Parus (satélite)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Parus (código GRAU: 11F627), em russo Парус que significa "Vela", é a designação de uma série de satélites de comunicação para uso militar e civil, lançados pela União Soviética, depois Rússia.

Também conhecido como Tsiklon-B ou Cicada-M,[1] eles são usados para constituir uma constelação de satélites de comunicação e navegação. Em 2010, 99 satélites Parus haviam sido lançados, começando com o Kosmos 700 em 1974.[2] Todos os lançamentos fizeram uso de foguetes Kosmos-3M, a partir do Cosmódromo de Plesetsk.[3]

Os satélites Parus são produzidos pela ISS Reshetnev (antiga NPO PM), baseado na plataforma KAUR-1. Eles tem massa de cerca de 825 kg, e uma vida útil projetada entre 18 e 24 meses.[1] Os satélites operam em órbita terrestre baixa, com perigeu de 950 km, e apogeu de 1005 km e 82,9° de inclinação.[2] Eles são operados pela Força Espacial Russa, e usados principalmente para navegação, comunicação e retransmissão de dados de outros satélites.[2] Acredita-se que algumas das funções de navegação foram assumidas pelos satélites do sistema GLONASS.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Wade, Mark. «Parus». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 4 de agosto de 2013 
  2. a b c d Krebs, Gunter. «Parus (11F627)». Gunter's Space Page. Consultado em 4 de agosto de 2013 
  3. McDowell, Jonathan. «Launch Log». Jonathan's Space Page. Consultado em 4 de agosto de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.