Papel de arroz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Papel de arroz

Papel de arroz é um termo que engloba colectivamente vários materiais da Ásia Oriental semelhantes ao papel e feitos a partir de diversas plantas.

Características[editar | editar código-fonte]

Em contextos diferentes, papel de arroz pode referir-se a:

Caroço de Tetrapanax papyrifer seco, descascado e fino: um material de "papel" usado frequentemente no fim do século XIX em Guangdong, China como um meio de suporte para pinturas em guache vendidos a clientes Ocidentais da época. O termo foi primeiramente usado em inglês no dictionário Chinês-Inglês de Robert Morrison que se referiu ao uso de plants medicinais chinesas como material para pinturas, assim como para fazer flores artificiais e solas de sapatos.[1]

Papel Xuan feito a partir de Broussonetia papyrifera: O papel tradicional originário da China antiga e que tem sido usado durante séculos na China, Japão, Coreia e Vietname para a escrita, arte e arquitectura.

Vários papéis à base de polpa: Podem ser feitos a partir da cana de arroz[2] ou outras plantas como cânhamo e bambu.

Lâminas de amido seco de várias espessuras e texturas: Estas lâminas de papel comestível têm algumas propriedades de polpa de papel e pode ser feito a partir do amido de várias plantas, mas normalmente a partir do amido da batata[3] ou do arroz. São conhecidos como banh trang, usados na culinária do Vietname.

Referências

  1. «通草奇画», CCTV, 探索·发现 (139), 2011 
  2. «rice paper». Answers Corporation. Consultado em 16 de dezembro de 2011 
  3. Edible wafer paper, Bulk barn