Parque Natural de Sintra-Cascais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Natural de Sintra-Cascais
Categoria V da IUCN (Paisagem/Costa Protegida)
Localização Sintra
Dados
Área 69871,3 hectares
Criação 15 de Outubro de 1981
Gestão Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade

O Parque Natural de Sintra-Cascais é um parque natural localizado em Portugal. Estende-se desde a foz do rio Falcão, limite norte do concelho de Sintra, até à zona da Guia, em Cascais. Está inserido na região ocidental da Terra Saloia e no quadrante norte-ocidental da Área Metropolitana de Lisboa.[1] Divide-se em duas zonas distintas: a zona agrícola com vista a produzir fruta e vinho, e a zona costeira, com praias, falésias e dunas.

No parque encontra-se uma floresta primitiva com quase todas as espécies de Quercus, entre elas o carvalho-roble e o carvalho-negral. Encontram-se também eucalipto, pinheiro-bravo, choupo, salgueiro e acácia.

Em termos de fauna, o parque tem aves de rapina como o falcão-peregrino, a coruja-das-torres, o gavião, o açor e a águia-de-bonelli. Encontram-se também aves marítimas como gaivotas e pardelas.

Dos répteis e anfíbios fazem parte a salamandra-de-pintas-amarelas, o sapo-parteiro, a víbora-cornuda e o tritão-de-ventre-laranja. Encontram-se mamíferos como raposas, toupeiras e ouriços.

Referências

  1. «Classificação | Caracterização — ICNF». www.icnf.pt. Consultado em 5 de novembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre espaços verdes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.