Pariconha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Pariconha
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 7 de abril
Fundação 1992
Gentílico pariconhense
Prefeito(a) Fabiano Ribeiro de Santana (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Pariconha
Localização de Pariconha em Alagoas
Pariconha está localizado em: Brasil
Pariconha
Localização de Pariconha no Brasil
09° 15' 14" S 38° 00' 21" O09° 15' 14" S 38° 00' 21" O
Unidade federativa  Alagoas
Mesorregião Sertão Alagoano IBGE/2008[1]
Microrregião Serrana do Sertão Alagoano IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Tacaratu-PE (ao Norte), Água Branca-AL (à leste), Delmiro Gouveia-AL (ao sul) e Paulo Afonso-BA (à oeste)
Distância até a capital 354 km
Características geográficas
Área 260,858 km² [2]
População 10 246 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 39,28 hab./km²
Altitude 360 m
Clima Semiárido seco
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,651 médio PNUD/2003[4]
PIB R$ 30 453,398 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 898,94 IBGE/2008[5]
Página oficial

Pariconha é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sua população estimada em 2004 era de 10.949 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Localizada no sertão alagoano, Pariconha tem sua história iniciada no início do século XIX, quando as famílias Teodósios, Vieira, Viana e Félix iniciaram sua povoação, estabelecendo-se com a agricultura e a pecuária, principalmente com a criação de animais de pequeno porte.: Fixando-se numa localidade denominada "Povoado Caraibeiras dos Teodósios", às margens do rio Moxotó, a família Teodósios até hoje tem lá seus descendentes. Já o restante das famílias colonizadoras da região se estabeleceram no local onde hoje está a sede do município.: Cerca de vinte anos após a chegada desses primeiros colonizadores, um grupo de tribo de índios Geripancós, originários do município de Tacaratu, em Pernambuco, instalou uma aldeia na serra do Ouricuri, nas proximidades da atual cidade. O Distrito Judiciário de Pariconha e ser Cartório de Registro Civil foram criados prla Lei 2.240, de 1° de maio de 1962, embora este último só tenha sido instalado dez anos depois. Pertencente ao município de Água Branca, a comunidade passou à condição de município em 5 de outubro de 1989 pela Constituição Estadual, quando foi desmembrado de Água Branca, tendo sua emancipação realizada em 7 de abril de 1992.

Nome[editar | editar código-fonte]

Segundo conta a história, no local onde cresceu a cidade havia um ouricuzeiro cujos frutos continham duas conhas como eram chamadas as polpas desse fruto, que popularmente ficou conhecido como "par de conhas" e, com o tempo, houve uma junção que derivou o nome Pariconha.

O município de Pariconha comemorou a elevação da paróquia do Sagrado Coração de Jesus à condição de matriz, após sessenta anos de espera. Com isso foi instalada uma secretaria que facilitará a marcação de casamentos, que até então era realizada pelo município de Água Branca. A festa do Padroeiro Sagrado Coração de Jesus é uma das grandes festas culturais do município, comemorada em novembro.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.