Partido Comunista Alemão (1968)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partido Comunista Alemão
Deutsche Kommunistische Partei
Líder Patrick Köbele
Fundação 1968
Sede Essen,  Alemanha
Ideologia Comunismo
Marxismo-Leninismo
Internacionalismo
Anti-capitalismo
Anti-imperialismo
Espectro político Extrema-esquerda
Publicação Unsere Zeit
Ala jovem Sozialistische Deutsche Arbeiterjugend
Membros  (2013) 3.500
Afiliação europeia Partido da Esquerda Europeia (observador)
Bundestag
0 / 631
Parlamento Europeu
0 / 96
Cores Vermelho

O Partido Comunista Alemão (em alemão: Deutsche Kommunistische Partei, DKP) é um pequeno partido político da Alemanha [1].

O Partido Comunista Alemão considera-se o sucessor do Partido Comunista da Alemanha, banido em 1956, pelo Tribunal Constitucional da Alemanha Ocidental, por ser considerado um partido que ia contra a constituição e defendia a luta armada.

O DKP, até à queda do Muro de Berlim, teve uma relação de dependência financeira perante o Partido Socialista Unificado da Alemanha, partido que dominava a RDA [2].

Após a queda do comunismo no leste europeu, e, com o aparecimento do Partido do Socialismo Democrático, o partido perdeu a pouca significância que detinha na Alemanha e, grande parte dos seus membros.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Hengst, Björn; Philipp (19 de fevereiro de 2008). «DKP-Eklat: Linke zeigt Kommunisten die Rote Karte». Spiegel Online 
  2. «Grüne Friedenszeitung». www.gruene-friedenszeitung.de. Consultado em 22 de agosto de 2015.