Partido Liberal Constitucionalista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido Liberal Constitucionalista
Líder Arnoldo Alemán
Fundação 1968
Sede Managua, Nicarágua
Ideologia Liberalismo clássico
Conservadorismo
Liberalismo
Espectro político Direita
Afiliação internacional Internacional Liberal (até 2005)
Cores Vermelho

O Partido Liberal Constitucionalista (em espanhol: Partido Liberal Constitucionalista, PLC) é um partido político da Nicarágua. O partido foi fundado em 1968[1].

O PLC foi um dos vários partidos herdeiros do antigo Partido Liberal, que governou durante várias décadas a Nicarágua. Muitos dos vários partidos criados após o fim do Partido Liberal viriam a apoiar a Oposição Unida da Nicarágua[1] que combateram o governo da Frente Sandinista de Libertação Nacional durante a década de 1980.

Após o fim do regime sandinista em 1990, o PLC viria a tornar-se um dos partidos mais importantes, chegando a ter membros do seu partido a liderar a presidência da Nicarágua[1].

O PLC foi membro da Internacional Liberal até 2005.

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

Data Candidato

apoiado

CI. Votos %
1990 Violeta Chamorro 1.º 777 552
54,7 / 100,0
1996 Arnoldo Alemán 1.º 896 207
51,0 / 100,0
2001 Enrique Bolaños Geyer 1.º 1 228 412
56,3 / 100,0
2006 José Rizo Castellón 3.º 588 304
26,2 / 100,0
2011 Arnoldo Alemán 3.º 148 507
5,9 / 100,0
2016 Maximino Rodríguez 2.º 374 898
15,0 / 100,0

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/-
1990 UNO
5 / 92
1996 Aliança Liberal
2001 1.º 1 216 863
52,6 / 100,0
49 / 92
2006 3.º 592 118
26,5 / 100,0
Baixa26,1
25 / 92
Baixa24
2011 3.º 167 639
6,4 / 100,0
Baixa20,1
2 / 92
Baixa23
2016 2.º 369 342
15,3 / 100,0
Aumento8,9
13 / 92
Aumento11

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.