Patrícia Cocco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Volleyball (indoor) pictogram.svg Patrícia Cocco Volleyball (indoor) pictogram.svg
Dados Pessoais
Nome: Patrícia de Oliveira Cocco
Nacionalidade: Brasil
Data de Nascimento: 14 de setembro de 1971 (47 anos)
Naturalidade: São Caetano do Sul,  São Paulo
Características
Altura: 173 cm
Peso: 69 kg
Posição: Oposta /Ponta
Ataque: 291 cm
Bloqueio: 282 cm
Clube Atual
Brasil Aposentada
Juvenil
1984-1986 BrasilSão Caetano
1986-1988 BrasilPirelli/Santo André
1988-1990 BrasilPão de Açúcar/Colgate
Carreira
1990-1991 BrasilPão de Açúcar/São Caetano/Colgate
1991-1994 BrasilColgate/São Caetano
1994-1995 BrasilBCN/Guarujá
1995-1996 BrasilSão Caetano/Cepacol
1996-1996 BrasilTransmontano/J.C. Amaral
1996-1997 BrasilBlue Life/Pinheiros
1997-1998 BrasilDayvit/Barueri
1998-1999 BrasilUniban/São Bernardo
1999-2001 BrasilBlue Life/Pinheiros
2001-2002 BrasilBCN/Osasco
2002-2004 BrasilAçúcar União/São Caetano
2004-2006 BrasilBlue Life/Pinheiros
2006-2006 BrasilCimed/Macaé
2006-2006 BrasilCimed/Florianópolis
2007-2007 Brasil Cimed/Macaé
Medalhas
Grand Prix de Voleibol
Ouro Xangai 1994 Equipe
BCV Volley Cup
Prata Suiça 1993 Equipe
Campeonato Mundial Juvenil
Prata Brno 1991 Equipe
Salonpas Cup
Bronze São Paulo 2006 Cimed/Macaé
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Lima 1992 Colgate/São Caetano
Prata Lima 1996 Transmontano
Seleção
1993-1994 Brasil Seleção 42
2000 Brasil Seleção

Patrícia de Oliveira Cocco (São Caetano do Sul, 14 de setembro de 1971) é uma ex-voleibolista indoor brasileira que desempenhando a função de Ponteira conquistou pela Seleção Brasileira, na categoria juvenil, a medalha de prata no Campeonato Mundial Juvenil na extinta Checoslováquia. Pela seleção principal foi vice-campeã da BCV Cup em 1993 nesta mesma competição e ouro na edição de 1994, disputou três edições do Grand Prix, a primeira em 1993, a outra na histórica conquista da medalha de ouro na edição de 1994 e a última na edição de 2001.Em clubes foi campeã do Campeonato Sul-Americano de Clubes nos anos de 1992 e vice-campeã em 1996.Além disso foi medalha de bronze no extinto Torneio Internacional Salonpas Cup em 2006.Também atuou na posição de Oposta e Líbero.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Patrícia iniciou sua trajetória no voleibol aos 13 anos de idade nas categorias de base do São Caetano permanecendo desde o ano de 1984 a 1986, sendo nesta passagem vice-campeã do Campeonato Paulista de 1985 na categoria mirim,recebendo o prêmio de Revelação Mirim neste ano e vice-campeã na edição de 1986[carece de fontes?].

Em 1986 transferiu-se para atuar nas categorias de base do Pirelli/Santo André atuando neste até 1988 e neste ano defendeu as cores do Pão de Açúcar/Colgate cuja passagem foi de 1988 a 1990 e conquistou por este os títulos dos Campeonatos: Metropolitano e Paulista na categoria Infanto-juvenil em 1988, o título no Campeonato Paulista Juvenil de 1989 e na edição do ano de 1990 deste último sagrou-se vice-campeã[carece de fontes?].

Defendendo o Pão de Açúcar/São Caetano/Colgate na temporada 1990-91, disputou pela primeira vez na categoria adulto a Liga Nacional, competição antecedente a Superliga Brasileira A, quando conquistou o vice-campeonato.[1]

Em 1991 foi convocada para Seleção Brasileira para representar o país na categoria juvenil e disputou a edição deste ano do Campeonato Mundial Juvenil realizado em Brno-Checoslováquia conquistando a medalha de prata.[2] Na jornada esportiva seguinte defendeu a Colgate/São Caetano conquistando o segundo lugar no Campeonato de Clubes de 1991 e o título da Copa Brasil neste mesmo ano e na edição correspondente a esta jornada conquistou seu primeiro título na Liga Nacional 1991-92.[1]

Patrícia renovou com a Colgate/São Caetano para as disputas do período esportivo 1992-93, obteve o bicampeonato na Copa Brasil de 1992, no mesmo ano foi vice-campeã paulista e novamente chega a terceira final consecutiva da Liga Nacional, mas terminou com o vice-campeonato pela segunda vez consecutiva,[1] mas individualmente foi eleita a Melhor Jogadora e a atleta com Melhor Saque. O técnico Wadson Lima a convocou no ano de 1993 seleção principal e participou de sua segunda edição da BCV Cup encerrando com vice-campeonato,[3] e ainda neste ano disputou a primeira edição do Grand Prix encerrando no quarto lugar.[4]

Ainda pela Colgate/São Caetano disputou em Lima-Peru o Campeonato Sul-Americano de Clubes de 1992 por esse clube e conquistou o título da competição, mas não chegou a sua quarta final da Liga Nacional 1993-94, mas foi eleita pela segunda temporada seguinte a Melhor Sacadora da edição.Em 1994 é convocada pelo técnico Bernardo Rezende para Seleção Brasileira e conquistou o título da Copa Bremen (Beck´s Cup) na Alemanha e ouro na edição da BCV Cup[5] e vestindo a camisa#1 da seleção conquistou a inédita medalha de ouro no Grand Prix cuja fase final foi em Xangai-China.[6]

Reforçou a equipe do BCN/Guarujá na temporada 1994-95, conquistando com esta equipe foi campeã do Campeonato Paulista de 1994, mesmo ano que foi campeã da Copa Sul e do título da Copa Brasil cujo técnico era Enio Figueiredo[7] e disputou a primeira edição da Superliga Brasileira A, ocorrida nesta temporada, chegando a final e encerrou com o vice-campeonato.[8][9]

Nas competições do período 1995-96 voltou a defender o São Caetano/Cepacol e encerrou na sexta posição na Superliga Brasileira A correspondente.[9][10] Defendeu as cores da Blue Life/Pinheiros quando disputou a Superliga Brasileira A 1996-97[11] repetindo a mesma posição obtida em sua equipe anterior nesta competição.[9]Em 1996 foi emprestada para reforçar o Transmontano/J.C. Amaral para a disputa do Campeonato Sul-Americano de Clubes deste ano e encerrou com o vice-campeonato em Lima-Peru.[12]

Contratada pelo Dayvit/Barueri competiu na jornada esportiva 1997-98 conquistando o título do Campeonato Paulista de 1997 e novamente pela terceira vez consecutiva encerra em sexto lugar por um clube na Superliga Brasileira A referente.[9] Na jornada 1998-99 é contratada pelo Uniban/São Bernardo conquistando o título do Torneio de Clubes Campeões de 1998 e nesta temporada conquista seu primeiro título da Superliga Brasileira A.[9]

Retornou para a Blue Life/Pinheiros para atuar nas competições de 1999-00 onde contribuiu na conquista histórica do título paulista para seu clube que completou 27 anos sem ouro desta competição e no ano de seu centenário[13] e contribuiu também para o mesmo avançar as semifinais da Superliga Brasileira A 1999-00, encerrando na quarta posição,[9] mas foi eleita a Melhor Sacadora da edição.[14]

Na temporada 2000-01 permaneceu competindo pela Blue Life/Pinheiros e conquistou o bicampeonato consecutivo do Campeonato Paulista em 2000 e disputou a Superliga Brasileira A correspondente[15] encerrando na sétima colocação geral.[9]Após mudança de técnico da Seleção Brasileira, o então técnico Marco Aurélio Motta convoca Patrícia para disputar o Grand Prix de 2001[16][17] e encerrou em quinto lugar.

Transferiu-se para o BCN/Osasco no período 2001-02, sagrando-se em 2001 campeã por este nos Jogos Abertos Interior de São Paulo e no mesmo ano ouro nos Jogos Regionais de São Paulo e no Campeonato Paulista; disputando nesta período a Superliga Brasileira A[18] sagrando-se vice-campeã desta edição.[9]

Por duas temporadas atuou novamente pelo Açúcar União/São Caetano obtendo o vice-campeonato nos Jogos Abertos do Interior de São Paulo e também no Campeonato Paulista em 2002 e na Superliga Brasileira A 2002-03 finalizou na sexta posição[9] e atuando em sua segunda temporada seguida por este clube foi novamente vice-campeã paulista em 2003[19] e melhorou uma posição em relação a Superliga passada, ou seja, encerrando na quinta posição na Superliga Brasileira A 2003-04.[9][20]

Novamente transfere-se para o Pinheiros/Blue Life, desta vez reforçando-o nas disputas da temporada 2004-05 e sagrou-se novamente vice-campeã do Campeonato Paulista de 2004[21] e disputou por este a Superliga Brasileira A referente a esta jornada[22] encerrando em quinto lugar nesta edição.[9]Em sua segunda temporada por esse clube foi pela quarta vez consecutiva vice-campeã paulista em 2005 e repetindo a campanha na Superliga passada, encerrou na quinta posição.[9][23]

Em 2006 transfere-se pela primeira vez para um clube fora do Estado de São Paulo, atuou pelo Cimed/Macaé cujo técnico era Sérgio Negrão [24] e pelo patrocinador representou a Cimed/Florianópolis na conquista da Liga Nacional de 2006 quando atuou como Oposta.[25]

Jogou pela Cimed/Macaé como Líbero no Campeonato Carioca de 2006 conquistando o vice-campeonato e também neste ano conquistou a inédita medalha de bronze no extinto Torneio Internacional do Salonpas Cup 2006 sediado em São Paulo[26][27] e competiu na Superliga Brasileira A 2006-07 pelo no mesmo clube que usou de Cimed/Macaé, avançando com sua equipe as semifinais, mas teve que disputar a medalha de bronze, esta que seria sua última partida como profissional e conquistou o quarto lugar.[9][28]

Títulos e Resultados[editar | editar código-fonte]

Premiações Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f Folha Online (6 de fevereiro de 2004). «Campeões nacionais feminino de vôlei». Consultado em 26 de maio de 2014 
  2. Todor66. «Women Junior Volleyball VI World Championship 1991 Brno (TCH) 26.07-04.08 - Winner Soviet Union» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  3. Montreux Volley Masters. «Palmarès- BCV Cup 1993» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  4. a b Todor66. «Women Volleyball I Grand Prix 1993 - Intecontinental Round» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  5. Montreux Volley Masters. «Palmarès- BCV Cup 1994» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  6. Todor66. «Women Volleyball II Grand Prix 1994 Shanghai (CHN) - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  7. a b c d Loucos de Osasco. «Associação Desportiva Classista Finasa (Finasa/Osasco)-BCN/Guarujá». Consultado em 26 de maio de 2014 
  8. Melhor do Vôlei (17 de março de 20107). «Superliga 94/95- BCN/Guarujá». Consultado em 16 de maio de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (27 de outubro de 2008). «SUPERLIGA 08/09: Histórico da Superliga». Consultado em 26 de maio de 2014. Arquivado do original em 17 de outubro de 2014 
  10. Melhor do Vôlei (3 de novembro de 2007). «Superliga 95/96- São Caetano/Cepacol». Consultado em 16 de maio de 2014 
  11. Melhor do Vôlei (3 de novembro de 2007). «Superliga 96/97- BLUE LIFE/PINHEIROS». Consultado em 16 de maio de 2014 
  12. El Tiempo. «Campeón brasileño» (em espanhol). Consultado em 1 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2014 
  13. a b Diário do Grande ABC (16 de novembro de 1999). «Patrícia Cocco comemora mais um título no vôlei». Consultado em 26 de maio de 2014 [ligação inativa]
  14. a b CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (27 de outubro de 2008). «SUPERLIGA 08/09: Os melhores em cada fundamento na história-Superliga 1999-00». Consultado em 26 de maio de 2014. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2012 
  15. Melhor do Vôlei (6 de janeiro de 2009). «Superliga 2000-2001-BLUE LIFE/PINHEIROS». Consultado em 16 de maio de 2014 
  16. Wikipédia. «Artigo 2001 FIVB World Grand Prix squads-Brazil» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  17. CIDA SANTOS (6 de agosto de 2001). «Folha de S.Paulo-VÔLEI- Surpresa asiática» (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2014 
  18. Melhor do Vôlei (14 de março de 2008). «Superliga 2001-2002- BCN/OSASCO». Consultado em 16 de maio de 2014 
  19. a b FPV- Federação Paulista de Voleyball (8 de novembro de 2003). «BCN VENCE AÇÚCAR UNIÃO E É TRICAMPEÃO PAULISTA». Consultado em 26 de maio de 2014 
  20. Melhor do Vôlei (14 de março de 2008). «Superliga 2003-2004- UNIÃO/SÃO CAETANO». Consultado em 16 de maio de 2014 
  21. a b FPV- Federação Paulista de Voleyball (11 de novembro de 2004). «FINASA/OSASCO CONQUISTA O HEXACAMPEONATO PAULISTA». Consultado em 26 de maio de 2014 
  22. FPV- Federação Paulista de Voleyball (20 de fevereiro de 2005). «FINASA VENCE PINHEIROS/BLUE LIFE NA SUPERLIGA». Consultado em 26 de maio de 2014 
  23. FPV- Federação Paulista de Voleyball (10 de janeiro de 2006). «Rexona-Ades vence Blue Life/Pinheiros e mantém a liderança». Consultado em 26 de maio de 2014 
  24. Photo&Grafia (4 de dezembro de 2006). «PATRÍCIA COCCO RECEPCIONA GAROTADA- CIMED / MACAÉ PROMOVE CLÍNICA PARA CRIANÇAS». Consultado em 26 de maio de 2014 
  25. a b CBV-Confederação Brasileira de Voleibol (13 de agosto de 2006). «Liga Nacional feminina: Cimed/Florianópolis vence Vôlei Futuro/Araçatuba e é campeã». Consultado em 26 de maio de 2014 [ligação inativa]
  26. Photo & Grafia (27 de setembro de 2006). «SALONPAS CUP- CIMED / MACAÉ JÁ TREINA EM SÃO PAULO». Consultado em 26 de maio de 2014 
  27. Jornal 1ª Hora (10 de outubro de 2006). «As meninas do Cimed/ Macaé conquista o bronze do Salonpas Cup». Consultado em 16 de maio de 2014 [ligação inativa]
  28. UOL Esportes (31 de março de 2007). «Minas bate Macaé em jogo de consolação pelo terceiro lugar». Consultado em 16 de maio de 2014