Parápode

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parápodes num plâncton marinho.

Parápode[1] (do grego para, "além" ou "ao lado" + podia, "pé") ou parapódio, é o nome dado a cada um dos dois apêndices que emergem das laterais de cada segmento que compõe o corpo dos anelídeos. São característicos dos Polychaeta, mas também são encontrados em moluscos da ordem Opisthobranchia.

Os parápodes podem apresentar apêndices não-ramificados ("unirremes") ou ramificados ("birremes"). Neste último caso, os lobos dorsais ou braços são denominados notopódios[2] e os ventrais de neuropódios.[3]

Tanto neuropódios quanto notopódios podem ostentar cirros (denominados respectivamente de neurocirri e notocirri) e sedas (denominadas respectivamente de neurosetae e notosetae). Os cirros entre dois apêndices são denominados cirros inter-ramais.

As protrusões carnosas nas laterais de alguns gastrópodes também são chamados de parápodes (especialmente característicos nos Thecosomata).

Referências

  1. «Parápodes». Consultado em 22 de abril de 2009 
  2. «Notopódio». Consultado em 22 de abril de 2009 
  3. «Neuropódio». Consultado em 22 de abril de 2009 
Ícone de esboço Este artigo sobre Anelídeos, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.