Partido Comunista da Eslováquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido Comunista da Eslováquia
Komunistická strana Slovenska
Presidente Josef Hrdlicka
Fundação 1992
Sede Bratislava,  Eslováquia
Ideologia Comunismo
Marxismo-Leninismo
Eurocepticismo
Espectro político Extrema-esquerda
Afiliação internacional Iniciativa dos Partidos Comunistas e Operários
Partido da Esquerda Europeia (Observador)
www.kss.sk

O Partido Comunista da Eslováquia (Komunistickà Strana Slovenska, KKS) é um partido comunista da Eslováquia, formado em 1992, através da fusão do Partido Comunista da Eslováquia-91 e a Liga Comunista de Eslováquia. Seu líder atual é Josef Hrdlicka.

Nas eleições de 2002, o KSS recebeu cerca de 6% dos votos e conquistou 11 lugares no Parlamento (pela primeira vez desde a sua criação). Nas eleições parlamentárias de 17 de junho de 2006, o partido ganhou 3,88% do voto popular e perdeu sua representação parlamentária.

O partido observador dele é o Partido da Esquerda Européia.

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Status
1992 23 349 0,8 (#14)
0 / 150
Extra-parlamentar
1994 78 419 2,7 (#9)
0 / 150
= Extra-parlamentar
1998 94 015 2,8 (#7)
0 / 150
= Extra-parlamentar
2002 181 872 6,3 (#7)
11 / 150
Aumento11 Oposição
2006 89 418 3,9 (#7)
0 / 150
Baixa11 Extra-parlamentar
2010 21 104 0,8 (#11)
0 / 150
= Extra-parlamentar
2012 18 583 0,7 (#14)
0 / 150
= Extra-parlamentar
2016 16 278 0,6 (#14)
0 / 150
= Extra-parlamentar

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/-
2004 31 908 4,5 (#7)
0 / 14
2009 13 643 1,7 (#10)
0 / 13
=
2014 8 510 1,5 (#13)
0 / 13
=

Ligações externas[editar | editar código-fonte]