Partido da República

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido da República
Código Eleitoral 22
Presidente Valdemar Costa Neto[1]
Fundação 26 de outubro de 2006 (9 anos)
Registro 19 de dezembro de 2006 (9 anos)[2]
Sede Brasília
Ideologia Conservadorismo liberal
Nacionalismo
Pega-tudo
Populismo
Espectro político Centro-direita
Antecessor PRONA e
PL
Deputados federais (2014)[3]
40 / 513
Vereadores (2012)[4]
3 110 / 56 810
Cores      Azul

     Vermelho

Site
www.partidodarepublica.org.br
Política do Brasil

Partidos políticos

Eleições

Partido da República (PR) é um partido político brasileiro fundado em 24 de outubro de 2006, homologado no Tribunal Superior Eleitoral no dia 21 de dezembro de 2006. Seu último presidente nacional foi Alfredo Nascimento, que renunciou no dia 17 de abril de 2016, após votar pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A nova sigla uniu dois partidos: o Partido Liberal (PL) e o Partido da Reedificação da Ordem Nacional (PRONA), que se fundiriam para atingirem a cláusula de barreira (derrubada pelo Supremo Tribunal Federal, no final de 2006) e poderem gozar de todos os direitos que estariam reservados aos partidos que atingirem porcentagem de votos superior a 5% dos votos, até então exigida.

O PL tinha como marca registrada o famoso Coro dos Escravos Hebreus da ópera Nabucco de Giuseppe Verdi, o Va Pensiero. Álvaro Valle, deputado fluminense que fundou o partido, era fã de óperas. O PL tinha como principal bandeira o Imposto Único. O número a ser adotado pelo Partido da República é o mesmo que era utilizado pelo PL: 22,[6] sendo desativado o número 56 utilizado pelo Prona.

Principais nomes[editar | editar código-fonte]

Pode-se dizer que, pela quantidade de políticos das mais diversas ideologias, dá pra se dizer que o PR trata-se de um dos grandes "catch-all parties" brasileiros, por incluir nomes conservadores, liberais, populistas, nomes da bancada evangélica ou da classe artística, bem como líderes e/ou ex-membros de grandes e poderosas searas políticas.

Seus principais nomes são o ex-deputado José Marcos de Lima (atual secretário-geral do PR em Pernambuco e Secretário de Saneamento da Prefeitura da cidade do Recife), o deputado pernambucano Inocêncio de Oliveira, o ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, o ex-governador do estado do Mato Grosso Blairo Maggi, o senador pelo Espírito Santo Magno Malta, o ex-prefeito da mais populosa cidade do Espírito Santo, Vila Velha, Neucimar Fraga, o Ex-Governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho e sua esposa a ex-governadora do Rio de Janeiro e atual prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda e o atual Ministro dos Transportes, César Borges.

O PR tem também como filiado o deputado federal de maior votação nas eleições de 2010, o humorista Tiririca (PR-SP). O partido também tem iniciativas de apoiar a criação de outros partidos, como o Partido Militar Brasileiro.[7]

Ranking da corrupção[editar | editar código-fonte]

Com base em dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral divulgou um balanço, em 4 de outubro de 2007, com os partidos com maior número de parlamentares cassados por corrupção desde o ano 2000. O PR ocupa a sétima posição no ranking, com 17 cassações, atrás do DEM, PMDB e PSDB, PP, PTB e PDT.[8] O Partido também recebeu doações de campanha de empreiteiras privilegiadas pela sua administração na pasta do Ministério dos Transportes.[9]

Bancada na Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

Composição atual[editar | editar código-fonte]

Deputados AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
40 0 1 1 1 3 2 1 0 2 0 5 0 0 1 1 1 1 2 4 1 1 3 0 1 1 6 1

Bancada eleita para a legislatura[editar | editar código-fonte]

Legislatura Eleitos  % AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO Diferença
54ª (2011-2015)
40 7,80 0 1 1 0 3 2 2 0 1 1 7 1 2 1 1 2 0 1 7 1 0 1 0 0 1 4 0 +15
53ª (2007-2011)
25 4,87 0 0 0 0 3 1 0 1 1 0 6 0 1 0 2 1 0 2 2 1 0 1 0 0 0 3 0 -10
52ª (2003-2007)
35 6,82 0 1 3 0 0 2 0 1 0 1 6 0 1 1 2 1 0 1 3 0 0 1 1 0 1 9 0 +21
51ª (1999-2003)
14 2,73 0 0 1 0 1 0 0 0 2 2 4 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 3 0

Considera-se os Deputados eleitos pelo PL, pelo PRONA, pelo PST e pelo PGT, partidos incorporados ao PR. Fonte: Portal da Câmara dos Deputados - Bancada na Eleição.

Participação do partido nas eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

Ano Candidata a Presidente Candidato a Vice-Presidente Coligação Votos  % Colocação
2014 Dilma Rousseff (PT) Michel Temer (PMDB) PT, PMDB, PSD, PP, PR, PROS, PDT, PCdoB e PRB 54.495.459 51,64
2010 Dilma Rousseff (PT) Michel Temer (PMDB) PT, PMDB, PR, PSB, PDT, PCdoB, PSC, PRB, PTC e PTN 55.752.529 56,05

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]