec AFPLe 24 février 2020 (24 de fevereiro de 2020). «Coronavirus : plus aucun malade n'est hospitalisé en France» (em francês) 
  30. Picard, Courrier (26 de fevereiro de 2020). «Coronavirus dans l'Oise : ce qu'il faut savoir sur la propagation du virus dans le département». LaVoixDuNord.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  31. Fortunato, Victor (26 de fevereiro de 2020). «Coronavirus : 18e cas en France, jusqu'à 20 jours d'indemnités pour les personnes en isolement». leParisien.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  32. «Coronavirus : l'épouse du patient hospitalisé à Annecy également infectée». LeDauphiné. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  33. «France reports first citizen to die from coronavirus, says new cases 'isolated'». France24.com. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  34. «França registra segunda morte por coronavírus e 3 novos infectados». R7. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  35. Courrier, Picard (26 de fevereiro de 2020). «Un patient atteint de coronavirus en réanimation à Amiens». Franceinfo. Consultado em 4 de março de 2020 
  36. a b Rosique, Amélie (27 de fevereiro de 2020). «Coronavirus: ce que l'on sait sur le patient de 55 ans hospitalisé dans un état grave à Amiens». BFMtv.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  37. «Coronavirus : qui sont les 38 cas de contamination en France ?». DNA Dernières Nouvelles d'Alsace. 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  38. «EN DIRECT - Coronavirus : un décret pour réquisitionner les masques de protection». LCI. 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  39. Allain, Camille (2 de março de 2020). «Coronavirus dans le Morbihan : Dans ce foyer de l'épidémie, « on attend de savoir » qui est à l'origine de la contamination». 20Minutes.fr. Consultado em 4 de março de 2020 
  40. Rostagnat, Mélanie (28 de fevereiro de 2020). «Coronavirus: le maire de La Balme-de-Sillingy, en Haute-Savoie, annonce 2 nouveaux cas». MSN.com (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  41. «Countries quarantine, restrict travel to Italy due to coronavirus fears» 
  42. Protard, Matthieu (28 de fevereiro de 2020). «França relata 19 novos casos de coronavírus e alerta contra aperto de mão». UOL.com.br. Consultado em 4 de março de 2020 
  43. Brenon, Frédéric (28 de fevereiro de 2020). «Coronavirus : Trois cas supplémentaires confirmés au CHU d'Angers». 20minutes.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  44. «França: casos de coronavírus aumentam e governo cancela eventos». rfi.fr. 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  45. «Santé. Premier cas de coronavirus en Normandie : ce qu'il faut savoir». LaMancheLibre.fr (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  46. a b «Coronavirus. Deux cas confirmés dans une caserne de pompiers à Rennes». Ouest-France.fr (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  47. a b «Coronavirus EN DIRECT : La France a atteint les 100 cas depuis fin janvier». 20Minutes.fr (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  48. Leigh, Thomas (29 de fevereiro de 2020). «Casos confirmados de coronavírus na França alcançam 100». UOL.com.br. Consultado em 4 de março de 2020 
  49. «100 cas de coronavirus confirmés en France - Le principal foyer est situé dans l'Oise, avec désormais 36 cas confirmés». Nouve L'Obs (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  50. «Contaminé par le coronavirus, le maire de La Balme exhorte ses administrés à respecter les mesures sanitaires». LCI.fr (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  51. «Coronavirus outbreak in France: 130 known cases nationally, more than 10 regions affected by COVID19 spread». France24.com (em francês). 1 de março de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  52. «Coronavirus : la France compte 130 cas ce dimanche, dont 47 dans l'Oise». LaVoixDuNord.fr (em francês). 1 de março de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  53. Hanquet, Anaïs (1 de março de 2020). «Coronavirus : un premier cas confirmé dans le Pas-de-Calais». FranceTVinfo.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  54. Geneviève, DAUNE (1 de março de 2020). «Sept cas de coronavirus dans le Grand Est, dont cinq en Alsace». laLSACE.fr (em francês). Consultado em 4 de março de 2020 
  55. a b «French voters shun elections, enjoy sunshine despite coronavirus restrictions». Reuters (em inglês). 16 de março de 2020 
  56. «REPLAY. Coronavirus : prolongation du confinement jusqu'au 11 mai, tests, masques... Revivez l'allocution d'Emmanuel Macron» (em francês). 13 de abril de 2020 
  57. «Emmanuel Macron annonce l'interdiction des déplacements non essentiels dès mardi midi» (em francês). 16 de março de 2020 
  58. «Coronavirus : Muriel Pénicaud sermonne les tire-au-flanc parmi les entreprises» (em francês). 19 de março de 2020 
  59. «Confinement et BTP : le conflit entre gouvernement et entreprises sur le maintien des chantiers s'apaise». Le Monde.fr (em francês). 20 de março de 2020 
  60. Philippin, Yann. «BTP: le volontarisme du gouvernement se heurte au réel des chantiers» (em francês) 
  61. a b Início da adição de casos de morte da Établissement d'hébergement pour personnes âgées dépendantes (Casas de repouso - EHPADs) desde 1 de abril, anteriormente não levados em consideração.
  62. a b Um novo laboratório divulga dados desde 4 de maio, retrospetivamente de 16 de março. O novo número de casos nas últimas 24 horas tem isso em conta
  63. a b O surgimento de casos confirmados comparado com os dados do dia anterior é uma agregação de dados adicionais, datados de 13 de maio e que não foram tidos em conta anteriormente.
  64. a b Alguns pacientes positivos foram contados duas vezes, e a correção diminuiu o número de casos em relação ao dia anterior.
  65. «Agence nationale de santé publique». www.santepubliquefrance.fr. Consultado em 17 de março de 2020 
  66. «COVID-19 : situation épidémiologique en France». Santé publique France (em francês). 3 de março de 2020. Consultado em 3 de março de 2020 
  67. a b c «Le coronavirus frappe l'Europe : trois cartes pour comprendre». LeParisien.fr (em francês). 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  68. «PRÉPARATION AU RISQUE ÉPIDÉMIQUE Covid-19» (PDF). solidarites-sante.gouv.fr (em francês). 20 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  69. «PRÉPARATION AU RISQUE ÉPIDÉMIQUE Covid-19» (PDF). solidarites-sante.gouv.fr (em francês). 20 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  70. «Coronavirus : que signifie le stade 2 de l'épidémie, dans lequel la France est entrée?». LeParisien.fr (em francês). 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Pandemia de COVID-19 na França