Parque Nacional de Anavilhanas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Nacional de Anavilhanas
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
Vista aérea do Parque Nacional de Anavilhanas
Localização
Localização Manaus, Iranduba e Novo Airão[1]
País  Brasil
Estado  Amazonas
Dados
Área 350 237 ha
Criação 2 de junho de 1981[2]
Gestão ICMBio
Sítio oficial ICMBio
Coordenadas 2° 23' 41" S 60° 55' 14" O
Parque Nacional de Anavilhanas está localizado em: Brasil
Parque Nacional de Anavilhanas
Nome oficial: Parque Nacional de Anavilhanas
Tipo: Natural
Critérios: vii, ix, x
Designação: 2000 (24ª sessão)
Referência: 998
País: Brasil
Região: Américas

O Parque Nacional de Anavilhanas é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada no estado do Amazonas, com território distribuído pelos municípios de Manaus, Iranduba e Novo Airão.

Criado em 1981, sua finalidade é preservar o arquipélago fluvial de Anavilhanas bem como suas diversas formações florestais, estimular a produção de conhecimento através da pesquisa científica e promover a valorização da importância do Parque Nacional para conservação através da educação ambiental e turismo sustentável, buscando harmonizar as relações entre as comunidades do entorno e a Unidade com ações de bases sustentáveis.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Abrangendo cerca de 400 ilhas, o parque situa-se no rio Negro, próximo ao parque nacional do Jaú. Foi criado originalmente como estação ecológica, através do Decreto Nº 86.061, emitido em 2 de junho de 1981, com uma área de 350 018 ha. A Lei ordinária Nº 11.799, de 29 de outubro de 2008, veio recategorizar a unidade de conservação como parque nacional.[2][4][5] Sua administração cabe atualmente ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Geografia[editar | editar código-fonte]

Vista aérea do parque em fevereiro de 2015.

A área da unidade é de domínio público. A visitação na unidade é permitida. Em algumas áreas a visitação requer autorização para ingresso e permanência; a pesquisa científica depende de autorização do órgão responsável (que nesse caso é o ICMBio). Atividades de caça, pesca (tolerada a pesca de subsistência pelas comunidades de entorno), extração de madeira, mineração são proibidas.Não são permitidas alterações em seus ecossistemas (salvo algumas exceções). Apesar de suas 400 ilhas, Anavilhanas não é o maior arquipélago fluvial do mundo. O maior arquipélago fluvial do mundo é o de Mariuá, em Barcelos (AM), com aproximadamente 700 ilhas.

Referências

  1. «Municípios Abrangidos». http://sistemas.mma.gov.br. 6 de junho de 1981. Consultado em 17 de agosto de 2018 
  2. a b «DECRETO Nº 86.061, DE 2 DE JUNHO DE 1981». 2 de junho de 1981. Consultado em 4 de dezembro de 2012  Texto "Presidência da República - Casa Civil - Subchefia para Assuntos Jurídicos" ignorado (ajuda)
  3. Parque Nacional de Anavilhanas. Cadastro Nacional de Unidades de Conservação do Ministério do Meio Ambiente. Página visitada em 04 de dezembro de 2012.
  4. Parque Nacional de Anavilhanas. Cadastro Nacional de Unidades de Conservação do Ministério do Meio Ambiente (Relatório Completo). Página visitada em 04 de dezembro de 2012.
  5. «LEI Nº 11.799, DE 29 DE OUTUBRO DE 2008». Presidência da República - Casa Civil - Subchefia para Assuntos Jurídicos. 29 de outubro de 2008. Consultado em 04 de dezembro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Nacional de Anavilhanas