Parque Ecológico da Lagoa da Jansen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Estadual da Lagoa da Jansen
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
A lagoa Jansen
Localização
País  Brasil
Estado Maranhão
Mesorregião Norte Maranhense
Microrregião Aglomeração Urbana de São Luís
Localidade mais próxima São Luís
Dados
Área 150 ha[1]
Criação 23 de junho de 1988[1]
Gestão Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA)[1]
Coordenadas 2° 30' 8.38" S 44° 18' 35.26" O
Parque Estadual da Lagoa da Jansen está localizado em: Brasil
Parque Estadual da Lagoa da Jansen

O Parque Ecológico da Lagoa da Jansen, criado através da Lei 4.878 de 23 de junho de 1988, está localizado na área urbana do município de São Luís, na região nordeste do Brasil. O parque, com uma área de 150 ha, possui áreas de lazer para seus visitantes.[2][1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Está localizado na região noroeste do município, a 4 km do Centro Histórico, cercada pelos bairros São Francisco, Renascença I, Renascença II, Ponta d’Areia e Ponta do Farol, considerados de alto poder aquisitivo. Também fica próximo a praias de maior movimento, como a Praia da Ponta D'Areia.[3]

A laguna da Jansen tem origem antrópica, ou seja, foi formada por intervenção humana. Anteriormente, a área era constituída de mangue, cortada pelo igarapé da Jansen e igarapé Jaracati, sofrendo influência da maré. Entretanto, com o processo de urbanização a partir da década de 1970, foi construída Ponte José Sarney, ligando os bairros São Francisco e Centro Histórico, viabilizando a ocupação da margem norte do rio Anil e da orla marítima. [3]

Durante esse processo, foi construída a Avenida Maestro João Nunes (atual Avenida Ana Jansen), que liga o bairro do São Francisco à Ponta D’areia. Essa avenida passou sobre o Igarapé da Jansen, por meio de um aterro, formando uma barragem que deu origem à laguna, equivocadamente chamada de lagoa. Posteriormente, foram sendo feitas ocupações imobiliárias no seu entorno, seja de alta ou de baixa renda, ocasionando diversos problemas ambientais.[3]

A comunicação da laguna com o mar dá-se através de um canal de drenagem durante a preamar, por ocasião das marés altas. [4]

Por seu seu valor estético, pelas pessoas que dela tiram o sustento e pela fauna/flora que a habitam, foi transformada em uma área de turismo, lazer e pesca artesanal, em 1988, ano em que se tornou um parque ecológico através do projeto de lei nº 4.878/88.[4]

Em 2012, o parque foi transformado em uma Área de Proteção Ambiental (APA), mas, posteriormente, a justiça invalidou o decreto estadual.[5]

Projetos[editar | editar código-fonte]

Considerada um dos principais cartões postais da cidade, a área da Laguna foi inserida no Plano Maior de Turismo, do governo estadual, com um programa de urbanização que contemplava recuperação sanitária, urbanismo e jardinagem, com a instalação de ciclovia, arena de beach soccer, quadras poliesportivas, um mirante, playground, quadra de tênis e uma concha acústica, a partir de 2001.[3]

Também foi inaugurada a Serpente da Lagoa da Jansen, escultura representando uma das lendas mais antigas e famosas de São Luís. [6]

O local também oferece vários bares, restaurantes, boates, pizzarias, recebendo eventualmente shows musicais.

Em 2016, foi inaugurada a Praça da Lagoa, que conta com um parquinho para crianças.[7]

Também foi implantando um projeto para eliminar os pontos de esgotos jogados na Lagoa, com a construção de rede coletora e de estações elevatórias, direcionando para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Jaracati. Um das principais críticas ao local é o mau cheiro, mas estudos indicam que era causado não apenas pelo lançamento de esgotos, mas também pela elevada quantidade de matéria orgânica existente no fundo da Lagoa, proveniente dos manguezais mortos.[8]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Parque Estadual da Lagoa da Jansen». Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (Sema). Consultado em 4 de abril de 2013. 
  2. «Parque Estadual da Lagoa da Jansen». Via Rural. Consultado em 4 de abril de 2013. 
  3. a b c d «VISUALIZAÇÃO DE RESUMO». www.sbpcnet.org.br. Consultado em 28 de julho de 2018. 
  4. a b «A lagoa da jansen e a urbanizacao» 
  5. «NULIDADE | Justiça determina nulidade de reclassificação do Parque Estadual da Lagoa da Jansen». Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão. Consultado em 28 de julho de 2018. 
  6. «Serpente da Lagoa da Jansen poderá ser revitalizada». Jornal O Estado do Maranhão 
  7. «Praça da Lagoa da Jansen é inaugurada | O Imparcial». O Imparcial. 26 de junho de 2016 
  8. «São Luís 405 anos: Com despoluição, Lagoa da Jansen deixa de receber três piscinas olímpicas de esgoto diariamente | Governo do Estado do Maranhão». www.ma.gov.br. Consultado em 28 de julho de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.