Partido Social Trabalhista (1996)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Partido Social Trabalhista
Número eleitoral 18
Presidente Marcílio Duarte
Fundação 1996
Dissolução 2003
Ideologia Social-democracia, Trabalhismo
Espectro político Centro-esquerda
Cores      Azul
     Vermelho

Política do Brasil
Partidos políticos
Eleições

O Partido Social Trabalhista foi um partido político brasileiro, criado em 1996, por ex-membros do antigo Partido Social Trabalhista de 1988.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1996, o partido foi criado, tendo Marcílio Duarte, último presidente do PST de 1988 como presidente nacional. O partido teve o humorista Dedé Santana como candidato a vereador pelo município do Rio de Janeiro, tendo obtido 13.103 votos.

Na eleição presidencial de 1998, chegou a apoiar a candidatura do ex-presidente Collor, antes desta ser invalidada, elegendo apenas um deputado federal (Lincoln Portela, pelo estado de Minas Gerais). Disputou ainda as eleições de 2000 e 2002, sem grande destaque. Nesta última, Marcílio Duarte inovou na tentativa de conquistar uma vaga de deputado federal (o partido, juntamente com o também extinto PGT e o PHS, apoiou a candidatura de Carlos Apolinário ao governo de São Paulo): em boa parte da campanha, suas inserções resumiam-se à frase "Quem é 1818?", e mais tarde, pôde mostrar o rosto. A jogada não deu muito certo, pois Marcílio angariou apenas 10.584 votos dos eleitores paulistas, sendo o terceiro mais votado entre os postulantes a deputado federal pelo partido.

Em 2003, o PST foi incorporado ao Partido Liberal juntamente com o PGT, como resultado das discussões de uma reforma no sistema partidário brasileiro que até o momento não teve grandes avanços.

Diagrama da origem histórica do partido
Partido Geral dos Trabalhadores
(PGT) 1995–2003
Partido Social Trabalhista
(PST) 1996–2003
Partido Liberal
(PL) 1985–2006
Partido de Reedificação da Ordem Nacional
(PRONA) 1989–2006
Partido da República
(PR) 2006–presente
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral[2][3]

Referências

  1. G1. «História dos partidos». Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  2. TSE. «Histórico de partidos». Consultado em 26 de outubro de 2016. 
  3. «Resolução n.º 21374/2003». www.tse.jus.br. Consultado em 26 de outubro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.