Parque nacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Um parque nacional é uma área protegida (gênero do qual as espécies brasileiras mais conhecidas são as unidades de conservação), geralmente de propriedade do Estado, que tem como objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de recreação em contato com a natureza, educação e interpretação ambiental, e de ecoturismo ou turismo ecológico.

Trata-se de um modelo de área protegida que tem origem na legislação americana, e que com o tempo foi importado por diversos outros países, dentre eles o Brasil, inicialmente através do Decreto n. 23.793 de 23 de janeiro de 1934, que cria o primeiro código florestal brasileiro[1].

No Brasil há também parques estaduais e parques municipais, criados e geridos no quadro da mesma legislação pelos poderes públicos respectivamente dos Estados e Municípios brasileiros. Os três tipos de parques integram o SNUC- Sistema Nacional de Unidade de Conservação da Natureza, criado pela Lei 9.985 de 2000.

Os Parques Nacionais, assim como outras unidades de coonservação federal, são geridos pela autarquia federal ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, criado pela lei 11.516, de 28 de agosto de 2007.

Em Portugal, o Parque Nacional é apenas uma, embora a mais alta, de quatro categorias diferentes de áreas naturais protegidas. As outras são Parque Natural, Reserva Natural e Paisagem Protegida.

Listagem de parques nacionais por país[editar | editar código-fonte]

Angola[editar | editar código-fonte]

Argélia[editar | editar código-fonte]

Argentina[editar | editar código-fonte]

Austrália[editar | editar código-fonte]

Bolívia[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Islândia[editar | editar código-fonte]

Itália[editar | editar código-fonte]

Moçambique[editar | editar código-fonte]

Noruega[editar | editar código-fonte]

Polônia[editar | editar código-fonte]

Portugal[editar | editar código-fonte]

Suécia[editar | editar código-fonte]

  • Parque Nacional de Abisko
  • Parque Nacional de Björnlandet
  • Parque Nacional de Blå Jungfrun
  • Parque Nacional de Dalby Söderskog
  • Parque Nacional de Djurö
  • Parque Nacional de Fulufjället
  • Parque Nacional de Färnebofjärden
  • Parque Nacional de Garphyttan
  • Parque Nacional de Gotska Sandön
  • Parque Nacional de Hamra
  • Parque Nacional de Haparanda Skärgård
  • Parque Nacional Muddus
  • Parque Nacional de Norra Kvill
  • Parque Nacional de Padjelanta
  • Parque Nacional de Pieljekaise
  • Parque Nacional de Sarek
  • Parque Nacional de Skuleskogen
  • Parque Nacional de Stenshuvud
  • Parque Nacional de Stora Sjöfallet
  • Parque Nacional de Store Mosse
  • Parque Nacional de Sånfjället
  • Parque Nacional de Söderåsen
  • Parque Nacional de Tiveden
  • Parque Nacional de Tresticklan
  • Parque Nacional de Tyresta
  • Parque Nacional de Töfsingdalen
  • Parque Nacional de Vadvetjåkka
  • Parque Nacional de Ängsö

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. OLAVO LEITE, André. «Desenvolvimento sustentável no paradigma francês de parques nacionais». Revista Internacional de Direito Ambiental, Caxias do Sul. v. II, n. 05, p. 11–26, ago. 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.