Passando a Limpo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Passando a Limpo
Logotipo do programa à época de sua extinção
Informação geral
Formato Talk show
Duração 60 minutos
País de origem Brasil Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Dácio Nitrini
Produtor(es) Maurício Petiz
Apresentador(es) Boris Casoy
Exibição
Formato de exibição SD
Transmissão original 19 de outubro de 199730 de dezembro de 2003

O Passando a Limpo foi um talk show exibido pela Rede Record entre 1997 e 2003.

História[editar | editar código-fonte]

Apresentado por Boris Casoy, o programa recebia personalidades, incluindo cantores, atores, políticos, esportistas, apresentadores, entre outros para um bate-papo com Casoy, além de partidas de futebol do domingo, dia da semana do programa, sem mostrar os gols, notícias do dia e e-mails enviados pelo público à atração. Inicialmente, era exibido aos domingos, mas em 2002, foi repassado aos sábados.

Em 2002, devido a exibição do programa Terceiro Tempo, o talk show muda o formato e cenário, que passa a ser exibido aos sábados, as 23h (depois, passado as 22h) e entra em cena as notícias de São Paulo e do Brasil e outros convidados, como autores, jornalistas, redatores, escritores e diretores. A audiência do programa, depois que o Passando a Limpo era exibido aos domingos e depois aos sábados, aumentou apenas 9 pontos.

Em 30 de dezembro de 2003, foi exibido pela última vez após a rescisão do contrato de Boris Casoy com a Record após a grade da emissora sofrer uma reformulação.

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.