Partido de União Democrática

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido de União Democrática
Partiya Yekîtiya Demokrat
Fundação 2003
Sede Kobanî
Ideologia Nacionalismo curdo
Socialismo
Socialismo libertário
Socialismo democrático
Confederalismo democrático
Ecologismo
Secularismo
Espectro político Esquerda
Ala militar Unidades de Proteção Popular
Ala militar feminina Unidades de Proteção das Mulheres
Afiliação nacional Comitê Nacional de Coordenação para a Mudança Democrática
Comité Supremo Curdo
Afiliação internacional Koma Civakên Kurdistan
próximo do Partido dos Trabalhadores do Curdistão
Internacional Socialista (membro consultivo)[1]
Conselho Democrático Sírio
8 / 43
Afiliação de Rojava Movimento por uma Sociedade Democrática
Cores Vermelho, Verde e Amarelo
Bandeira do partido
Flag of Rojava.svg
Página oficial
http://www.pydrojava.com/
Política da Síria
Política do Curdistão

Partidos políticos da Síria


Manifestantes curdos em Afrin, Síria.

O Partido de União Democrática (em curdo: Partiya Yekîtiya Demokrat, PYD; em árabe: حزب الاتحاد الديمقراطي, Ḥizb Al-Ittiḥad Al-Dimuqraṭiy) é um partido formado por curdos sírios estabelecido em 2003 por nacionalistas da causa Curda na região norte da Síria. Este partido é afiliado ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que é considerado uma organização terrorista pela Turquia, pelos Estados Unidos, pela União Europeia e pela OTAN.[2]

Durante a guerra civil na Síria, as milícias do partido assumiram parte nos combates que tomaram conta do país.[3] Inicialmente, lutaram abertamente ao lado das forças da oposição síria, no que servia seus próprios propósitos por independência do Curdistão. Porém, em alguns momentos, milicianos curdos chegaram a trocar tiros e até travar intensas batalhas contra combatentes rebeldes da oposição, em especial contra militantes islâmicos.[4]

Referências

  1. «Member Parties of the Socialist International». Internacional Socialista (em inglês). Consultado em 4 de abril de 2017 
  2. "The Constitution and Programme of the Democratic Union Party (PYD)". Página acessada em 13 de abril de 2013.
  3. «Crisis in Syria emboldens country's Kurds» (em inglês). BBC News. 28 de julho de 2012. Consultado em 11 de agosto de 2012 
  4. «Kurdish Syria: From cultural to armed revolution» (em inglês). Egypt Independent. Consultado em 13 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]