Paris Jackson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paris Jackson
Nome completo Paris-Michael Katherine Jackson
Nascimento 03 de abril de 1998 (20 anos)
Beverly Hills, Califórnia
Nacionalidade norte-americana
Ocupação Atriz e Modelo
Influências
Principais trabalhos Gringo - Vivo ou Morto

Paris-Michael Katherine Jackson (Beverly Hills, 3 de abril de 1998) conhecida como Paris Jackson é uma personalidade da televisão, atriz e modelo norte-americana. Ela é a filha da lenda do Pop Michael Jackson e da enfermeira Debbie Rowe.[1]

Irmã de Michael Joseph Jackson, Jr. e Prince Michael Jackson II (apelidado de Bigi), Paris desde muito nova conviveu com pessoas famosas, sendo afilhada da atriz Elizabeth Taylor, uma grande amiga de seu pai, assim como Diana Ross, que foi incluída por Michael Jackson em seu testamento como possível guardiã de seus filhos, depois de sua mãe, Katherine Jackson.

Infância e Adolescência[editar | editar código-fonte]

Devido ao fato da exposição mundial vivida por seu pai, Paris e seus irmãos sempre foram extremamente protegidos. Sua mãe sugeriu a seu pai, Michael, que cobrisse o rosto de seus filhos com máscaras e véus quando era preciso, para saírem de casa, segundo eles, essa era uma ação que visava proteger os jovens.

Michael e Debbie tinham um acordo: as crianças viviam com Michael, e ela poderia fazer visitas a cada 45 dias, porém, em 2001, quando Paris tinha apenas três anos de idade, Debbie havia perdido o direito e em 2005 ficou decidido por ambos que Paris iria ficar apenas com Michael. Segundo as palavras de Debbie Rowe, os filhos são um presente que ela deu a Michael, que sempre quis ser pai. Paris Jackson e Michael Joseph Jackson, Jr. foram os primeiros filhos de Michael, o irmão caçula, Prince Michael Jackson II nasceu em 2002, fruto de uma relação de Michael com uma mulher que tem a identidade mantida em sigilo. O pai de Paris faleceu quando ela tinha 11 anos de idade.

Em 2013, Paris teve um desentendimento com as tias devido ao fato de sua avó e guardiã, Katherine, ter sido dada como desaparecida. Mais tarde, Katherine foi encontrada no Arizona, porém perdeu a guarda de Paris e seus irmãos temporariamente.

No dia 5 de junho de 2013, a imprensa divulgou a notícia de que Paris havia tentado cometer suicídio, ingerindo 20 comprimidos de ibuprofeno e cortando um dos pulsos na sua casa em Calabasas, na Califórnia. As hipóteses do que pode ter levado Paris ao extremo vão desde brigas com suas tias e sua avó e detentora legal de sua guarda, Katherine Jackson, até o fato de que no dia 25 de junho, Paris e seus irmãos completariam 4 anos sem o pai, morto no dia 25 de junho de 2009. Após o susto, Paris acabou sendo transferida para o UCLA Medical Center mesmo hospital onde seu pai faleceu. Fontes próximas da família contaram que o impedimento de assistir a um concerto de Marilyn Manson poderá ter estado na origem da tentativa de suicídio.[2] [3]

Apesar disso, segundo relatos dos paramédicos que atenderam Paris, enquanto era resgatada a garota dizia: "Eu quero viver. Eu quero. Eu só não quero viver aqui. Eu queria que meu pai estivesse aqui".[4] Paris Jackson, mesmo internada após a tentativa de suicídio, depôs contra a AEG Live,[5] a empresa responsável pela turnê This is It de Michael Jackson que está sendo acusada pela família Jackson de negligência.[6]

Até a data do incidente, Paris estudava em um famoso colégio particular, Buckley, onde disse ter sofrido bullying; Tudo foi negado pela escola, mas de qualquer forma, a jovem retornou ao Buckley, já que Paris retomou os estudos em um colégio interno especializado no tratamento de adolescentes com problemas emocionais, onde não teve acesso às redes sociais, outro lugar onde Paris era constantemente agredida.[7]

Paris Jackson foi agredida sexualmente aos 14 anos por um homem mais velho que ela descreve como um "completo estranho". Este trauma, juntamente com o bullying, [8] levou-a a tentar o suicídio por três vezes. [9] Foi após a última tentativa que ela foi enviada para uma escola terapêutica em Utah, onde passou seu segundo e terceiro ano do ensino médio, e que ela credita ao ajudá-la a superar a depressão.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2017, Paris Jackson apareceu na capa da Rolling Stone..[10]

Em março de 2017, Jackson assinou um contrato de modelagem com a IMG Models [11] . Também em março, Jackson fez sua estreia como atriz como uma atriz convidada na série Star da FOX.

Paris Jackson fez sua estréia no cinema no filme de comédia Gringo, em 2018.[12]

Aparição No Funeral De Michael Jackson[editar | editar código-fonte]

Dia 7 de julho de 2009, no Staples Center, sem máscara, ao término de um evento transmitido ao vivo por diversas emissoras do mundo, até então, pouco conhecida do grande público, Paris ficou famosa após um discurso emocionante durante o funeral de seu pai.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filme
Ano Nome Papel
2013 Lundon's Bridge and the Three Keys Lundon O'Malley
Televisão
Ano Nome Papel Notas
2003 Living with Michael Jackson Ela mesma Documentário especial para TV
2009 Michael Jackson Memorial Service Ela mesma Ao vivo
2010 The 52nd Annual Grammy Awards Ela mesma Especial para TV
2010 Oprah Winfrey Show Ela mesma Exclusivo
2011 The X Factor Ela mesma Ao vivo
2011 The Ellen DeGeneres Show Ela mesma Episódio do dia 15 de setembro de 2011

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Bio, Boyfriend, Dating, Net Worth, Facts» 
  2. http://diversao.terra.com.br/gente/paris-jackson-filha-de-michael-jackson-teve-infancia-turbulenta-com-o-pai,a5aa8fd8d6f2f310VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html
  3. «Filha de Michael Jackson revela que é alcoólica aos 17 anos» 
  4. http://rd1.ig.com.br/famosos/paris-jackson-diz-que-nao-quer-morrer/185271
  5. http://estrelando.com.br/celebridades/nota/paris_jackson_da_depoimento_por_video_contra_aeg-139292.html
  6. http://ego.globo.com/ego-teen/noticia/2013/06/paris-jackson-afirma-para-familia-que-nao-quer-morrer-diz-site.html
  7. http://celebridades.uol.com.br/noticias/redacao/2013/07/08/paris-jackson-fara-tratamento-em-clinica-de-reabilitacao-de-luxo-diz-tabloide.htm#comentarios
  8. «Paris Jackson: Classmates Cyber Bully Me». US Magazine. Nova Iorque: American Media Inc. 12 de Junho de 2012. Consultado em 6 de Março de 2018. 
  9. Hiatt, Brian (24 de janeiro de 2017). «Paris Jackson: Life After Neverland». Rolling Stone. Nova Iorque: Wenner Media LLC. Consultado em 3 de Julho de 2017.. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2017 
  10. Aiello, McKenna (24 de Janeiro de 2017). «Paris Jackson Makes Magazine Cover Debut for Rolling Stone | E! News». Eonline.com. Consultado em 4 de março de 2017.. Cópia arquivada em 4 de março de 2017 
  11. Jones, Jaleesa M. (3 de março de 2017). «Paris Jackson landed a major modeling contract». USA Today. Maclean, Virginia: Gannett Company. Cópia arquivada em 22 de julho de 2017 
  12. Alexander, Bryan (9 de março de 2018). «So how does Paris Jackson fare in her first film 'Gringo'?». USA Today. Maclean, Virginia. Cópia arquivada em 13 de Março de 2018  Parâmetro desconhecido |acesso-data= ignorado (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]