Papa Libério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Libério
Papa da Igreja Católica
36° Papa da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Eleição 17 de maio de 352
Fim do pontificado 24 de setembro de 366 (14 anos)
Predecessor Júlio I
Sucessor Dâmaso
Ordenação e nomeação
Dados pessoais
Nascimento 310
Roma, Império Bizantino
Morte 24 de setembro de 366 (56 anos)
Roma, Império Bizantino
Nome nascimento Libério
Sepultura Catacumba de Priscila
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Listas de papas: cronológica · alfabética

O Papa Libério (em latim: Liberius) foi o trigésimo-sexto Papa da Igreja Católica desde 17 de maio de 352 até 24 de setembro de 366.[1][2] Libério é mencionado no menológio grego, o equivalente oriental aos martirológios da Igreja Ocidental e uma forma de atribuir santidade antes da instituição dos processos formais ocidentais de canonização.[3][4]

Vida[editar | editar código-fonte]

Seu primeiro ato como Papa foi, após se reunir em um sínodo em Roma, escrever ao Imperador Constâncio II (353-354), então em Arles, pedindo para que seja feito um Concílio em Aquileia tratando dos assuntos relacionados a Atanásio de Alexandria, mas seu mensageiro Vicêncio de Cápua foi pressionado pelo imperador em um Conciliábulo (Conciliabulum) feito em Arles para subscrever, contra à sua vontade, a uma condenação do então Patriarca de Alexandria.

O imperador, simpático aos arianos, ao observar que Libério recusava-se a condenar Atanásio e que este não compartilhava do arianismo, mandou seu comando de Milão impor seus cânones sobre todos os bispos ocidentais. Como consequência, Libério foi perseguido e exilado por para Bereia e substituído pelo Antipapa Félix II.[5][6][7][8] Durante o exílio, Libério foi difamado pelos arianos: três cartas falsas circularam em seu nome, alegando que ele teria cedido ao arianismo.[6][9]

Após um exílio de mais de dois anos, o mesmo imperador chamou-o a Roma, sendo a Sé de Roma oficialmente ocupada pelo Antipapa Félix, o imperador propôs que Libério governasse a Igreja juntamente com Félix. No entanto, Félix foi expulso pelo povo romano. Após a morte do imperador Constâncio II em 361, Libério anulou os decretos e reiterou sua posição e os bispos que aprovaram o Conciliábulo retiraram a sua adesão. Em 366, Libério deu um acolhimento favorável a uma delegação do episcopado Oriental, e admitiu em sua comunhão ex-arianos. Morreu em 24 de setembro de 366.

Referências

  1. Chapman, Henry Palmer. «Pope Liberius». Catholic Encyclopedia (1913). Volume 9 
  2. «Book Review: I. Religion and Missions: The Catholic Encyclopedia; An International Work of Reference in the Constitution, Doctrine, Discipline and History of the Catholic ChurchThe Catholic Encyclopedia; An International Work of Reference in the Constitution, Doctrine, Discipline and History of the Catholic Church. Vol. XV. Tournon to Zwirner. New York, 1912. Robert Appleton Company. 800 pages.». Review & Expositor. 10 (2): 275–275. 1913-04. ISSN 0034-6373. doi:10.1177/003463731301000229. Consultado em 27 de setembro de 2018.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Fortescue, Adrian. «Synaxarion». Catholic Encyclopedia (1913). Volume 14 
  4. COTTON, JOHN (1978-10). «Review of Measurement and evaluation in education and psychology 2nd ed.». Contemporary Psychology: A Journal of Reviews. 23 (10): 784–784. ISSN 0010-7549. doi:10.1037/016624. Consultado em 2018-09.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. "Pope Liberius". Catholic Encyclopedia. New York: Robert Appleton Company. 1913.
  6. a b Item #16. http://www.papalencyclicals.net/Pius09/p9quartu.htm
  7. Item #3.http://w2.vatican.va/content/benedict-xv/en/encyclicals/documents/hf_ben-xv_enc_05101920_principi-apostolorum-petro.html
  8. «St. Liberius the Pope of Rome». oca.org (em inglês). Consultado em 27 de setembro de 2018. 
  9. Grogan, J.; Riddle, C. (1 de janeiro de 1987). «South Africa's Press in the Eighties: Darkness Descends». International Communication Gazette. 39 (1): 3–16. ISSN 1748-0485. doi:10.1177/001654928703900101 


Precedido por
Júlio I
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

36.º
Sucedido por
Dâmaso I


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.