Parque Nacional de Anavilhanas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Nacional de Anavilhanas
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
Vista aérea do Parque Nacional de Anavilhanas
Localização
Localização Manaus, Iranduba e Novo Airão[1]
País  Brasil
Estado  Amazonas
Dados
Área 350 237 ha
Criação 2 de junho de 1981[2]
Gestão ICMBio
Sítio oficial ICMBio
Coordenadas 2° 23' 41" S 60° 55' 14" O
Parque Nacional de Anavilhanas está localizado em: Brasil
Parque Nacional de Anavilhanas
Nome oficial: Parque Nacional de Anavilhanas
Tipo: Natural
Critérios: vii, ix, x
Data de registro: 2000 (24ª sessão)
Referência: 998
País: Brasil
Região: Américas

O Parque Nacional de Anavilhanas é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada no estado do Amazonas, com território distribuído pelos municípios de Manaus, Iranduba e Novo Airão.

Criado em 1981, sua finalidade é preservar o arquipélago fluvial de Anavilhanas bem como suas diversas formações florestais, estimular a produção de conhecimento através da pesquisa científica e promover a valorização da importância do Parque Nacional para conservação através da educação ambiental e turismo sustentável, buscando harmonizar as relações entre as comunidades do entorno e a Unidade com ações de bases sustentáveis.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Mapa do parque.

Abrangendo cerca de 400 ilhas, o parque situa-se no rio Negro, próximo ao parque nacional do Jaú. Foi criado originalmente como estação ecológica, através do Decreto Nº 86.061, emitido em 2 de junho de 1981, com uma área de 350 018 ha. A Lei ordinária Nº 11.799, de 29 de outubro de 2008, veio recategorizar a unidade de conservação como parque nacional.[2][4][5] Sua administração cabe atualmente ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Geografia[editar | editar código-fonte]

A área da unidade é de domínio público. A visitação na unidade é permitida. Em algumas áreas a visitação requer autorização para ingresso e permanência; a pesquisa científica depende de autorização do órgão responsável (que nesse caso é o ICMBio). Atividades de caça, pesca (tolerada a pesca de subsistência pelas comunidades de entorno), extração de madeira, mineração são proibidas.Não são permitidas alterações em seus ecossistemas (salvo algumas exceções). Apesar de suas 400 ilhas, Anavilhanas não é o maior arquipélago fluvial do mundo. O maior arquipélago fluvial do mundo é o de Mariuá, em Barcelos (AM), com aproximadamente 700 ilhas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Municípios Abrangidos». http://sistemas.mma.gov.br. 6 de junho de 1981. Consultado em 17 de agosto de 2018 
  2. a b «DECRETO Nº 86.061, DE 2 DE JUNHO DE 1981». Presidência da República - Casa Civil - Subchefia para Assuntos Jurídicos. 2 de junho de 1981. Consultado em 4 de dezembro de 2012 
  3. Parque Nacional de Anavilhanas. Cadastro Nacional de Unidades de Conservação do Ministério do Meio Ambiente. Página visitada em 4 de dezembro de 2012.
  4. Parque Nacional de Anavilhanas. Cadastro Nacional de Unidades de Conservação do Ministério do Meio Ambiente (Relatório Completo). Página visitada em 4 de dezembro de 2012.
  5. «LEI Nº 11.799, DE 29 DE OUTUBRO DE 2008». Presidência da República - Casa Civil - Subchefia para Assuntos Jurídicos. 29 de outubro de 2008. Consultado em 4 de dezembro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Nacional de Anavilhanas