Pandora Filmes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pandora Filmes
Versão do logo da Pandora Filmes exibido em seu canal no YouTube em 2021
Empresa privada
Atividade 1989-presente
Fundação 1989[1]
Fundador(es) André Sturm[1]
Sede Brasil
Produtos filmes
Empresa-mãe Belas Artes Grupo
Website oficial www.pandorafilmes.com.br

Pandora Filmes é uma distribuidora de filmes fundada no Brasil em 1989.[1] Faz parte do Belas Artes Grupo, junto com o serviço de streaming Petra Belas Artes à La Carte e o cinema Petra Belas Artes.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Pandora Filmes foi criada em 1989 por André Sturm.[1] É a primeira distribuidora independente criada no Brasil.[1] Comercializou filmes em associação com a Europa Filmes, Alpha Filmes e Fênix Filmes.[3] No ranking do Database Brasil da Filme B, apareceu mais de uma vez ao lado das maiores distribuidoras de filmes do Brasil, em 2005, 2008 e 2010.[4][5][6]

Em 2015 foi uma das distribuidoras de cinema apoiadoras do Festival Varilux de Cinema Francês.[7] Em 2016 liderou a distribuição de filmes com Prêmios Goya.[8] Em 2019 inicou uma parceria com a Cinépolis para o "Projeto Caixa de Pandora" e lançou filmes independentes nos cinemas do Brasil, nacionais e internacionais, que passaram pelos festivais mais importantes, como Cannes, Sundance, Veneza, Berlim e Toronto.[9]

Em julho de 2021, a Alpha Filmes e a Pandora Filmes iniciaram a pré-venda do relançamento de Gisaengchung (bra: Parasita) em Blu-ray no Brasil em edição definitiva e limitada na Versátil Home Vídeo.[10] Em setembro de 2021, a Pandora Filmes iniciou a pré-venda da edição limitada do filme Forushande (bra: O Apartamento) em DVD em parceria com a Versátil Home Vídeo.[11]

Alguns dos títulos[editar | editar código-fonte]

Dentre os filmes distribuidos pela Pandora Filmes, estão as obras de Federico Fellini, Ingmar Bergman, Billy Wilder e filmes que foram premiados, de festivais de cinemas ao Óscar.[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e «Fórum Mostra tem debates sobre a reabertura das salas de cinema e a seleção para o Oscar». 44.mostra.org. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. 24 de outubro de 2020. Consultado em 31 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2020 
  2. «Belas Artes Grupo». Cine Belas Artes. Consultado em 1 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de janeiro de 2021 
  3. «Calendário de estreias». Filme B. Consultado em 1 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2021 
  4. «32. Market share das distribuidoras». Filme B. Consultado em 5 de fevereiro de 2021. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2021 
  5. «34. Market share das distribuidoras». Filme B. Consultado em 5 de fevereiro de 2021. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2021 
  6. «36. Market share das distribuidoras». Filme B. Consultado em 5 de fevereiro de 2021. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2021 
  7. «Parceiros | Festival Varilux de Cinema Francês 2015». Consultado em 1 de julho de 2021 
  8. «PANDORA FILMES LIDERA PRÊMIO GOYA 2016». Portal Exibidor. Consultado em 11 de junho de 2021 
  9. «Projeto Caixa de Pandora levará filmes independentes para cinemas da rede Cinépolis». O Povo. 18 de maio de 2019. Consultado em 1 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2021 
  10. «Blu-ray: Parasita - Edição Definitiva Limitada Com 1 Pôster, 8 Cards e 1 Livreto (2 Blu-rays)». Versátil Home Vídeo. Consultado em 25 de julho de 2021 
  11. «O Apartamento - Edição Limitada Com 2 Cards». Versátil Home Vídeo. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  12. «Quem Somos». Pandora Filmes. Consultado em 1 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.