Pandemia de COVID-19 na Lituânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Europa
Pandemia de COVID-19 em 2020 na Lituânia
COVID-19 Outbreak Cases in Lithuania.svg
Mapa das províncias com casos confirmados de novo coronavírus (em 14 de março):
  Casos confirmados
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Itália, Espanha, Tenerife, Dinamarca, Países Baixos
Local Lituânia
Período 28 de fevereiro de 2020
(9 meses e 2 dias)
Início Šiauliai
Estatísticas globais
Casos confirmados 1 505
Mortes 54
Casos que recuperaram 908

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus de 2020 na Lituânia e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2019, o Aeroporto de Vilnius conduziu uma atividade como resposta de preparo ao vírus.[1]

A partir de 25 de janeiro de 2020, especialistas do Centro Nacional de Saúde Pública passaram a consultar viajantes que visitaram a China nos três aeroportos do país. Em 26 de fevereiro, a Lituânia declarou estado de emergência com uma medida preventiva contra a transmissão do COVID-19.[2]

Em 28 de fevereiro, a Lituânia confirmou o primeiro caso de COVID-19, uma mulher de 39 anos de idade que chegou a Kaunas após uma viagem a Verona, na Itália, depois de uma viagem de negócios. Ela foi, então, hospitalizada em Šiauliai.[3] No mesmo dia, o Seimas cancelou todos os eventos públicos até dia 30 de abril.[4]

Em 10 de março, dois casos de COVID-19 foram confirmados em Kaunas. O casal estavam numa estação de esqui em Cortina d'Ampezzo, na Itália, entre o final de fevereiro e a primeira semana de março.[5][6]

Em 12 de março, o governo da Lituânia decretou que eventos públicos de mais 100 presentes.[7] No mesmo dia, o governo ordenou que todas as instituições educacionais, incluindo escolas do jardim de infância, escolas públicas e universidades, por um período de duas semanas.[8]

Em 13 de março, três novos casos de COVID-19 foram confirmados. Uma mulher espanhola de Madrid teve a infecção confirmada em Vilnius, outra em Klaipėda e um homem em Kaunas que havia viajado para o norte da Itália.[9]

Em 14 de março, dois novos casos foram confirmados. O primeiro, um estudante que voltou de viagem da Dinamarca, em 10 de março, e foi de ônibus a Vilnius e depois para Kretinga.[10] Outro lituano, que voltou da Itália, teve a infecção confirmada.[11] No mesmo dia, o primeiro caso de recuperação foi confirmado.[12]

A partir de 16 de março, a Lituânia iniciou o processo de quarentena. Todos os encontros públicos e privados foram proibidos; todos os serviços de varejo, exceto mercearias, farmácias e farmácias veterinárias foram fechadas; todos os restaurantes e bares foram fechados, deixando a opção de levar a comida; as fronteiras foram fechadas para estrangeiros, independentemente do meio de transporte, excluindo cargas e transportes especiais todas as viagensi internacionais de saída foram proibidas. A quarentena está programada para durar até 30 de março. Mais de um caos foi descoberto em Panevėžys, sendo um homem de 31 anos que veio da Holanda.[12]

Referências

  1. Vilnius, Made in (25 de janeiro de 2020). «Lietuvos oro uostuose – laikinosios priemonės koronaviruso rizikai suvaldyti». MadeinVilnius.lt – Vilniaus naujienų dienoraštis (em lituano). Consultado em 26 de janeiro de 2020 
  2. «Coronavirus: Lithuania declares state emergency». lrt.lt (em lituano). 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de fevereiro de 2020 
  3. «Lietuvoje patvirtintas pirmasis koronaviruso atvejis – susirgo 39 metų moteris, atskridusi į Kauną». 15min.lt (em lituano). Consultado em 28 de fevereiro de 2020 
  4. «Porai mėnesių atšaukti renginiai Seime». lrs.lt (em lituano). Consultado em 28 de fevereiro de 2020 
  5. «Naujausia šaltinių informacija: 2 koronavirusu užsikrėtę žmonės izoliuoti Kaune». delfi.lt (em lituano). Consultado em 11 de março de 2020 
  6. «Koronavirusu susirgę kauniečiai į Italiją vyko žinodami apie pavojų, tyrimų rezultatų laukia ir kita šeima su dviem vaikais». 15min.lt (em lituano). Consultado em 11 de março de 2020 
  7. «Ekstremalių situacijų metu masiniai renginiai uždarose patalpose nevyks». lrv.lt (em lituano). Consultado em 12 de março de 2020 
  8. «Visoje Lietuvoje dėl koronaviruso dviem savaitėms uždaromos švietimo įstaigos». lrv.lt (em lituano). Consultado em 12 de março de 2020 
  9. «Lietuvoje patvirtinti dar trys koronaviruso infekcijos atvejai». lrt.lt (em lituano). Consultado em 13 de março de 2020 
  10. «Veryga: visų koronavirusu užsikrėtusio klaipėdiečio kontaktų praktiškai neįmanoma nustatyti». lrt.lt (em lituano). Consultado em 14 de março de 2020 
  11. «Patvirtintas dar vienas koronaviruso infekcijos atvejis Lietuvoje». lrt.lt (em lituano). Consultado em 14 de março de 2020 
  12. a b «Skvernelis pranešė, kad šeštadienį bus priimtas sprendimas dėl karantino šalies mastu». lrt.lt (em lituano). 14 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a pandemia de COVID-19 é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.