Patlabor: The Movie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Patlabor: The Movie
機動警察パトレイバー the Movie
Patlabor (BRA)
Cartaz promocional do filme.
 Japão
1989 •  cor •  98 min 
Direção Mamoru Oshii
Produção Makoto Kubo
Shin Unozawa
Taro Maki
Roteiro Kazunori Itō
Baseado em Patlabor de Masami Yuki
Elenco Miina Tominaga
Toshio Furukawa
Ryunosuke Ohbayashi
Shigeru Chiba
Gênero suspense, mecha
Música Kenji Kawai
Companhia(s) produtora(s) Studio Deen
IG Tatsunoko (em cooperação de produção)
Distribuição Japão Shochiku
Brasil 20th Century Fox Films do Brasil
Lançamento Japão 15 de julho de 1989
Idioma japonês
Cronologia
Patlabor 2: The Movie

Patlabor: The Movie (機動警察パトレイバー the Movie Kidō Keisatsu Patoreibā Za Mūbī?) ou Brasil: Patlabor , é um filme de anime japonês dirigido por Mamoru Oshii, com a história original feita por Headgear. Foi produzido pelo Studio Deen com a ajuda do estúdio IG Tatsunoko (atualmente se chama Production I.G), Bandai Visual e Tohokushinsha.[1] Faz parte da série de mangá e anime Patlabor.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história deste primeiro longa-metragem do universo Patlabor se passa imediatamente após os fatos da primeira série de OVAs. Devido à necessidade urgente de novas terras para os japoneses, o “Babylon Project” continua a todo o vapor, com mais de 3000 Labors trabalhando incessantemente, de modo a acelerar cada vez mais o ritmo das obras. Sem os Labors, pode-se afirmar que o projeto seria absolutamente inviável.

Com mais Labors no mercado, aumentam os riscos de novos e mais violentos “Labor Crimes”, e as coisas se tornam mais perigosas com o surgimento do Type-0, um novo modelo criado pelas indústrias Shinohara. O Type-0 possui um visual meio assustador e utiliza um novo sistema operacional que aumenta o desempenho dos Labors em 30%, ainda que a habilidade dos pilotos continue a fazer uma diferença e tanto na hora de entrar em ação. Nossos velhos conhecidos Noa Izumi e Asuma Shinohara chegam à ARK, local de manutenção do Labors, para investigar se existe algo de errado por trás do projeto do Type-0. Isto porque um protótipo da empresa Shinohara chamado “Heavy Labor” escapou da base por alguma razão obscura e, após ser destruído por um pelotão de Labors, foi verificado que não possuía nenhum piloto em seu interior… e seu sistema operacional era o mesmo dos Type-0.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Intérprete
Noa Izumi Miina Tominaga
Asuma Shinohara Toshio Furukawa
Kiichi Goto Ryunosuke Ohbayashi
Shinobu Nagumo Yoshiko Sakakibara
Kanuka Clancy Yō Inoue
Isao Ohta Michihiro Ikemizu
Mikiyasu Shinshi Issei Futamata
Hiromi Yamazaki Daisuke Gōri
Shigeo Shiba Shigeru Chiba
Seitaro Sakaki Osamu Saka
Jitsuyama Mahito Tsujimura
Matsui Tomomichi Nishimura
Kaihou Toshihiko Kojima
Fukushima Shinji Ogawa
Kataoka Kouji Tsujitani

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Os dois primeiros filmes de Patlabor foram lançados em DVD inúmeras vezes. A versão original usa a principal como o lançamento VHS e oferece o áudio japonês estéreo. O próximo lançamento contou com o o vídeo remasterizado e letterbox não anamórfico. A versão original norte-americana lançou o DVD pela Manga Entertainment e contou com uma transferência de VHS com a dublagem original em Inglês da MangaUK. A terceira versão, que é a mais recente R1s da utilização da Bandai Visual, com os recursos e vídeo remasterizados com a letterbox anamórfica e o som 5.1. O lançamento nos Estados Unidos apresenta uma nova dublagem em Inglês produzida pela Bandai Visual. A Australiana Madman/Manga UK R4 lançaram e usaram o Mangá e VHS Australiano, que inclui a dublagem remixada 5.1 da Manga UK e a dublagem original Japonesa 2.0. Em 2008, ambos os filmes foram lançados no Japão em Blu-ray com o áudio e legendas em Inglês. Foi licenciado na Europa pela Beez Entertainment. No Brasil o filme foi licenciado pela 20th Century Fox Films do Brasil e estreou no canal Fox Kids, a dublagem foi realizada pelos estúdios Mastersound/Telecine.

Referências

  1. «Patlabor 1: The Movie> STAFF & CAST» (em inglês). Production I.G. Consultado em 1 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]