Partido Socialista de Timor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nova bandeira
Antiga bandeira

Partido Socialista de Timor é um partido político de Timor-Leste, cuja sigla é PST.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O PST é um partido dissidente da Fretilin. Foi criado em 1990 na cidade de Jacarta, na Indonésia e se espalhou para outras cidades da Indonésia.[1]

Ideologia Política[editar | editar código-fonte]

O partido se baseia em princípios marxistas-leninistas e pretende construir uma sociedade sem classes e uma sociedade onde o Timor Leste é liberto de qualquer forma de colonização, imperialismo paternalista e exploração.[1] O partido luta contra o sistema de divisão e separação do poder político do país, a favor da descentralização do poder estatal em relação as agências estatais a nível distrital ou municipal, a favor da divisão das regiões administrativas do estado em províncias, distritos, aldeias, e luta pelo direito dos trabalhadores e camponeses a ocupar o poder no parlamento nacional e no governo estadual.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Eleições presidenciais em Timor-Leste (2007)

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.