Partido Pirata da Alemanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partido Pirata da Alemanha
Piratenpartei Deutschland
Piratenpartei Deutschland Logo.svg
Líder Stefan Körner
Fundação 10 de setembro de 2006
Sede Berlim
Ideologia Privacidade online
Democracia online
Anti-corrupção
Liberalismo
Espectro político Centro
Ala jovem Junge Piraten (JuPis)
Membros  (2014) 29.327
Afiliação internacional PP International
Afiliação europeia Partido Pirata Europeu
Grupo no Parlamento Europeu Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia
Bundestag
0 / 631
Parlamento Europeu
1 / 96
Parlamentos Regionais
44 / 1 857
Cores Laranja
Página oficial
www.piratenpartei.de

Piratenpartei Deutschland (Partido Pirata da Alemanha, em alemão) é um partido político alemão fundado em 2006, baseado no modelo do Piratpartiet sueco.

O Piratenpartei defende a proteção dos direitos civis na telefonia e na Internet, opondo-se especialmente à política europeia de retenção de dados e à nova legislação alemã de censura na Internet - a chamada Zugangserschwerungsgesetz (Lei de Impedimento de Acesso).Também é contrário às várias medidas da vigilância dos cidadãos. O partido defende o direito civil à privacidade da informação e mudanças nas políticas de direitos autorais, educação, patentes genéticas e de controle de drogas. O Partido Pirata também propõe uma reforma do sistema de patentes, por considerar que, a pretexto de assegurar a amortização de investimentos, impede a inovação mais do que protege os direitos autorais, levando a situações de monopólio e restringindo o acesso de pequenas empresas ao mercado. O partido também luta pelo aumento da transparência governamental mediante a implementação da governança de código aberto, provida de APIs, de modo a possibilitar a inspeção eletrônica e o monitoramento das ações do governo pelo cidadão.[1]

A partir das eleições locais de Berlim, em setembro de 2011, quando, pela primeira vez, conseguiu chegar à câmara dos deputados (Abgeordnetenhaus), o partido começou a se fortalecer. Essa tendência foi acentuada com a obtenção de quatro outros assentos, nas eleições legislativas do estado de Sarre, em 2012. Desde então, o Partido Pirata passou a ser considerado como o terceiro mais popular da Alemanha. [2][3]

O líder do partido é Jens Seipenbusch desde 4 de julho de 2009. Ele também ocupou o cargo entre 2007 e 2008. Os líderes anteriores foram Dirk Hillbrecht e Christof Leng.

Desempenho eleitoral[editar | editar código-fonte]

Evolução de adesão (de jan. de 2006 a jan. de2011

O Piraten recebeu 229.117 votos na eleições europeias parlamentares de 2009, ou seja, 0.9 %, menos que o necessário para conseguir uma cadeira (pelo menos 5 %).[4][5] O número de membros partidários aumentou enormemente desde junho de 2009.

Em 27 de setembro de 2009, os Piratas receberam 2,0% (845.904 votos) nas eleições federais alemãs, o que não foi o suficiente para ganhar uma cadeira no Bundestag, mas foi o melhor resultado entre os partidos que não atingiram o limite mínimo de 5%. [6] Além disso, em razão desse resultado, o partido habilitou-se a receber financiamento público de campanhas.

Em dezembro de 2011, o partido realizou seu primeiro congresso federal em Offenbach am Main, no estado de Hesse. Uma moção proposta por Johannes Ponader é aprovada, com 66,9 % dos votos de 1.200 delegados, e prevê a universalização de uma renda mínima.[7]

Em abril de 2012, foi registrado um grande aumento das intenções de voto no Partido Pirata, suplantando as do Partido Verde Alemão.[8]

Resultados eleitorais 2008-2012[editar | editar código-fonte]

Resultados do Piratenpartei, por estado, nas eleições europeias de 2009.
Ano Tipo de eleição Número de votos % Cadeiras %
2008 Legislativas estaduais de Hesse 6 962 0,3 - -
2008 Legislativas locais de Hamburgo 1 773 0,2 - -
2009 Legislativas estaduais de Hesse 13 796 0,5 - -
2009 Europeias 229 464 0,9 - -
2009 Legislativas estaduais de Saxe 34 620 1,9 - -
2009 Legislativas estaduais de Schleswig-Holstein 28 837 1,8 - -
2009 Federais 847 870 2,0 - -
2010 Legislativas estaduais da Renânia do Norte-Westfália 121 046 1,6 - -
2011 Legislativas locais de Hamburgo 73 126 2,1 - -
2011 Legislativas estaduais de Saxe-Anhalt 13 828 1,4 - -
2011 Legislativas estaduais da Renânia-Palatinado 29 319 1,6 - -
2011 Legislativas estaduais de Baden-Württemberg 103 618 2,1 - -
2011 Legislativas estaduais de Bremen 24 935 1,9 - -
2011 Legislativas estaduais de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental 12 727 1,9 - -
2011 Legislativas locais de Berlim 129 795 8,9 15 10,07
2012 Legislativas estaduais de Sarre 35 646 7,4 4 07,84

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Partido Pirata da Alemanha

Referências[editar | editar código-fonte]