Paragem de Trajinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Trajinha
BSicon BAHN.svg
Identificação:[1] 48652 THA (Trajinha)
Denominação: Apeadeiro de Trajinha
Classificação: A (apeadeiro)[2][3]
Linha(s): Linha da Beira Alta (PK 191,670)
Altitude: 655 m (a.n.m)
Coordenadas: 40°40′28.24″N × 7°15′28.46″W

(≍+40.67451;−7.25791)

(mais mapas: 40° 40′ 28,24″ N, 7° 15′ 28,46″ O)
Concelho: bandeiraPinhel
Serviços: sem serviços
Encerramento: sim[quando?]
Website:
Comboios de tipologias diversas circulando a sul do local do extinto apeadeiro de Trajinha.

A Paragem de Trajinha foi uma interface da Linha da Beira Alta, que servia a localidade de Trajinha, no Distrito da Guarda, em Portugal.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O abrigo de plataforma situava-se do lado nascente da via (lado esquerdo do sentido ascendente, a Vilar Formoso).[4]

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Linha da Beira Alta § História

A Linha da Beira Alta foi inaugurada em 3 de Agosto de 1882, pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses da Beira Alta.[5]

Em 1932, a Companhia da Beira Alta construiu uma plataforma em Trajinha, que possuía nessa altura a categoria de apeadeiro.[6]

Nos horários de 1984, Trajinha tinha a categoria de paragem, e era servida por comboios regionais e semi-directos da operadora Caminhos de Ferro Portugueses.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Instrução de exploração técnica nº 2 : Índice dos textos regulamentares em vigor. IMTT, 2012.11.06
  3. Instrução de Exploração Técnica N.º 50. INTF («Entrada em vigor 11 de Dezembro de 2005»): p.5
  4. (anónimo): Mapa 20 : Diagrama das Linhas Férreas Portuguesas com as estações (Edição de 1985), CP: Departamento de Transportes: Serviço de Estudos: Sala de Desenho / Fergráfica — Artes Gráficas L.da: Lisboa, 1985
  5. TORRES, Carlos Manitto (16 de Março de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 71 (1686). p. 133-140. Consultado em 28 de Outubro de 2015 
  6. «O que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no Ano de 1932» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1081). 1 de Janeiro de 1932. p. 10-14. Consultado em 14 de Novembro de 2012 
  7. «Linha do Norte: Serviço Rápido e Directo - Lisboa-Porto» (PDF). Horário de Verão 1984. Lisboa: Caminhos de Ferro Portugueses. 3 de Junho de 1984. p. 8. Consultado em 14 de Novembro de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.