Pantera Negra (Marvel Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pantera Negra
Pantera Negra.jpg
Nome completo T'Challa
Espécie Humano místicamente aprimorado
Ocupação Rei de Wakanda, Cientista, Aventureiro
Afiliações Quarteto Fantástico
Vingadores
Defensores
Vingadores Secretos
Illuminati
Família T'Chaka (pai morto), N'Yami (mãe morta), Ramonda (madrasta), Hunter (irmão adotivo), Jakarra (meia-irmão), Shuri (meia-irmã), S'Yan (tio morto), N'Baza (tio), Ororo Munroe (ex-esposa), Spyke (ex-sobrinho)
Terra Natal Wakanda
Criado por Stan Lee
Jack Kirby
Primeira aparição The Fantastic Four #52 (Julho de 1966)
Editora(s) Marvel Comics
Espécie Humano místicamente aprimorado
Terra natal Wakanda
Afiliações Quarteto Fantástico
Vingadores
Defensores
Vingadores Secretos
Illuminati
Ocupação Rei de Wakanda, Cientista, Aventureiro
Base de operações Wakanda; Torre dos Vingadores; Edifício Baxter, Nova York
Inimigos Ulysses Klaw, Erik Killmonger, Homem-Gorila, White Wolf
Situação presente Ativo
Codinomes conhecidos Luke Charles, Mr.Onkwonko, Rei dos Mortos
Habilidades
  • Garras retráteis e traje de Vibranium
  • Força, resistência, agilidade, reflexos, velocidade e durabilidade sobre-humanas
  • Vígor super-humano
  • Sentidos aguçados
  • Visão noturna
  • Fator de cura acelerado
  • Empoderamento divino
  • Necromancia
  • Consciência hiper - cósmica
  • Exímio caçador
  • Intelecto genial
  • Exímio artista marcial
  • Mestre em Artes Marciais
  • Grande estrategista
  • Alto conhecimento sobre manipulação de Vibranium
    • Com seu traje de Vibranium
  • Invisibilidade
  • Atirar ondas de energia cinética

Pantera Negra (em inglês: Black Panther) é um super-herói das histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics, cuja identidade secreta é a de T'Challa, rei de Wakanda, um reino fictício na África. O personagem foi criado pelo escritor e editor Stan Lee e pelo escritor e ilustrador Jack Kirby, aparecendo pela primeira vez em Fantastic Four # 52 (julho de 1966) na Era de Prata das histórias em quadrinhos. A série retrata o Pantera Negra como T'Challa, rei e protetor de Wakanda, país fictício localizado na Africa. Além de possuir habilidades aprimoradas alcançadas através de um antigo ritual de Wakanda, T'Challa também conta com seu intelecto genial, treinamento físico rigoroso, habilidade em artes marciais, acesso a tecnologias avançadas e riqueza para combater seus inimigos. Pantera Negra também é conhecido por seu relacionamento com a super-heroína Tempestade dos X-Men. Embora os dois fossem casados e se envolvessem em inúmeras batalhas, suas lealdades colocariam uma pressão sobre o relacionamento que levaria a um eventual divórcio.

O Pantera Negra é o primeiro super-herói de ascendência africana criado por uma editora mainstream de quadrinhos norte-americanos, que estreou anos antes dos super-heróis afro-americanos, como o Falcão (1969), Luke Cage (1972) e Blade (1973)[1][2] da Marvel Comics ou o John Stewart da DC Comics, o Lanterna Verde (1971).[3][4][5] O arco de história do Pantera Negra que passou por treze números da revistas Jungle Action é considerado o primeiro romance gráfico da Marvel Comics.[6] Em um enredo, o manto da Pantera Negra é usado por Kasper Cole, um policial multi-racial da cidade de Nova York. Começando como um imitador, Cole assumiria o nome de Tigre Branco e se tornaria um aliado de T'Challa.[7] O manto do Pantera Negra e a liderança de Wakanda também foi dado à meia-irmã de T'Challa, Shuri, por um momento em que ele precisa se recuperar de ferimentos críticos.[8][9]

O Pantera Negra fez inúmeras aparições em vários programas de televisão, filmes animados e videogames. O personagem foi retratado em live-action por Chadwick Boseman no filme Capitão América: Guerra Civil de 2016 . Boseman também desempenha ou o papel na adaptação do primeiro longa-metragem do personagem lançado em março de 2018 e que retornou ao papel em Avengers: Infinity War, que foi lançado em abril do mesmo ano, todas essas aparições fazem parte do Universo Marvel Cinematográfico. Em 2011, o Pantera Negra ficou em 51º lugar na lista de "Top 100 Comic Books Heroes" do site IGN.

Publicação[editar | editar código-fonte]

Conceito e criação[editar | editar código-fonte]

Capa da revista All-Negro Comics # 1 (1947)

O nome do Pantera Negra é anterior à fundação de outubro de 1966 do Partido dos Panteras Negras, embora não seja anterior ao logotipo que usa uma pantera negra da antecessora do partido, a County Freedom Organization (LCFO), nem o batalhão segregado Black Panthers Tank Battalion da Segunda Guerra Mundial.[10][11]

Pantera Negra é o primeiro super-herói negro protagonista das histórias em quadrinhos; poucos heróis negros foram criados antes dele, e nenhum com superpoderes. Estes incluíram os personagens da revista All-Negro Comics #1 (1947), que durou apenas uma edição; Waku, prince of the Bantu, o personagem é um príncipe africano, que se torna líder da tribo dos bantus após a morte do pai, Waku estreou em 1954 sua própria série na revista Jungle Tales da Atlas, antecessora da Marvel,[3] Waku era um herói negro em meio aos tarzanides caucasianos (personagens inspirados em Tarzan de Edgar Rice Burroughs).[12]

O personagem de faroeste Lobo, foi o primeiro negro a estrelar sua própria revista em quadrinhos. O soldado Gabriel Jones de Sgt. Fury and his Howling Commandos foi um dos primeiros personagens negros não-caricatos.[4]

Stan Lee, co-criador do herói, negou que tenha criado o nome após qualquer uso político do termo "pantera negra", incluindo o logo da LCFO, citando "uma estranha coincidência",[13] segundo Lee, a inspiração foi um herói da literatura pulp de aventura que tinha uma pantera negra como ajudante.[14][15]

Em uma aparição convidada em Fantastic Four # 119 (fevereiro de 1972), o Pantera Negra tentou brevemente usar o nome Black Leopard para evitar conotações com o partido, mas o novo nome não durou.[15] O nome do personagem foi alterado de volta para Black Panther em Avengers #105, com T'Challa explicando que trocar de nome faria tanto sentido como alterar o nome da Feiticeira Escarlate, e ele não é um estereótipo.[16] A arte conceitual original de Jack Kirby para Black Panther usava o nome "Coal Tiger".[17][15]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Após sua estréia em Fantastic Four #52-53 (julho-agosto de 1966) e a aparições subsequentes como convidado em Fantastic Four Annual # 5 (1967) e ao lado do Capitão América em Tales of Suspense # 97-99 (janeiro-março de 1968), o Pantera Negra viajou da nação africana fictícia de Wakanda para Nova York, para se juntar à equipe de super-heróis Vingadores em The Avengers # 52 (maio de 1968), aparecendo naquela revista nos próximos anos. Durante seu tempo com os Vingadores, ele fez aparições como convidado em três edições de Daredevil, e lutou com o Doutor Destino em Astonishing Tales # 6-7 (junho e agosto de 1971). Ele passou a ter uma série própria a partir de Jungle Action #5 (julho de 1973),[5] título de republicação de tarzanides da Atlas nos anos 50,[12] a história publicada em Jungle Action #5 era uma republicação de uma história publicada em The Avengers # 62 (março de 1969). Uma nova série começou a ser publicada na edição seguinte, escrita por Don McGregor, com arte de Rich Buckler, Gil Kane e Billy Graham, e arte-final de Klaus Janson e Bob McLeod. A série foi aclamada pela crítica e foi publicada nas edições 6 a 24 da revista (setembro de 1973 - novembro de 1976).

Embora popular entre os estudantes universitários, as vendas da Jungle Action foram baixas,[18] e a Marvel relançou o Pantera Negra em uma série auto-intitulada, trazendo o co-criador do personagem Jack Kirby - que havia voltado recentemente para Marvel depois de ter trabalhado para a rival DC Comics por um tempo - como escritor, desenhista e editor. No entanto, Kirby queria trabalhar com novos personagens e ficou infeliz em receber uma série com um personagem com o qual ele já havia trabalhado.[19] Ele deixou a série depois de apenas 12 edições e foi substituído por Ed Hannigan (roteiro), Jerry Bingham (desenhos) e Roger Stern (editor). Black Panther teve 15 edições[5] (janeiro de 1977 - maio de 1979). Devido ao cancelamento da série, as histórias que deviam ter sido publicadas em Black Panther #16-18 foram publicados em Marvel Premiere #51-53.

Uma minissérie de quatro edições, Black Panther vol. 2 (julho-outubro 1988), foi escrita por Peter B. Gillis e desenhada por Denys Cowan . McGregor revisitou sua saga com Gene Colan em "Panther's Quest", publicado como 25 histórias de oito páginas dentro da série bissemanal de antologia Marvel Comics Presents (edições 13-37, fevereiro-dezembro de 1989). Mais tarde, ele se associou com o artista Dwayne Turner na minissérie Panther Black: Panther's Prey (setembro de 1990-março de 1991). McGregor concebeu um quinto arco, intitulada "Panther's Vows", mas não consguiu publica-lo.

A série 1998 do escritor Christopher Priest e do desenhista Mark Texeira, The Black Panther vol. 3 utilizou Erik Killmonger, Venomm e outros personagens introduzidos em "Panther's Rage" de McGregor em Jungle Action, juntamente com novos personagens como o advogado do Departamento de Estado, Everett Ross; O irmão adotivo da Pantera negra, Hunter; e a protegida do Pantera, a Rainha Justiça Divina. A série de Priest e Texeira esteve sob o selo Marvel Knights em seu primeiro ano.[15] Priest disse que a criação do personagem Ross contribuiu fortemente para sua decisão de escrever a série. "Eu percebi que eu poderia usar Ross para criar uma ponte entre a cultura africana que os mitos da Pantera Negra estão mergulhados e os leitores predominantemente brancos que Marvel atinge", acrescentando que, na opinião dele, o Pantera Negra tinha sido mal utilizada nos anos seguintes sua criação.[20]

As últimas 13 edições (#50-62) viram o personagem principal substituído por um policial multi-racial da cidade de Nova York chamado Kasper Cole, com T'Challa relegado como um personagem de apoio. Este Pantera Negra, que se tornou o Tigre Branco,[7] foi colocada na série The Crew, publicada simultaneamente com os últimos números da revista do Pantera Negra. The Crew foi cancelada no sétimo número.

Em 2005, Marvel começou a publicar o Black Panther vol. 4, que teve 41 edições (abril de 2005 - novembro de 2008). Inicialmente foi escrito pelo cineasta Reginald Hudlin (por 38 edições) e desenhada por John Romita, Jr. (por 6 edições). Hudlin disse que queria adicionar a "credibilidade das ruas" ao título, embora tenha notado que o revista não era necessariamente ou principalmente voltado para um público afro-americano. Como influências para a sua caracterização do personagem, Hudlin citou o personagem Batman, o diretor de cinema Spike Lee e o músico Sean Combs.[21] Outras influências incluem figuras históricas, como o sultão do Império do Mali do século XIV Mansa Musa e o ativista jamaicano do século XX, Marcus Garvey, bem como figuras bíblicas como Cam e Canaã.[22]

Black Panther vol. 5 foi lançada em fevereiro de 2009, com Hudlin, novamente roteirizado, apresentando um sucessor do Pantera Negra, a irmã de T'Challa, Shuri.[9][23][24] Hudlin co-escreveu o número 7 com Jonathan Maberry, que então se tornou o novo escritor,[25] juntado pelo ilustrador Will Conrad.[26] O Pantera também foi um personagem em destaque, com os membros dos grupos Quarteto Fantástico e os X-Men, na minissérie Doomwar, história de seis edições, onde os heróis confrontam o Doutor Destino (abril-setembro de 2010).[27]

T'Challa então aceitou um convite de Matt Murdock, o super herói Demolidor, para se tornar o novo protetor do bairro Hell's Kitchen da cidade de Nova York. Ele se tornou o personagem principal em Daredevil começando na edição 513 (fevereiro de 2011), quando essa série foi re-intitulada Black Panther: The Man Without Fear. Escrito por David Liss e ilustrado por Francesco Francavilla,[28] assumiu a identidade do Sr. Okonkwo, imigrante da República Democrática do Congo, e se torna o proprietário de um pequeno restaurante para se aproximar das pessoas.[29]

Em 2016, após Guerras Secretas, na fase editorial All-New, All Different Marvel, o Pantera Negra voltou a ter uma revista própria, com roteiros do escritor Ta-Nehisi Coates.[30] O título teve boa recepção do público, sendo a mais vendida do ano até então.[31] O sucesso da revista solo do personagem fez a Marvel lançar mais duas séries relacionadas: Black Panther: World of Wakanda, expandindo o universo da nação africana de Wakanda, abordando novas personagens femininas em evidência na série central do personagem; e Black Panther and the Crew, com uma trama envolvendo vários heróis negros. Esta última acabou sendo cancelada após a encomenda das seis primeiras edições.[32][33] Em 2017, a escritora afrofuturista Nnedi Okorafor escreveu a série Black Panther: Long Live the King.[34]

Biografia ficcional do personagem[editar | editar código-fonte]

Background e primeiros passos[editar | editar código-fonte]

O Pantera Negra é o título cerimonial atribuído ao chefe da Tribo Pantera da avançada nação africana de Wakanda. Além de governar o país, ele também é chefe de suas várias tribos (coletivamente conhecido como Wakandas). O uniforme do Panther é um símbolo oficial (chefe de estado) e é usado mesmo durante missões diplomáticas. O Pantera é um título hereditário, mas ainda é preciso ganhar um desafio.

No passado distante, um enorme meteorito maciço composto de vibranium - elemento que absorve o som, entre outras propriedades especiais - caiu em Wakanda, e é desenterrado uma geração antes dos eventos do presente. Temendo que os estrangeiros explorariam Wakanda por este valioso recurso, o governante, o rei T'Chaka, como seu pai e outros panteras antes dele, escondeu seu país do mundo exterior. A primeira esposa de T'Chaka, N'Yami. Logo em seguida, T'Chaka se casa com Ramonda, que cria T'Challa amarosamente e prepara como uma criança para herdar o manto da Pantera Negra e ser levado ao trono; no entanto, seu irmão adotivo Hunter, o despreza como responsável pela morte de sua mãe,[35] enquanto seu meio-irmão Jakarra tem um forte ressentimento contra ele porque ele, desejando o trono,[36] T'Challa compartilha um sincero afeto apenas com a meia-irmã Shuri.[37] Algum tempo depois, quando o príncipe tem apenas oito anos, Ramonda, visitando sua terra natal, a África do Sul, é sequestrada por Anton Pretoriuse não retorna, fazendo a família pensar ela os abandonou,[38] T'Chaka cria os filhos sozinhos, T'Chaka é assassinado pelo aventureiro Ulysses Klaw em uma tentativa de explorar o monte de vibranium. Com seu povo ainda em perigo, um jovem T'Challa usou a arma de som de Klaw em Klaw e seus homens, quebrando a mão direita de Klaw e forçando-o a fugir.[39][40]


T'Challa foi o próximo na linha para ser o rei de Wakanda e Black Panther, mas até que ele estava pronto para se tornar o líder da nação, seu tio S'yan (o irmão mais novo de T'Chaka) passou com sucesso as provas para se tornar o novo Pantera Negra. Enquanto estava em seu rito de passagem wakandiano, T'Challa conheceu e se apaixonou pela o aparente órfã, Ororo Munroe, que cresceria e se tornaria, Tempestade, membro dos X-Men,[41] ele é obrigado a se separar de Ororo para cumprir seus deveres reais, retornando à sua terra natal e sendo enviado para completar seus estudos na Inglaterra, na Universidade de Oxford, onde ele obteve um doutorado em Física.[36]

T'Challa ganhou o título e os atributos da Pantera Negra ao derrotar os vários campeões das tribos de Wakanda. Um de seus primeiros atos foi dissolver e exilar a Hatut Zeraze - a polícia secreta wakandiana - e seu líder, seu irmão adotivo, Hunter. [42] Ele vendeu pequenas porções de vibranium para instituições científicas em todo o mundo, acumulando uma fortuna que ele costumava armar-se com tecnologia avançada.[39] Mais tarde, para manter a paz, ele escolheu dora milajes de tribos rivais para servir como sua guarda pessoal e esposas cerimoniais em treinamento. Ele então estudou no exterior por um tempo antes de retornar ao seu reinado.

Em sua primeira aparição publicada, o T'Challa, agora adulto, convida a equipe de super-heróis americana, Quarteto Fantástico para Wakanda, depois ataca e tenta neutralizá-los individualmente para testar-se para ver se ele está pronto para enfrentar Klaw, que substituiu sua mão direita quebrada com uma arma sonica.[40][43][44] Os quatro conseguem se reunir e bloquear T'Challa em um contra-ataque em equipe, permitindo que o rei impressionado se abaixe e se explique com a satisfação da equipe.[40] O soberano forma uma amizade com o Quarteto Fantástico e se torna um aliado, eles ajudaram T'Challa, e ele, por sua vez, os ajuda contra o Homem Psíquico.[45] o que o leva a ser convidado pelo próprio Capitão América, o Pantera Negra viajou da nação africana fictícia de Wakanda para Nova York, para se juntar à equipe de super-heróis Vingadores,[46][47] aparecendo na revista do grupo nos próximos anos. Inicialmente, o rei aceita a oferta apenas para poder espionar o grupo, a quem considera um potencial perigo para seu país, mas, ao permanecer no grupo, entende que eles agem pelo bem da humanidade e se tornam um dos membros mais leal ao grupo, lutando contra a Irmandade de Mutantes,[48][49] os Mestres do Terror,[50] Ultron,[51] o Centurião Escarlate,[52] o Circo do Crime,[53] o Homem Gorila,[54] o trio de supervilões composto por Cabeça de Ovo, Mestre dos Bonecos e o Pensador Louco,[55] o Espadachim,[56] a HIDRA,[57] Kang, o Conquistador[58] e o Esquadrão Sinistro.[59] Ele conhece a cantora americana Monica Lynne,[60] com quem ele se envolve romanticamente. Ele ajuda os Vingadores a derrotar os segundos Filhos da Serpente e depois revela sua verdadeira identidade na televisão americana.[61]

O Pantera Negra também colabora em numerosas ocasiões com o Demolidor, de quem ele consegue deduzir a verdadeira identidade[62] e com quem ele estabelece uma profunda amizade.

Homem sem Medo[editar | editar código-fonte]

Após os acontecimentos de "Shadowland", Matt Murdock (o super herói Demolidor) pede a T'Challa que o substitua como guardião da Cozinha do Inferno, o que dá a T'Challa a chance de se descobrir. Com a ajuda de Foggy Nelson, T'Challa assume a identidade do Sr. Okonkwo, um imigrante da República Democrática do Congo e gerente de uma lanchonete chamado Devil's Kitchen, para que ele possa se misturar e aprender sobre os habitantes como um homem comum. Ele continua bem com dois funcionários da cozinha: Sofija, uma imigrante da Sérvia que anteriormente estava envolvida no violento nacionalismo sérvio, e Brian. Ele também conhece alguns dos vizinhos de seu quarteirão: o Sr. Nantakarn e seu filho Alec, bem como Iris, uma assistente social designada para lidar com casos de abuso infantil.[63]

Wakanda novamente[editar | editar código-fonte]

Pouco depois, o Demolidor retorna à Cozinha do Inferno, T'Challa retorna a Wakanda, servindo como um segundo para sua irmã, Shuri. Em preparação para um ataque próximo em Wakanda como parte do enredo dos Vingadores vs, X-Men, o Deus Pantera retorna as habilidades de T'Challa. Empoderado pela Fênix, Namor destrói Wakanda com uma maré gigante. Voltando à ajuda, a Tempestade está atordoada quando o Pantera Negra a informa que seu casamento foi anulado.

Retorno para Wakanda[editar | editar código-fonte]

Depois de receber numerosas cartas oficiais urgentes, pedindo-lhe que voltasse a sua terra natal cada vez mais problemática,[64] o Pantera Negra finalmente deixa os Vingadores a viaja com Lynne e encontra Wakanda à beira da guerra civil. Depois de vencer o poderoso usurpador Erik Killmonger e seu bando,[65][5] o Pantera Negra se aventura no Sul dos Estados Unidos para combater o Ku Klux Klan.[15][66][40] Mais tarde, ele ganha posse dos artefatos místicos que mudam o tempo, conhecidos como Sapos do Rei Salomão.[67] Estes produzem uma versão alternativa de T'Challa de 10 anos no futuro, essa versão futura possui um aneurisma cerebral terminal, T'Challa o coloca em estase criogênica.

Mais tarde, ao procurar e encontrar sua madrasta Ramonda, o Pantera Negra luta combate autoridades sul-africanas durante o Apartheid.[68] T'Challa finalmente propõe e se compromete com Monica Lynne,[69] embora o casal nunca se case.

Anos depois, o Pantera Negra aceita um enviado de Washington, D.C., Everett K. Ross, e enfrenta múltiplas ameaças à soberania de Wakanda.[70] Ross ajuda-o em muitas dessas ameaças. Em gratidão, o Pantera Negra muitas vezes arrisca muito por Ross em gratidão. A primeira ameaça que ele e Ross encontram é "Xcon", uma aliança de agentes de inteligência desonesto que apoia um golpe liderado pelo Reverendo Achebe.[71] Depois, Killmonger ressurge com um plano para destruir a economia de Wakanda. Isso obriga T'Challa a nacionalizar empresas estrangeiras.[72] Killmonger, em seguida, o derrota no combate ritual, herdando assim o manto do Pantera Negra, mas cai em coma ao comer a erva em forma de coração, venenosa para qualquer pessoa fora da linhagem real, que tinha uma imunidade hereditária aos seus efeitos tóxicos.[73] T'Challa preserva a vida de seu rival ao invés de permitir que ele morra.

Mais tarde, T'Challa descobre que ele tem um aneurisma cerebral como seu futuro futuro alternativo e sucumbe à instabilidade e alucinações. Depois de seu estado mental quase provocar a guerra tribal, o Pantera Negra entrega o poder ao seu conselho[74] e se esconde na cidade de Nova York. Lá o mentor do policial Kasper Cole (que adotou um traje abandonado do Pantera Negra),[7] testa uma experiência que dá a T'Challa a força para enfrentar sua doença, recuperar sua posição e retornar a uma participação ativa nos Vingadores, a quem ele ajuda a garantir um status especial nas Nações Unidas.

Volume 4: Casamento e passagem do manto[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Guerra Civil (Marvel Comics)

T'Challa relata a história de sua ascensão como a Pantera Negra. Ele derrotou seu tio durante a celebração do Pantera Negra,[75] e durante seu walkabout quando se conheceu e se apaixonou por um garota de rua chamada Ororo no Cairo, no Egito.[76] Sem o conhecimento dele, o governo dos Estados Unidos estava planejando um golpe para ter acesso ao vibranium. Eles permitem que Klaw recrute uma equipe de vilões para sustentar seu vizinho totalitário, o Nigandia. Klaw recruta Rino, Cavaleiro Negro, Batroc e Homem Radioativo para liderar a invasão. O governo dos Estados Unidos, então, envolve um exército de Deathloks para "apoiar" T'Challa e justificar uma invasão, mas T'Challa mata Klaw e Tempestade derrota o exército de Deathlok em um furacão. [77]

T'Challa então ajuda sua antiga paixão, Ororo Munroe a se reunir com seus familiares sobreviventes na África e nos Estados Unidos.[78] Pouco depois, ele propõe e os dois estão casados em uma grande cerimônia wakandiana, assistida por muitos super-heróis.[79] Uma das primeiras tarefas do casal é embarcar em uma turnê diplomática, na qual visitam os Inumanos, o Doutor Destino, o Presidente dos Estados Unidos e Namor, com apenas o último que terminando bem.[80] Após a morte de Bill Foster, o lado da Pantera Negra e da Tempestade com as forças anti-registro do Capitão América.[81] Durante a batalha final entre os dois lados, a embaixada de Wakandan em Manhattan está fortemente danificada, embora nenhum Wakandans esteja ferido.[82] Após o confronto, o Pantera e a Tempestade preenchem brevemente os membros da Quarteto Fantástico, Reed e Sue Richards, antes de retornarem a Wakanda.

Ao retornar a Wakanda sozinho, deixando Tempestade em Nova York para ajudar os X-Men, Pantera Negra enfrenta Erik Killmonger, derrotando-o com a ajuda de Monica Rambeau (a.k.a. Pulsar).[83] Depois, Wakanda defende os cambojanos alienígenas, os Skrulls, que se infiltraram como parte de seu plano de "Invasão Secreta" para conquistar a Terra.[84] O Príncipe Namor tenta recrutar T'Challa para o Cabal, um conselho secreto dos supervilões. Atacada pelas forças do colega membro do Cabal, Doutor Destino, T'Challa entra em coma.[8] Sua irmã Shuri é treinada como a próxima Pantera,[9] com o manto passando para ela oficialmente depois que T'Challa desperta de seu coma e tenta se recuperar de seus ferimentos.[85]

Depois disso, T'Challa perde todos os seus atributos aprimorados que lhe são dados por ser o totem da pantera. Como resultado, ele trabalha com seu feiticeiro, Zawavari, para se recuperar.[86] Ele já fez um pacto com outra divindade Pantera desconhecida, retornando seus atributos para um nível ainda maior, além de colocar encantamentos em seu corpo, tornando-se altamente resistente à maioria dos assaltos mágicos e místicos. Tudo isso foi feito em preparação para a iminente batalha com Doutor Destino,[87] que culminou em T'Challa tornando todo o vibranium processado inerte para dar a seu povo uma chance de reconstruir sem sua dependência do elemento.[88]


Incursão[editar | editar código-fonte]

Depois de testemunhar uma Terra alternativa sobre Wakanda sendo destruída pelo Cisne Negro, T'Challa reforma os Illuminati com Fera que substituem o agora falado Charles Xavier - para enfrentar a ameaça das Incursões.[15]

Secret Wars[editar | editar código-fonte]

Quando a Incursão final ocorre durante o enredo das Guerras Secretas, resultando em todas as realidades que se desmoronam em uma Terra, o Pantera Negra é um dos poucos heróis a sobreviver.


All-New, All-Different Marvel[editar | editar código-fonte]

Como parte de All-New, All-Different Marvel, o Pantera Negra é um membro do Ultimates.

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

À T'Challa, foi dado poderes e aprimoramentos místicos pela Deusa Bast, quando ele se tornou o Rei dos Mortos. Todas as suas capacidades humanas máximas foram elevadas à níveis sobre-humanos, a um ponto ainda desconhecido.

  • Conhecimento do Pantera Negra: T'Challa tem o poder de extrair todo o conhecimento, força e cada experiência dos Pantera Negras anteriores.
  • Força Sobre-Humana: T'Challa recebeu dons da Deusa Pantera, Bast, que elevou sua força a níveis sobre-humanos. Sua força física está entre aguentar 800 kg e 2 toneladas; embora os limites não sejam realmente conhecidos.
  • Resistência Sobre-Humana: o corpo de T'Challa elimina a acumulação de células que produzem fadiga em seus músculos e sua própria musculatura gera consideravelmente menos células de fadiga do que os músculos de um ser humano comum, o lhe confere níveis sobre-humanos de resistência. Sua capacidade pulmonar está no nível humano máximo, lhe permitindo prender a respiração durante 6 minutos debaixo d'água, fazendo seus pulmões tão saudáveis quanto os pulmões humanos podem ser.
  • Agilidade Sobre-Humana: a agilidade, o equilíbrio, a flexibilidade, a destreza e a coordenação corporal de T'Challa são aprimoradas a níveis que estão além dos limites físicos naturais de um medalhista de ouro olímpico. Ele tem agilidade combinada às proezas acrobáticas dos aerógrafos e acrobatas de circo mais bem sucedidos.
  • Reflexos Sobre-Humanos: o tempo de reação de T'Challa é superior ao de qualquer atleta olímpico. Seus reflexos são tão eficientes que ele pode se esquivar de tiros de arma num ponto em branco, se esquivar de balas de metralhadoras e rifles sniper.
  • Velocidade Sobre-Humana: T'Challa é capaz de correr e se mover a velocidades superiores às de qualquer atleta olímpico, e é capaz de atingir velocidades de até 70 km/h. Ele pode atacar mais rápido do que os olhos podem acompanhar. Sua velocidade em combate parece mais realçada do que qualquer outra coisa, podendo derrubar inimigos fácil e rapidamente e até puxar suas armas já engatilhadas.
  • Durabilidade Sobre-Humana: a pele, os ossos e os tecidos musculares de T'Challa são aprimorados a níveis consideravelmente mais fortes e mais densos, seus tecidos são impermeáveis a lesões a uma extensão extraordinária.
  • Vígor Super-Humano: T'Challa possui um vígor físico impressionante. Ele pode exercer-se fisicamente com todo um esforço por várias horas antes que as células de fadiga comecem a prejudicá-lo.
  • Sentidos Aguçados: T'Challa pode ver com maior clareza à grandes distâncias do que um humano comum. Sua visão se estende para as áreas ultravioleta e infravermelha dos espectros eletromagnéticos, o que lhe permite enxergar na escuridão quase total e manter o mesmo nível de clareza. A audição de T'Challa é similarmente aprimorada, permitindo que ele detecte sons que os humanos normais não podem e sons que normalmente poderiam, porém a distâncias muito maiores. T'Challa pode memorizar milhares de aromas e cheiros. Seu olfato lhe permite reconhecer pessoas e objetos por cheiro, mesmo que estejam bem escondidos. Ele pode rastrear um alvo pelo cheiro e encontrá-lo no local exato, pode cheirar o medo, e detectar se alguém está mentindo por alteração no odor corporal. O paladar de T'Challa é sensível ao ponto de provar os ingredientes exatos de qualquer alimento em particular que ele estiver comendo.
  • Fator de Cura Acelerado: T'Challa é capaz de regenerar seus tecidos corpóreos e células cerebrais à um grau extraordinário, ele pode curar ossos quebrados, músculos rasgados, mas é incapaz de regenerar membros ou órgãos perdidos. É imune a todas as doenças terrestres, infecções e distúrbios, ele é impermeável a ataques de gás, venenos e toxinas nervosas de qualquer tipo e completamente resistente a doenças.
  • Consciência Hiper-Cósmica: a exposição de T'Challa à mente de Galactus antes e depois de sua transição de "Devorador" para "Semeador de Mundos", fez com que le começasse a ter visões no dia-a-dia de sua vida. Ele estava começando a ver e sentir o acontecimentos em torno do Universo e os acontecimentos fora dele também.

Habilidades[editar | editar código-fonte]

  • Exímio Caçador: mesmo sem seus sentidos sobre-humanos, ele ainda é um mestre da caça. Ele pode sentir e memorizar o cheiro de suas presas independente de suas raças.
  • Intelecto Genial: seu intelecto faz com ele seja tido como uma das oito pessoas mais inteligentes da Terra. T'Challa conseguiu alcançar grandes objetivos, como um doutorado em física pela Universidade de Oxford. Ele também combinou alquimia com ciência para criar um novo campo científico chamado Física da Sombra, uma disciplina perigosa que lhe permitiu rastrear Vibranium a um nível quântico, criar armas de artesanato que seriam particularmente eficazes contra Vibranium e criar um dispositivo de teletransporte instável.
  • Exímio Inventor: ele tem capacidade para inventar vários dispositivos com propriedades especiais quando necessário. Embora nem todas as suas invenções sejam tão boas quanto as de Tony Stark, ele possui habilidades em engenharia e um intelecto que o tornam capaz de inventar e criar armamentos com várias aplicações tecnológicas. T'Challa também pode duplicar praticamente qualquer tipo de tecnologia depois de aprender e analisar seu funcionamento.
  • Exímio Artista Marcial: T'Challa foi treinado para ser um guerreiro desde o nascimento. Ele é um especialista em praticamente todas as formas de combate armado e desarmado, e um mestre em quase todas formas de artes marciais, incluindo formas africanas e desconhecidas.
  • Grande Estrategista: T'Challa é um estrategista e líder praticamente inigualável. A ele, na juventude, foram ensinadas táticas e estratégias por seu pai que o incentivou a pensar sempre dois passos à frente dos inimigos e três passos à frente dos amigos. Sua proeza é tal que ele fora capaz de pensar e manipular indivíduos como Tony Stark.
  • Alto Conhecimento Sobre Manipulação de Vibranium: T'Challa possui um vasto conhecimento sobre os manuseios e formas de aplicações tecnológicas do metal Vibranium, esse conhecimento passado de geração em geração lhe permitiu moldar o metal em seu traje, além de adicionar-lhe melhorias como garras retráteis e blindagem contra balas de armas de fogo e outros tipos de perfuramentos. Com esse conhecimento sua nação se tornou uma das mais tecnológicas do mundo.
  • Mestre Acrobata: T'Challa é uma ginasta e acrobata rigorosamente treinado.
  • Ótimo Atirador: Ele é um atirador adepto de facas de caça, armas de fogo e outros projéteis.
  • Poliglota: Além de falar sua própria língua nativa, T'Challa, também fala fluentemente inglês, espanhol, português, japonês dentre outras línguas.
  • Conexões Altamente Influentes: Como o Rei de Wakanda, o Pantera Negra tem acesso a uma vasta coleção de artefatos mágicos, hardwares tecnológicos e militares, bem como apoio da ampla gama de cientistas, aventureiros e heróis de sua nação.
  • Imunidade Diplomática: Como líder de uma nação soberana, T'Challa visita frequentemente os EUA e as Nações Unidas por razões políticas, pois ele goza de imunidade diplomática durante essas viagens, e sua embaixada é considerada em solo estrangeiro.

Outros Panteras Negras[editar | editar código-fonte]

Bashenga[editar | editar código-fonte]

Bashenga apareceu pela primeira vez em Black Panther Vol. 1 #7 (janeiro de 1978) por Jack Kirby (roteiros e desenhos). Guerreiro sábio da Tribo Pantera, de acordo com as lendas, durante o tumulto onde o meteorito vibranium caiu no solo da aldeia, então composto de vários clãs em uns com os outros, ele reuniu todos os clãs, sob sua liderança para derrotar os habitantes transformados em "espíritos demoníacos", como um resultado, ele unificou a e fundou a nação Wakanda e tornando-se seu primeiro rei[89] e o primeira a obter o título de "Pantera Negra" como ele conta de sua "conexão espiritual" com o Deus Pantera Bast que levou à fundação do Culto da Pantera.

Chanda[editar | editar código-fonte]

Chanda apareceu pela primeira vez em Fantastic Four Unlimited (Vol. 1) n. 1 (março de 1993) por Roy Thomas (roteiro) e Herb Trimpe (desenhos). Pantera Negra é o governante de Wakanda durante a Segunda Guerra Mundial, Chanda é o marido de Nanali e pai de T'Chaka e S'Yan; Distinguido por uma natureza excessivamente boa e compassiva, ele saudou o coronel nazista Fritz Klaue depois que ele entrou em seu reinado devido a um acidente de avião. Ao longo do tempo, os dois fazem uma espécie de amizade e Klaue desenvolve uma forte obsessão com a cultura de Wakanda vir a tentar convencê-los a tornarem sua religião deísta em vez de espiritualista, o que causa forte atrito entre ele e Chanda, culminando com a morte de Nanali pelos nazistas e na sua posterior expulsão do país.

Em várias histórias subsequentes, o pai de T'Chaka (e marido de Nanali) é chamado de Azzuri, o Sábio (Azzuri the Wise) e é apresentado de uma maneira completamente diferente de Chanda,[90][91] deixando a dúvida se é apenas um outro nome usado por Azzuri ou tratasse de outro personagem.

T'Chaka[editar | editar código-fonte]

T'Chaka apareceu pela primeira vez em Fantastic Four (Vol. 1) n. 53 (agosto de 1966) por Stan Lee (roteiro) e Jack Kirby (desenhos). O filho mais velho do rei Azzuri e a rainha Nanali, T'Chaka herda o trono e o título da Pantera Negra sobre a morte de seu pai, sendo ajudado em seus deveres monarca pelo irmão mais novo e pelo conselheiro confiável S'Yan. Depois de ter se casado com uma mulher chamada N'Yami, acreditando que ela não pode ter filhos, ela adota uma criança com ela, Hunter, no entanto, ela mais tarde fica gravida e morre dando à luz seu primeiro filho, T'Challa; do relacionamento com uma mulher de outra tribo T'Chaka, então, tem um segundo filho, Jakarra, e finalmente se casou com Ramonda, uma mulher que cria seus filhos como dela e de quem ela tem sua única filha, Shuri,[37] mas que posteriormente desaparece no nada, levando-o a acreditar que o abandonou. Para proteger o reino, T'Chaka instituiu uma política de forte isolacionismo, mas no decorrer de sua vida muitas vezes colaborou com agentes do governo dos Estados Unidos. Ele é morto por Ulysses Klaw depois de surpreendê-lo para extrair ilegalmente vibranium em seu reino.

S'Yan[editar | editar código-fonte]

S'Yan, o veloz (S'Yan The Fast), apareceu pela primeira vez em Black Panther (Vol. 4) n. 2 (maio de 2005) por Reginald Hudlin (roteiro) e John Romita Jr. (desenhos). O segundo filho do rei Azzuri e da rainha Nanali, S'Yan é o conselheiro mais novo e de confiança de T'Chaka, depois da morte do irmão, embora não tenha vontade de reinar, concorda em ascender o trono até o sobrinho se tornar um adulto.[37] Ironicamente, S'Yan, que nunca quis ser rei, se torna um dos monarcas mais queridos da história de Wakanda, mas, no entanto, quando T'Challa volta para casa e obtém o título de Pantera Negra, ele se alegra, voltando a desempenhar o papel de conselheiro real.[37] Ele morreu durante a guerra com Latveria para defender Ramonda dos soldados do Doutor Destino.[92]

Shuri[editar | editar código-fonte]

Quando T'Challa termina em coma por causa do Doutor Destino,[8] Shuri assume o posto de Pantera Negra e Rainha de Wakanda que, [15] após a ascensão de seu meio-irmão ao posto de "Rei dos Mortos", cria pela primeira vez na história dois avatares da Deusa Pantera.[93]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Terra-355[editar | editar código-fonte]

Em, uma realidade alternativa, T'Challa usa a identidade de Coal Tiger, nessa realidade, Sersi mata os Vingadores e Coal Tiger é último remanesce do grupo.[94][95][15]

Age of Ultron[editar | editar código-fonte]

No arco de história Age of Ultron, o Pantera Negra contata o Quarteto Fantástico e os informa que Ultron invadiu a Terra com um exército de Sentinelas Ultron.[96] Pantera Negra foi mais tarde visto com o Hulk Vermelho e o Treinador em Chicago espionando alguns Sentinelas Ultron.

Amalgam Comics[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Amalgam Comics

Tigre de Bronze é o governante de Wakanda e é chamado B'Nchalla; um amálgama do Tigre de Bronze (DC Comics) e do Pantera Negra (Marvel).

Avengers Forever[editar | editar código-fonte]

Em Avengers Forever, o Capitão América e Golias visitam uma linha de tempo alternativa, onde os invasores marcianos derrubaram a Terra. Um velho Pantera Negra lidera a versão desta realidade dos Vingadores, que consistem em Jocasta, Relâmpago Vivo, Killraven, Dínamo Vermelho e Tundra.[97]

Civil War[editar | editar código-fonte]

Em uma realidade alternativa onde a Guerra Civil entre o Homem de Ferro e o Capitão América nunca terminou, o Pantera Negra foi morto ao lado de Maria Hill depois de ativar o mecanismo de autodestruição da prisão 42.[98] Ele é sucedido por seu filho, Azari, que assume o manto da Pantera Negra.[99] Mais tarde, revelou-se que o Pantera Negra que destruiu a Prisão 42 era na verdade a rainha Veranke da raça alienígena Skrull, que roubara a identidade de T'Challa para manipular e prolongar a Guerra Civil de acordo com suas próprias necessidades.[100]

Terra-6606[editar | editar código-fonte]

T'Challa é Chieftain Justice, um membro da Captain Britain Corps, em Excalibur # 44 (1991).[101]

Earth-X[editar | editar código-fonte]

No universo alternativo de Terra X, T'Challa foi afetado pelo evento que impulsiona o enredo. Como a maioria da humanidade, ele sofre uma mutação; neste caso, para se tornar uma pantera negra humanoide. Ele é confiado com o Cubo Cósmico pelo Capitão América, que sabe que T'Challa seria o único a resistir a usar isso e nunca devolver isso se solicitado. Na verdade, o Capitão América pede de volta e T'Challa é obrigado a recusar.[102]

Exiles[editar | editar código-fonte]

Uma versão alternativa do Pantera Negra, chamada simplesmente "Pantera", é resignado para a equipe interdisciplinar de super-heróis, os Exilados. O Pantera é filho de T'Challa e Tempestade e é chamado de T'Chaka, mesmo nome de seu avô. Originário da Terra-1119, ele foi emboscado por Klaw enquanto examinava algumas ruínas. Pego na explosão de Klaw, o Pantera foi arrancada do tempo e colocada no grupo. Ao contrário do estoico Pantera Negra do universo tradicional, O Pantera é um conquistador.[103] Após sua morte assumida na Terra-1119, sua irmã assumiu o manto da Pantera Negra.[104]


Fox Kids[editar | editar código-fonte]

Pantera Negra aparece nas edições nº 1, nº 6 e nº 7 da série de quadrinhos da Marvel Comics /Fox Kids com base na série animada The Avengers: United They Stand.

Mangaverse[editar | editar código-fonte]

T'Challa aparece em Marvel Mangaverso Volume 2 como um homem com uma pantera de estimação. Ao convocar os espíritos, T'Challa e sua pantera se combinam para se tornar o Pantera Negra. Ele também se tornou o Falcão. Este Pantera Negra foi interesse romântico de Tigresa. A irmã de T'Challa, T'Chana, revela-se como o Doutor Destino desse universo.[105]


Marvel 2099[editar | editar código-fonte]

Em Marvel 2099, uma Wakanda muito enfraquecida será governado pela princesa Okusana. Temendo que ela não esteja pronta, ela pede ajuda do Doutor Destino para ressuscitar Thandaza, seu avô e um ex-Pantera Negra. Doom (que afirma ter concordado com a proposta por respeito por T'Challa) e os cientistas wakandianos revivem Thandaza em um corpo cibernético feito de vibranium, mas o plano vai mal quando Mkhalali, o atual Guardião Pantera, abre fogo em Thandaza, acreditando que sua ressurreição seja uma abominação. O ataque tira as calibrações e deixa Thandaza em estado de tristeza e dor constante, fazendo com que ele fique com uma fúria sangrenta. Doom é finalmente forçado a matar Thandaza, que o agradece por acabar com seu sofrimento.[106]


Marvel Knights 2099[editar | editar código-fonte]

O Pantera Negra apareceu em um one-shot de Marvel Knights 2099, que não estavam ligados à continuidade principal de 2099. Um novo Pantera Negra, K'Shamba, levantou-se para lutar e frustrar as invasões crescentes pelo sucessor do Doutor Destino. Enquanto a vitória sobre o novo Doom apareceu triunfante, o novo rei wakandiano foi finalmente revelado como uma fantoche do Doutor Destino.[107]

Marvel Zombies[editar | editar código-fonte]

O Pantera Negra é, em sua maior parte, um dos poucos super-heróis não infectados na série de universo alternativo Marvel Zombies.

MC2[editar | editar código-fonte]

No universo MC2, o Pantera Negra tem um filho chamado T'Chaka II, que se juntou ao A-Next como o Coal Tiger.[108][15]

Mutant X[editar | editar código-fonte]

Na realidade Mutant X, o Pantera Negra teve a aparência de uma pantera negra humanoide. Ele está entre na segunda leva de heróis que morreram lutando contra o Beyonder.

Ultimate Marvel[editar | editar código-fonte]

Na continuidade da linha editoral Ultimate Marvel, Pantera Negra é T'Challa Udaku, um jovem que é experimentado no programa Arma-X antes de ser libertado por Nick Fury.[109]

T'Challa, o filho mais novo do rei T'Chaka de Wakanda, está gravemente ferido durante o "Desafio do Pantera", do qual o protetor da nação é selecionado. Seu irmão mais velho, M'Baku, encontra T'Challa sangrando, mudo e perto da morte, mas o chama com ironia para tentar o Desafio. Mais tarde, M'Baku acrescenta que ele, não T'Challa, deveria ter sido escolhido. Com raiva de que seu pai decidiu compartilhar a tecnologia de Wakanda em troca da ajuda da América para salvar a vida de T'Challa, M'Baku sai do reino.

Para salvar T'Challa, T'Chaka o transforma no programa Arma-X. Mais de um ano depois, um T'Challa saudável, em seu traje completo de Pantera Negra, aumentou a velocidade, força, visão noturna e capacidade de cura. Além disso, ele pode invocar garras curtas de Adamantium, semelhantes a um gato, de seus nódulos, colocando as mãos em punhos. T'Chaka torna-se indignado ao saber que a S.H.I.E.L.D. (que encerrou o Arma-X e liberou T'Challa) agora considera seu filho um ativo dos Estados Unidos e da S.H.I.E..D. Ele posteriormente envia uma carta a M'Baku, alegando que M'Baku, e não T'Challa, é o "filho favorito" titular, e ele implora que M'Baku volte.

Fury tem o Capitão América treinando e servindo de mentor do Pantera Negra, que revela sua garganta danificada. Capitão América, simpatizando com a situação da Pantera, encoraja Fury a colocar o Pantera Negra na equipe de super-heróis, os Ultimates. Isso acaba por ser um ardil em que o Capitão América se faz passar pelo Pantera, permitindo que T'Challa fique e volte para casa em Wakanda.[110]


Capitão América mais tarde personifica o Pantera Negra durante um confronto dos Ultimates com o Juggernaut.[111]

Após o Ultimatum, o Pantera Negra se junta ao New Ultimates.[112]

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Desenhos Animados[editar | editar código-fonte]

  • O Pantera Negra aparece no episódio "Prey of the Black Panther" da série animada Fantastic Four, o personagem foi dublado por Keith David. [113] Ele pede ao Quarteto Fantástico para ajudá-lo salvar Wakanda da invasão do Garra Sônica. Ele também faz uma aparição no episódio "Hopelessly Impossible".
  • O Pantera Negra tem um aparição sem falas no episódio "Sanctuary" de X-Men, quando Magneto reúne os mutantes em território africano com a intenção de transferi-los para Genosha. O Pantera Negra aparece de costas sobre uma montanha avistando os mutantes.
  • Em The Avengers: United They Stand, um retrato do Pantera Negra aparece na mansão dos Vingadores no primeiro episódio. Enquanto o Pantera Negra não aparece na desenho, ele é apresentado nos quadrinhos baseados na série.
  • Pantera Negra aparece no episódio "Prey do Panther" de Iron Man: Armored Adventures dublado por Jeffrey Bowyer-Chapman. Nesta série, o Pantera Negra usa uma armadura inspirada em uma pantera e seu pai foi morto por Moses Magnum. Ele retorna no episódio "Line of Fire" e no final da série em "The Makluan Invasion" Partes I e II.
  • Pantera Negra aparece no episódio "Tremble at the Might of MODOK" de Esquadrão de Heróis, dublado por Taye Diggs. Como nos quadrinhos, ele está em um relacionamento com a Tempestade.
  • A Marvel Animation e BET produziram uma série animada para horário o nobre. Djimon Hounsou fez a voz do Pantera Negra. a série foi produzida no estilo motion comic. e foi lançado em DVD nos EUA em janeiro de 2011. Em março de 2017, com o sucesso do primeiro filme live-action, a série foi disponibilizada gratuitamente no Youtube.[114]
  • Pantera Negra aparece em The Avengers: Earth's Mightiest Heroes, dublado por James C. Mathis III. Sua origem é contada no episódio "The Man in the Ant Hill", onde ele se torna o Pantera Negra depois que o Homem Gorila mata T'Chaka em combate com alguma ajuda invisível do Garra Sônica. No episódio "Quest Panther", ele conhece os Vingadores e se junta a eles. No entanto, no episódio "Who do you trust?", ele deixa a equipe devido à sua incerteza sobre seus companheiros e sua necessidade de proteger Wakanda dos Skrulls. Ele se junta novamente a equipe no episódio "Behold...The Vision!" após uma batalha com Visão. Ele foi considerado morto no episódio "Operation Galactic Storm", quando ele dirigia uma nave Kree para o sol. No entanto, assim que a nave está prestes a falhar, usa seu teletransporte para levá-lo a uma nave Kree do outro lado do buraco de minhoca. Na nave Kree, ele rouba uma nave menor, e segue os Vingadores para Hala. Pantera resgata Homem de Ferro, Visão, Gavião Arqueiro e Thor de um monstro, e os ajuda a libertar os outros. Em seguida, ele viaja de volta para a Terra com eles.
  • O Pantera Negra aparece no episódio 29 da série de anime japonês Marvel Disk Wars: The Avengers, dublado por Mahito Ōba. Ele aparece em episódios posteriores como o "segunda herói" de Jessica.
  • T'Challa, o Pantera Negra aparece na série animada Avengers Assemble, com James C. Mathis III, retomando o papel. Avengers: Ultron Revolution, T'Challa foi visto pela primeira vez antes de uma assembléia sobre Wakanda quando Ossos Cruzados ataca para tirar T'Challa. Depois de se tornar o Pantera Negra e ajudar o Capitão América a lutar contra o Ossos Cruzados, T'Challa sai com o escudo do Capitão América, afirmando que foi roubado. Isso leva o Capitão América a trazer Homem de Ferro, Gavião Arqueiro e Thor para ir a Wakanda para recuperá-lo. Durante o confronto, Pantera afirma que Howard Stark roubou vibranium para fazer o escudo do Capitão América. Para piorar as coisas, Ulysses Klaue parece ter acabado com o escudo do Capitão América ao usar um ataque de som no grupo. Ambos os lados trabalham para encontrar Klaue como o Capitão América dizendo para a Pantera Negra que T'Chaka deu o vibranium para Stark para fazer o escudo do Capitão América. Descobrindo o esconderijo de Klaue no Himalaia, os Vingadores e o Pantera Negra envolvem Klaue em uma armadura feita de vibranium. Com uma tática especial, os Vingadores e o Pantera Negra são capazes de tirar Klaue da armadura, o Pantera Negra planeja fazer Ulysses Klaue responder por seus crimes. Com a armadura de vibranium de Klaue na custódia de Wakandan, Pantera Negra muda sua opinião sobre os Vingadores e é convidado a participar do o grupo. Na quarta temporada da série: Pantera Negra torna-se o novo líder do All-New, All-Different Avengers (consistindo dele, Capitão Marvel, Homem-Formiga, Vespa, Visão e Ms. Marvel) depois que a equipe original desaparece. Em 22 de julho de 2017, a Marvel renovou Avengers Assemble para uma quinta temporada intitulada Avengers: Black Panther's Quest centrada em torno de T'Challa.
  • Em 2016, o Disney XD lançou no Youtube o motion comic “Black Panther in… The Visitor”.[115]

Filmes[editar | editar código-fonte]

  • O Pantera Negra aparece no filme animado lançado diretamente em DVD Ultimate Avengers 2: Rise of the Phanter (2006), produzido pela Lions Gate Entertainment, na trama, os Chitauris atacam a Terra para obter o meteorito de Vibranium de Wakanda, o pai de T'Challa, morre em combate, depois de se tornar rei e assumir o manto do Pantera Negra, T'Challa busca a ajuda do Capitão América, o general Nick Fury envia os Vingadores para ajudar o Capitão América.[116] Nesta versão, Wakanda é um país completamente isolado que não aceita receber estrangeiros de forma alguma e, além de seus métodos de combate habituais, o Pantera Negra também pode se transforma em uma pantera de verdade.
  • No filme lançado diretamente em DVD, Next Avengers: Heroes of Tomorrow, o Pantera Negra tem um filho com a Tempestade chamado Azari. Pantera Negra foi chamado pela última vez para lutar ao lado dos Vingadores contra o robô Ultron, mas, não sobreviveu. Não se sabe o que aconteceu a Tempestade, depois da batalha com Ultron, Tony Stark (Homem de Ferro) levou Azari, juntamente com os filhos de outros membros caídos dos Vingadores.[117]
  • Pantera Negra aparece no filme motion comic Marvel Knights: Wolverine vs. Sabretooth (2014). Quando Wolverine chega na África, Pantera Negra e Tempestade aparecem para ajudá-lo.
  • Em outubro de 2017, foi anunciado um filme feito pela LEGO: Black Panther: Trouble in Wakanda.[118]

Universo Cinematográfico Marvel[editar | editar código-fonte]

  • Um filme de Black Panther foi anunciado em 1992 pelo ator Wesley Snipes,[119] mas apenas em setembro de 2005, o diretor executivo da Marvel Entertainment, Avi Arad anunciou Black Panther como um dos dez filmes produzidos pela Marvel Studios e distribuídos pela Paramount Pictures.[120] Em fevereiro de 2007, o presidente da produção de Marvel Studios, Kevin Feige, afirmou que o filme Black Panther estava em desenvolvimento,[121] enquanto que em 2009 vários roteiristas foram contratados para encontrar uma maneira de transpor personagens menos conhecidos para o cinema, incluindo, o Pantera Negra.[122] Em janeiro de 2011, o documentarista Mark Bailey foi contratado para escrever o roteiro de The Black Panther,[123] que permaneceu em produção por mais três anos[124] até se tornar o filme anunciado na terceira fase do Universo Marvel Cinematográfico.


T'Challa é interpretado por Chadwick Boseman nos filmes do Universo Cinematográfico da Marvel.[125]

  • Sua primeira aparição ocorre no filme lançado em 2016, Capitão América: Guerra Civil, onde o Pantera Negra fica no lado do Homem de Ferro, apesar de ter seus próprios objetivos dentre a batalha ideológica do filme.
  • Em 2018, Boseman retornou para um filme solo do Pantera Negra, intitulado Black Panther, onde T'Challa volta a casa como rei de Wakanda, mas encontra sua soberania desafiada por um adversário de longa data em um conflito que tem consequências globais..[126]
  • T'Challa aparece também em Vingadores: Guerra Infinita onde trava uma batalha em Wakanda contra forças de Thanos. O Pantera Negra morre no final do filme junto de diversos outros heróis após Thanos reunir todas as joias do infinito.

Videogames[editar | editar código-fonte]

  • Em Marvel Ultimate Alliance, o Pantera Negra é jogável em todas as plataformas, sendo que seu ataque extremo é o Panther's Might e suas roupas são: Modern, Classic, Ceremonial e Holy Armor.
  • Em Marvel Super Hero Squad, Pantera Negra está disponível na loja do jogo.
  • Em Marvel Avengers Alliance, Pantera Negra está disponível na loja do jogo.
  • Em Marvel Heroes 2015, Pantera Negra está disponível na loja do jogo.
  • Em Marvel Future Fight, Pantera Negra é adquirido através de Biometria, Fenda Dimensional ou Baú Dimensional.
  • Em LEGO Marvel Super Heroes, ele é adquirido ao fazer três missões para o próprio Pantera Negra.

Livros[editar | editar código-fonte]

  • J. Holland, Jesse. Black Panther: Who is the Black Panther? (2017) Marvel, ISBN 978-1302902674, edição brasileira: Pantera Negra - Quem É o Pantera Negra?, Editora Novo Século, ISBN 9788542814002


RPG de mesa[editar | editar código-fonte]

Edições encadernadas[editar | editar código-fonte]

Marvel Masterworks[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Marvel Masterworks: Black Panther Volume 1 Jungle Action #6–24 2010 ISBN 978-0785141990
Marvel Masterworks: Black Panther Volume 2 Black Panther #1–15, Marvel Premiere #51–53, história curta de Marvel Team-Up #100 2016 ISBN 978-1302900205

Epic Collections[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther Epic Collection Volume 1: Panther's Rage Fantastic Four #52–53, Jungle Action #6–24 2016 ISBN 978-1302901905

Volume 1[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther by Jack Kirby Volume 1 Black Panther #1–7 2005 ISBN 978-0785116875
Black Panther by Jack Kirby Volume 2 Black Panther #8–13 2006 ISBN 978-0785120698

Volume 3[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther Vol. 1: The Client Black Panther Volume 3 #1–6 2001 ISBN 978-0785107897
Black Panther Vol. 2: Enemy of the State Black Panther Volume 3 #7–12 2002 ISBN 978-0785108290
Black Panther by Christopher Priest: The Complete Collection Volume 1 Black Panther vol. 3 #1–17 2015 ISBN 978-0785192671
Black Panther by Christopher Priest: The Complete Collection Volume 2 Black Panther vol. 3 #18–35, Deadpool Vol. 3 #44 2015 ISBN 978-0785198116
Black Panther by Christopher Priest: The Complete Collection Volume 3 Black Panther vol. 3 #36–49, #57–58; Incredible Hulk vol. 3 #33; Thor vol. 1 #370
material from Marvel Double-Shot 2
2016 ISBN 978-0785195085
Black Panther by Christopher Priest: The Complete Collection Volume 4 Black Panther vol. 3 #50–56, #59–62; The Crew 1–7 2016 ISBN 978-1302900588

Volume 4[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther: Who is the Black Panther? Black Panther vol. 4, #1–6 2006 ISBN 978-0785120483
Black Panther by Reginald Hudlin: The Complete Collection Vol. 1 Black Panther vol. 4, #1–18, X-Men Vol. 2 #175–176 2017 ISBN 978-1302907716
House of M: World of M Featuring Wolverine Wolverine vol. 3 #33–35, Black Panther vol. 4 #7,
Captain America vol. 5 #10, The Pulse #10.
2006 ISBN 978-0785119227
X-Men/Black Panther: Wild Kingdom Black Panther vol. 4, #8–9, X-Men vol. 2 #175–176 2006 ISBN 978-0785117896
Black Panther: Bad Mutha Black Panther vol. 4, #10–13 2006 ISBN 978-0785117506
Black Panther: The Bride Black Panther vol. 4, #14–18 2006 ISBN 978-0785121077
Black Panther: Civil War Black Panther vol. 4, #19–25 2007 ISBN 978-0785122357
Black Panther by Reginald Hudlin: The Complete Collection Vol. 2 Black Panther vol. 4, #19–34, Annual Vol. 4 #1 2018 ISBN 978-1302909475
Black Panther: Four the Hard Way Black Panther vol. 4, #26–30 2007 ISBN 978-0785126553
Black Panther: Little Green Men Black Panther vol. 4, #31–34 2008 ISBN 978-0785126577
Black Panther: Back To Africa Black Panther vol. 4, #35–38, Annual #1) 2008 ISBN 978-0785124528
Black Panther by Reginald Hudlin: The Complete Collection Vol. 3 Black Panther vol. 4, #35–41, Black Panther Vol. 5 #1–6, Black Panther/Captain America: Flags of Our Fathers 1–4, Black Panther Saga 2018 ISBN 978-1302910358
Black Panther: Secret Invasion Black Panther vol. 4, #39–41 2008 ISBN 978-0785133971

Volume 5[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther: The Deadliest of the Species Black Panther vol. 5, #1–6 2009 ISBN 978-0785133421
Black Panther: Power Black Panther vol. 5, #7–12 2010 ISBN 978-0785138617
Doomwar Doomwar #1–6 2011 ISBN 978-0785147152
Black Panther: Doomwar Black Panther vol. 5, #7–12, Doomwar #1–6, Klaws of the Panther #1–4, Material from Age of Heroes #4 2017 ISBN 978-1302904166

The Man Without Fear/The Most Dangerous Man Alive[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Year ISBN
Black Panther: The Man Without Fear: Urban Jungle Black Panther: The Man Without Fear #513–518
material from the X-Men Curse of the Mutants Spotlight
2011 ISBN 978-0785145233
Black Panther: The Man Without Fear: Fear Itself Black Panther: The Man Without Fear #519–523, Black Panther: The Most Dangerous Man Alive #524 2012 ISBN 978-0785152064
Black Panther – The Most Dangerous Man Alive: The Kingpin of Wakanda Black Panther: The Most Dangerous Man Alive #523.1, 525–529 2012 ISBN 978-0785160373
Black Panther: The Man Without Fear – The Complete Collection Black Panther: The Man Without Fear #513–523, Black Panther: The Most Dangerous Man Alive #523.1, 524–529 2018 ISBN 978-1302907723

Volume 6[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Ano ISBN
Black Panther: A Nation Under Our Feet Book 1 Black Panther' Vol. 6 #1–4, Fantastic Four Vol. 1 #52 2016 ISBN 978-1302900533
Black Panther: A Nation Under Our Feet Book 2 Black Panther Vol. 6 #5–8 2017 ISBN 978-1302900540
Black Panther: A Nation Under Our Feet Book 3 Black Panther Vol. 6 #9–12 2017 ISBN 978-1302901912
Black Panther Book 4: Avengers of the New World Book 1 Black Panther Vol. 6 #13–18 2017 ISBN 978-1302906498
Black Panther Vol 1 Black Panther Vol. 6 #1–12 2017 ISBN 978-1302904159
Black Panther: World of Wakanda Black Panther: World of Wakanda #1–6 2017 ISBN 978-1302906504
Black Panther & the Crew: We Are the Streets Black Panther & the Crew #1–6 2017 ISBN 978-1302908324
Oversized hardback (capa dura)
Título Publicada originalmente em Data ISBN
Black Panther Vol. 1 Black Panther Vol. 6 #1–12 15 de agosto de 2017 ISBN 978-1302904159
Black Panther Vol. 2: Avengers of the New World Black Panther Vol. 6 #13-18, 166-172 27 de novembro de 2018 ISBN 1302908959
Miscelânea
Título Publicada originalmente em Data ISBN
Black Panther: World of Wakanda Black Panther: World of Wakanda #1–6 27 de junho de 2017 ISBN 978-1302906504
Black Panther & the Crew: We Are the Streets Black Panther & the Crew #1–6 31 de outubro de 2017 ISBN 978-1302908324
Rise of the Black Panther Rise of the Black Panther #1-6 14 de agosto de 2018 ISBN 978-1302908843

Volume 7[editar | editar código-fonte]

Título Publicada originalmente em Ano ISBN
Black Panther Book 6 Black Panther vol. 7 #1-6 5 de fevereiro de 2019 ISBN 978-1302912932



Referências

  1. Cláudio Roberto Basílio (9 de maio de 2005). «Os Negros nas Histórias em Quadrinhos - Parte 4». HQManiacs 
  2. Blade: novo DVD nos Estados Unidos
  3. a b Cláudio Roberto Basílio (3 de março de 2005). «Os Negros nas Histórias em Quadrinhos - Parte 1». HQManiacs 
  4. a b Cláudio Roberto Basílio (16 de março de 2005). «Os Negros nas Histórias em Quadrinhos - Parte 2». HQManiacs 
  5. a b c d Cláudio Roberto Basílio (3 de março de 2005). «Os Negros nas Histórias em Quadrinhos - Parte 3». HQManiacs 
  6. Resenha: Pantera Negra é um grande espetáculo
  7. a b c As artes marciais nas HQs - Parte 2
  8. a b c Black Panther vol. 5, #1–2
  9. a b c Spoiler: Pantera Negra tem mais pistas sobre sua identidade
  10. Cronin, Brian (5 de dezembro 2008). «Comic Book Legends Revealed #183» 
  11. «Origin of the Black Panther Party logo». H.K. Yuen Social Movement Archive 
  12. a b M. Keith Booker (2014). «Jungle Comics». Comics through Time: A History of Icons, Idols, and Ideas [4 volumes]: A History of Icons, Idols, and Ideas. [S.l.]: ABC-CLIO. pp. 655–657. ISBN 9780313397516 
  13. http://www.thegeektwins.com/2018/02/the-secret-history-of-black-panther-by.html
  14. Thomas, Roy (agosto de 2011). "Stan Lee's Amazing Marvel Interview!". Alter Ego TwoMorrows Publishing (104): 38-39.
  15. a b c d e f g h i Vicente di Sessa, Leonardo (janeiro–fevereiro de 2017). «Dossiê Pantera Negra - Trajetória do herói». Editora Europa. Mundo dos Super-Heróis (97): 26-27 
  16. Where Black Panther Won't Go Next
  17. História dos Comics 101: Black Panther
  18. Stewart, Tom (abril de 2008). "The Blackest Panther: Don McGregor in the Jungles of Wakanda". Back Issue!. TwoMorrows Publishing (27): 57–61.
  19. Stewart, Tom (abril de 2008). "Jungle Adventure! Jack Kirby Arrives". Back Issue!. TwoMorrows Publishing (27): 62.
  20. Sacks, Ethan (19 de março de 2002). "The unsung heroes: Blade & Co. help to close racial divide". Daily News.
  21. Davenport, Misha (2 de fevereiro de 2005). "A superhero reinvented for hip-hop generation". Chicago Sun-Times.
  22. Morrow, John; Kirby, Jack (2004). Collected Jack Kirby Collector. TwoMorrows Publishing. ISBN 9781893905009
  23. "2009's 'Black Panther' News Is a Bombshell.." The Washington Post.
  24. "The Osborn Supremacy : Black Panther". Comic Book Resources.
  25. "A New Team for Black Panther". IGN.
  26. Richards, Dave (22 de maio de 2009). "Will Conrad Talks Black Panther".
  27. Spoiler: Dr. Destino contra todo mundo
  28. Spoiler: definido o novo Homem sem Medo
  29. Morse, Ben (15 de setembro de 2010). "Black Panther: The Man Without Fear, David Liss and Francesco Francavilla take T'Challa on a bold new adventure into the heart of Hell's Kitchen". Marvel Comics.
  30. «Nova revista do Pantera Negra ganha roteirista - Ei Nerd». Consultado em 10 de setembro de 2016. 
  31. «Pantera Negra tem a HQ mais vendida do ano nos EUA». Consultado em 10 de setembro de 2016. 
  32. Hessel, Marcelo (8 de novembro de 2016). «Pantera Negra | Série "feminista" World of Wakanda começa nesta semana - veja». Omelete. Consultado em 20 de maio de 2017. 
  33. Hessel, Marcelo (15 de maio de 2017). «Black Panther and the Crew mal começou e já é cancelada». Omelete. Consultado em 20 de maio de 2017. 
  34. «Nnedi Okorafor will write Black Panther stories for Marvel». CNN 
  35. Black Panther (Vol. 3) #4, fevereiro de 1999
  36. a b Black Panther (Vol. 1) #6, novembro de 1977
  37. a b c d Black Panther (Vol. 4) #2, maio de 2005
  38. Marvel Comics Presents (Vol. 1) #13, fevereiro de 1989
  39. a b Fantastic Four #53 (agosto de 1966)
  40. a b c d Tudo que você precisa saber sobre o Pantera Negra
  41. Marvel Team-Up #100 (dezembro de 1980), revisitado em Storm vol. 2, #1–6 (2006)
  42. Christopher Priest (roteirista), Mark Texeira (desenhista e arte-finalista), Brian Haberlin (colorista), Richard S e Comicraft Letters (letristas), Joe Quesada e Jimmy Palmiotti (editores). "The Price" Black Pantherv3, #4 (fevereiro de 1999), Estados Unidos: Marvel Comics
  43. Fantastic Four #52–53 (julho/agosto de 1966)
  44. Cronin, Brian (19 de setembro de 2010). "A Year of Cool Comics – Day 262". Comic Book Resources
  45. Fantastic Four Annual #5 (1967)
  46. Captain America (Vol. 1) #100, abril de 1968
  47. The Avengers (Vol. 1) #52, maio de 1968
  48. The Avengers (Vol. 1) #55, agosto de 1968
  49. The Avengers (Vol. 1) #56, junho de 1968
  50. The Avengers (Vol. 1) #54, julho de 1968
  51. The Avengers (Vol. 1) #57, outubro de 1968
  52. Avengers Annual (Vol. 1) #2, setembro de 1968
  53. The Avengers (Vol. 1) #60, janeiro de 1969
  54. The Avengers (Vol. 1) #62, março de 1969
  55. The Avengers (Vol. 1) #63, abril de 1969
  56. The Avengers (Vol. 1) #64, maio de 1969
  57. Captain America (Vol. 1) #113-114, maio-juhno de 1969
  58. The Avengers (Vol. 1) #69, outubro de 1969
  59. The Avengers (Vol. 1) #70-71, novembro-dezembro de 1969.
  60. The Avengers #73 (fevereiro de 1970)
  61. The Avengers #74 (março de 1970)
  62. Daredevil #69 (outubro de 1970)
  63. Liss, David (2011). Black Panther: The Man Without Fear Urban Jungle. ISBN 978-0-7851-4523-3.
  64. Englehart, Steve; Brown, Bob (agosto de 1974). «All the Sounds and Sights of Death!». The Avengers. 1 (126) 
  65. Jungle Action #6–18 (setembro de 1973– novembro de 1975)
  66. Jungle Action #19–22, 24 (Janeiro–Julho e Novembro 1976)
  67. Black Panther #1–4 (janeiro–julho de 1977)
  68. Marvel Comics Presents #13–37 (Final Fevereiro –Dezembro de 1989)
  69. Black Panther: Panther's Prey #1–4 (maio–outubro de 1991)
  70. Com Pantera Negra reinando supremo, é hora de conhecer suas melhores HQs
  71. Black Panther (vol. 3) #1–12 (novembro de 1998 – outubro de1999)
  72. Black Panther (vol. 3) #13–19 (dezembro de 1999 – junho de 2000)
  73. Black Panther (vol. 3) #24 (novembro de 2000)
  74. Black Panther (vol. 3) #49 (novembro de 2002)
  75. Black Panther vol. 4, #2
  76. Black Panther vol. 4, #3
  77. Black Panther vol. 4, #6
  78. Black Panther vol. 4 #14
  79. Black Panther vol. 4 #18
  80. Black Panther vol. 4, #21
  81. Black Panther vol. 4, #23
  82. Black Panther vol. 4 #25
  83. Black Panther vol. 4, #35–37
  84. Black Panther vol. 4, #38–41
  85. Black Panther vol. 5, #2–7
  86. Black Panther vol. 5 #8
  87. Black Panther vol. 5, #9–10
  88. Doomwar #5
  89. Black Panther (Vol. 1) n. 7, janeiro de 1978.
  90. Black Panther (Vol. 4) n. 1, abril de 2005
  91. Black Panther/Captain America: Flags of Our Fathers (Vol. 1) n. 1, junho de 2010
  92. Doomwar (Vol. 1) n. 1, abril de 2010
  93. Fantastic Four (Vol. 1) #607-608, agosto-setembro de 2012
  94. Avengers #355
  95. Avengers #356
  96. Fantastic Four Vol. 4 #5AU
  97. Avengers Forever #4–6
  98. Civil War vol. 2, #1
  99. Civil War vol. 2, #2
  100. Civil War vol. 2, #4
  101. Official Handbook of the Marvel Universe A–Z Volume Two (maio de 2008)
  102. Earth X #4
  103. Exiles vol. 3 #1
  104. Exiles vol. 3 #6
  105. Marvel Mangaverse Volume 2
  106. Doom 2099 #11–12
  107. Marvel Knights 2099: Black Panther #1 (2005)
  108. A-Next #4
  109. Ultimate Origins #5
  110. Ultimate Captain America Annual #1 (dezembro de2008), roteiro de Jeph Loeb: Chapters "Favorite Son" and "Training Day"
  111. Ultimates 3 #1–5
  112. Ultimate Comics: New Ultimates #1
  113. Keith David
  114. Série animada do Pantera Negra já está disponível no YouTube
  115. Disney XD to Showcase Marvel Video Comics
  116. Alexandre Callari, Bruno Zago, Daniel Lopes,. Quadrinhos no Cinema (em português). [S.l.]: Editora Évora, 2011. 153 p. ISBN 978-85-63993-18-2
  117. Review DVD - Os Novos Vingadores: Heróis do Amanhã
  118. ‘Black Panther’ Will Have His Own LEGO Movie Called ‘Trouble In Wakanda’
  119. Carr, Jay (30 de agosto de 1992). «Tolkin to sit in director's chair». The Boston Globe 
  120. «Marvel Making Movies». IGN. 6 de setembro de 2005 
  121. Radford, Bill (8 de fevereiro de 2007). «Marvel stays true to superhero characters in transition to big screen». The News Sentinel 
  122. Graser, Marc (26 de março de 2009). «Marvel's hiring writers». Variety 
  123. Borys Kit (20 janeiro de 2011). «'Black Panther' Back in Development at Marvel». The Hollywood Reporter 
  124. Tomaszewski, Alexa (31 de agosto de 2014). «FAN EXPO: MARVEL ENTERTAINMENT PRESENTS: THE LEGENDARY STAN LEE». Comic Book Resources 
  125. AdoroCinema. «Chadwick Boseman será o Pantera Negra em filme da Marvel». AdoroCinema 
  126. «Pantera Negra terá um tom diferente de outras produções da Marvel, diz Chadwick Boseman». Consultado em 10 de setembro de 2016. 
  127. «Marvel Heroes Classic Roleplaying Game – Marvel RPG». classicmarvelforever.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]