Partido Fascista da Albânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Partido Fascista da Albânia (em albanês: Partia Fashiste e Shqipërisë (PFSh)) era uma organização fascista que detinha o poder nominal na Albânia desde 1939, quando o país foi conquistado pela Itália até 1943, quando a Itália se rendeu aos Aliados.

História[editar | editar código-fonte]

Em 25 de março de 1939, o ditador italiano Benito Mussolini fez um ultimato ao rei albanês Zog I exigindo a aceitação de um protetorado militar italiano sobre a Albânia. Quando Zog se recusou a aceitar, os italianos invadiram a Albânia no dia 7 de abril. Zog conseguiu fugir do país. Posteriormente, os italianos restabeleceram o estado albanês como protetorado do Reino da Itália.

Em 11 de abril, o ministro italiano das Relações Exteriores, Galeazzo Ciano, organizou um grupo de albaneses para "solicitar" a formação do Partido Fascista Albanês (em albanês: Partia Fashiste e Shqipërisë). Até ao final de abril, o governo da Itália aprovou a criação do partido. Em 23 de abril, o secretário do Partido Fascista Italiano Achille Starace, acompanhado por dois navios de guerra italianos, chegou à Albânia para anunciar oficialmente o estabelecimento do PFSh, que foi fundado em 2 de junho.[1] No entanto, ele não recebeu sua constituição até 6 de junho e não foi apresentado a uma diretoria e conselho central organizados até março de 1940.

Governo italiano[editar | editar código-fonte]

O PFSh promulgou leis que impediam os judeus de se juntar a eles e os excluíam de profissões como educação.[2] Composto por albaneses e italianos étnicos residentes na Albânia, o partido existia como um ramo do Partido Fascista Italiano (em italiano: Partito Nazionale Fascista (PNF)), e os membros eram obrigados a prestar um juramento de lealdade a Mussolini.[3] Todos os albaneses que serviam aos ocupantes italianos foram obrigados a participar, e este se tornou o único partido político legal no país.

Referências

  1. Elsie, Robert (2012). A Biographical Dictionary of Albanian History. Londres: I.B.Tauris. p. 426. ISBN 978-1-78076-431-3 
  2. Frank, Chaim (2010). Petersen, Hans-Christian; Salzborn, Samuel, eds. Antisemitism in Eastern Europe: History and Present in Comparison. Berna: Peter Lang. p. 97. ISBN 978-3-631-59828-3 
  3. Lemkin, Raphael (2008). Axis Rule in Occupied Europe. Clark, Nova Jersey: The Lawbook Exchange. p. 102. ISBN 978-1-58477-901-8 
Ícone de esboço Este artigo sobre um partido político ou coligação partidária é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.