SulAmérica Paradiso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Paradiso FM)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
SulAmérica Paradiso
{{{alt}}}
Rádio Alvorada Frequência Modulada Ltda.
País Brasil
Frequência(s) FM 95.7 MHz
Sede Rio de Janeiro, RJ
Fundação 18 de março de 2003 (16 anos)
Fundador Marco Aurélio Jajour Carneiro
Pertence a Alvorada FM
Grupo Dial Brasil
Antigo(s) proprietário(s) Alexandre Accioly
Luciano Huck
Sócio(s) Luiz André Calainho[1]
Fernando di Gênio[1]
Pepira Empreendimentos[1]
Formato Comercial
Gênero Adulto contemporâneo e jornalismo
Idioma Português
Prefixo ZYD 478
Nome(s) anterior(es) Del Rey FM
Rádio Alvorada
Paradiso FM
Emissoras irmãs Mix FM Rio
Cobertura Rio, Grande Rio, Baixada Fluminense, Região dos lagos, Região Serrana, Região Sul e parte da Região Norte RJ
Dados técnicos Potência: 25 kW
Classe: E1
Página oficial sulamericaparadiso.com.br

SulAmérica Paradiso é uma emissora de rádio brasileira com sede no Rio de Janeiro, capital do estado homônimo. Opera no dial FM, na frequência 95.7 MHz, e é uma parceria entre os proprietários da rádio Alvorada FM de Belo Horizonte com o Grupo Dial Brasil, este último que também administra a Mix FM Rio. Tanto a SulAmérica Paradiso e a Mix FM Rio estão sediadas no FM Hall Terraço, espaço localizado no Bossa Nova Mall (shopping integrado ao Aeroporto Santos Dumont).

No dial desde a década de 1980, o projeto atual foi lançado em 18 de março de 2003 e opera desde 2009 sob parceria de naming rights com a SulAmérica Seguros, que uniu a sua marca com a da Paradiso FM.

História[editar | editar código-fonte]

A frequência foi colocada no ar na década de 1980 e inicialmente se chamava Del Rey FM. A emissora foi lançada pelo empresário Marco Aurélio Jajour Carneiro, dono de emissora de mesmo nome em Belo Horizonte (hoje 98 FM). Ainda nessa época, a emissora foi vendida aos proprietários da Rádio Alvorada, também de Belo Horizonte, e passou a usar a mesma marca e programação (músicas no formato adulto-contemporâneo com 50% da grade dedicadas à MPB e informes jornalísticos de hora em hora).[2]

A Alvorada FM encerrou suas atividades na virada de ano, entre 1999 e 2000, por conta da queda de audiência e faturamento ao longo da década de 1990. A partir do dia 1.º de janeiro de 2000, a frequência foi arrendada para o empresário e educador Wellington Salgado de Oliveira, que colocou no ar em caráter experimental a Rádio Mania. A programação entrou no ar oficialmente no dia 20 de janeiro de 2000 e logo se tornou um sucesso de audiência com sua programação popular.[2]

Em 11 de julho de 2002, a Rádio Mania muda de estilo e passa a ser uma emissora pop/rock, causando nova queda na audiência. Na tarde de 31 de dezembro de 2002, a Mania deixa a frequência e entra no ar em caráter experimental a Paradiso FM, emissora de formato adulto-contemporâneo.[2] A nova emissora foi lançada num arrendamento entre os proprietários da frequência junto ao Grupo Dial Brasil, administrado por Luiz André Calainho, Alexandre Accioly, o apresentador Luciano Huck e Meyer Cohen e inicialmente iria se chamar Classic Pan, numa alusão ao projeto de rede de rádio de mesma segmentação que estava sendo implementado pela Jovem Pan que também era parceira do grupo na 102.1 MHz (arrendada pela Dial Brasil que operava como Jovem Pan 2).[2] Na época, a iniciativa era lançar uma rede de rádios começando em São Paulo.[3] Fernando di Gênio entra na sociedade em 2007, junto com a estreia da Mix FM Rio em frequência que operava a Jovem Pan 2.

A estreia oficial da Paradiso FM ocorreu no dia 18 de março de 2003 e sua equipe de locutores era composta de profissionais que já passaram pela antiga Rádio Alvorada.[4] No dia 9 de junho de 2009, o Grupo Dial Brasil firmou parceria de naming rights com a SulAmérica Seguros e relançaram a emissora com a marca SulAmérica Paradiso às 22h, sob investimento de 15 milhões de reais.[5][6] O projeto foi idealizado pela MPM Propaganda e era o mesmo que fechou parceria em São Paulo para lançar, junto ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, a Rádio SulAmérica Trânsito.[4] A grade passou a contar com nomes da recém-extinta Antena 1 Rio de Janeiro.[4]

Em 14 de abril de 2016, o Grupo Dial Brasil lança o FM Hall, instalado no Bossa Nova Mall (shopping integrado ao Aeroporto Santos Dumont) para comportar as duas rádios do grupo, além de servir como espaço de shows e eventos relacionados aos projetos.[7] A inauguração contou com um show do cantor Frejat.[8] Em 2018, o espaço ganhou uma extensão sediada na Marina da Glória.[9]

Entre 2017 e 2018, a SulAmérica Paradiso realizou novas estreias em sua programação a partir de antigas atrações da extinta MPB FM. A emissora passou a abrigar programas como Palco MPB, Samba Social Clube e o boletim Agenda Carioca.[10][11][12] Em 2019, a emissora passa a contar com profissionais da Rádio Globo, egressos do projeto Nova Rádio Globo, com a estreia do Manhã Paradiso com Roberto Canazio (em abril)[13] e de Fernando Ceylão e Carol Barreto no novo Hora do Blush, em julho.[14]

Locutores[editar | editar código-fonte]

Antigos locutores e colaboradores[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Alessandra Saraiva (12 de abril de 2016). «Empresa de Luiz Calainho lança projeto de R$ 6 milhões no Rio». Valor Econômico. Consultado em 8 de julho de 2019 
  2. a b c d «A HISTÓRIA DA ALVORADA FM E DA MANIA FM». Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro. 23 de fevereiro de 2003. Consultado em 8 de julho de 2019 
  3. «OS NOVOS BARÕES DO RÁDIO». IstoÉ Dinheiro. 17 de dezembro de 2003. Consultado em 8 de julho de 2019 
  4. a b c «SULAMÉRICA PARADISO - 95,7 MHz». Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro. 9 de junho de 2009. Consultado em 8 de julho de 2019 
  5. «SulAmérica Seguros e Previdência e a Paradiso FM selam parceria inovadora no dial carioca». Portal Fator Brasil. 10 de junho de 2009. Consultado em 8 de julho de 2019 
  6. Anderson Diniz (5 de junho de 2009). «SulAmérica Paradiso: a próxima novidade do dial carioca». SRZD. Consultado em 8 de julho de 2019 
  7. Teresa Levin (14 de abril de 2016). «Dial Brasil inaugura FM Hall no Rio». Meio & Mensagem. Consultado em 8 de julho de 2019 
  8. Bruno Astuto (15 de abril de 2016). «Frejat recebe Paulo Ricardo na inauguração do FM Hall, no Rio». Época. Consultado em 8 de julho de 2019 
  9. Teresa Levin (15 de fevereiro de 2018). «Dial Brasil leva FM Hall à Marina da Glória». Meio & Mensagem. Consultado em 8 de julho de 2019 
  10. Carlos Massaro (9 de fevereiro de 2017). «Exclusivo: Tradicional programa "Samba Social Clube" vai integrar a grade da SulAmérica Paradiso». Tudo Rádio. Consultado em 8 de julho de 2019 
  11. Carlos Massaro (11 de março de 2017). «SulAmérica Paradiso FM passa a transmitir mais uma atração da extinta MPB FM». Tudo Rádio. Consultado em 8 de julho de 2019 
  12. Carlos Massaro (28 de julho de 2017). «SulAmérica Paradiso FM estreia Palco MPB no Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 8 de julho de 2019 
  13. Carlos Massaro (1 de abril de 2019). «SulAmérica Paradiso e Rádio Mix FM contam com novidades em suas programações no Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 8 de julho de 2019 
  14. Carlos Massaro (6 de julho de 2019). «SulAmérica Paradiso terá novidades no programa Hora do Blush no Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 8 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]