Parque Shanghai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: se procura o parque de diversões que funcionou em São Paulo, veja Parque Shangai (São Paulo).
Parque Shanghai
Localização bairro da Penha, no município do Rio de Janeiro, no  Brasil
Aberto em 1919

O Parque Shanghai é um parque de diversões localizado no bairro da Penha, no município do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Situa-se nas proximidades da Igreja de Nossa Senhora da Penha.[1][2] O Shanghai oferece uma variedade de brinquedos tradicionais que incluem um dos carrouseis mais antigos em operação no mundo,[3] duas montanhas-russas, o Enterprise (brinquedo que gira com inclinação de até 75°), trem-fantasma, autopista, chicote-americano, roda-gigante, entre outros.[1][4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Shanghai" é uma referência à cidade de Xangai, na República Popular da China. A referência ao Extremo Oriente lembra o Parque Tívoli, em Copenhague, que foi um dos primeiros parques temáticos do mundo e que se caracteriza pelos prédios em estilo oriental. O Parque Shanghai ainda possui letreiro no estilo dos caracteres chineses, e brinquedos no formato do dragão, um dos principais símbolos da China.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Brinquedo Enterprise, uma das estrelas do Parque Shanghai.
Parque de Diversões Shanghai. Brinquedos em área verde no coração do bairro da Penha.

Fundado em julho de 1919[2] (a empresa fundadora existe desde 1910)[2] como um parque itinerante, é considerado um dos primeiros parques temáticos do Brasil. Em 1934, o parque criou raízes e ocupou, por alguns anos, parte do terreno onde, hoje, está instalado o Aeroporto Santos Dumont. No início da década de 1940, mudou-se para a Quinta da Boa Vista, no bairro de São Cristóvão.[1] Em 1966, nova mudança, agora para o local em que se encontra atualmente. Em 1968, o parque foi desativado por um curto período devido à construção de três viadutos na região.[2]

Estação Penha do BRT Transcarioca na porta do Parque

A sua melhor fase, ou os seus "anos dourados", ocorreu na década de 1950. O declínio da sua clientela ocorreu na década de 2000 por causa do aumento da violência na região, em função de o parque estar localizado entre os complexos de favelas do Alemão e Penha. A partir de 2012, com a implantação das unidades de polícia pacificadora na região e a consequente diminuição da violência na região,[2] houve o retorno em massa dos frequentadores,[5] muitos deles turistas que visitam a cidade.[1]

Em 2014, após a inauguração do BRT Transcarioca,[6] O Parque Shanguai passou a contar com mais esta opção de transporte às suas portas com a Estação Penha 2, conectando através da integração com o Metro RIo na Estação Vicente de Carvalho e da Integração com o Ramal Gramacho / Saracuruna na Estação Olaria com outras regiões do Rio de Janeiro.

Influência na cultura popular[editar | editar código-fonte]

O parque já foi retratado na telenovela da Rede Globo Malhação (22ª temporada - 2014).[carece de fontes?]

Ramal Gramacho da Supervia

Referências

  1. a b c d Shanghai, parque mais antigo do Brasil, nunca registrou acidente, JB - Jornal do Brasil, consultado em 12 de outubro de 2014 
  2. a b c d e Parque Shanghai: brincadeira das antigas, Portal O Globo, consultado em 12 de outubro de 2014 
  3. «Parque Shanghai - HabboNight - A noite é apenas uma parte do dia!». habbonight.com.br. Consultado em 27 de março de 2017 
  4. Carequinha No Parque Shanghai (1961), Raros e Afins - Toque Musicall, consultado em 12 de outubro de 2014 
  5. «Parque Shangai comemora volta aos tempos de glória». Extra Online 
  6. «Estações do BRT Transcarioca na Penha, no Rio, são inauguradas». Rio de Janeiro. 13 de setembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre parque de diversões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.