Parque Tecnológico Mato Grosso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arena Pantanal, sede do embrião do Parque Tecnológico de Mato Grosso

O Parque Tecnológico Mato Grosso é um parque tecnológico pertencente ao Governo de Mato Grosso por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECITEC) e do Fundo de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT). Está localizado inicialmente na Arena Pantanal e posteriormente estará sediado no bairro Chapéu do Sol, na cidade de Várzea Grande na Região Metropolitana de Cuiabá.[1]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Com atuação nas áreas do Agronegocio, Biotecnologia, Geociências, Química Verde e Novos Materiais e Tecnologias da Informação e comunicação, o parque estará dividido em três módulos: Parque Tecnologico (espaço para o desenvolvimento de inovação pelas empresas), Parque de Serviços (focado na promoção de serviços para empresas, industrias e comunidade) e Parque Cientifico (espaço para formação e qualificação de pessoas, nucleos de universidades, laboratórios e centros de P&D). [2] Contando com uma área de 80 hectares (sendo 16 do governo do estado e 64 da iniciativa privada) localizado no bairro Chapéu do Sol em Várzea Grande, estarão próximas ao Campus de Várzea Grande da Universidade Federal de Mato Grosso, campus do Instituto Federal de Mato Grosso e também ao campus da Universidade do Estado de Mato Grosso na região.[3]

Referências

  1. «Embrião do Parque Tecnológico de Mato Grosso pode ser instalado na Arena Pantanal». Olhar Agro 
  2. Gazeta Digital. «Parque Tecnológico mudará a história de Várzea Grande». Consultado em 7 de junho de 2018 
  3. Parque Tecnológico de Mato Grosso. «Quem Somos». Consultado em 16 de junho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]