Patrocínio do Muriaé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Patrocínio do Muriaé
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Patrocínio do Muriaé
Bandeira
Brasão de armas de Patrocínio do Muriaé
Brasão de armas
Hino
Gentílico patrocinense
Localização
Localização de Patrocínio do Muriaé em Minas Gerais
Localização de Patrocínio do Muriaé em Minas Gerais
Patrocínio do Muriaé está localizado em: Brasil
Patrocínio do Muriaé
Localização de Patrocínio do Muriaé no Brasil
Mapa de Patrocínio do Muriaé
Coordenadas 21° 09' 10" S 42° 12' 54" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Barão de Monte Alto, Eugenópolis, Laje do Muriaé (RJ), Itaperuna (RJ), Muriaé
Distância até a capital 388 km
História
Fundação 12 de dezembro de 1953
Administração
Prefeito(a) Paulo Aziz Daher (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 108,471 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 5 298 hab.
Densidade 48,84 hab./km²
Clima Tropical (Aw)
Altitude 179,2 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 36860-000 a 36869-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000[4]) 0,742 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 38 963,870 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 7 023,05
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora do Patrocínio[6]
www.patrociniodomuriae.mg.gov.br (Prefeitura)
cmpatrociniodomuriae.mg.gov.br (Câmara)

Patrocínio do Muriaé é um município brasileiro do estado de Minas Gerais localizado na região da Zona da Mata. Sua população residente atual é de 5.298 habitantes.[7]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O nome do município é uma referência a Nossa Senhora do Patrocínio e ao Rio Muriaé.

História[editar | editar código-fonte]

Até o século XIX, a região era habitada pelos índios puris. O povoamento de origem europeia do município teve origem com a chegada, em 1817, do francês Guido Tomás Marlière, que desbravou o território e fundou um pouso na foz do ribeirão conhecido atualmente como Cachoeira Alegre.

Por volta de 1820, algumas famílias se estabelecem cerca de meia légua além do pouso fundado por Guido Tomás Marlière, dando origem à Fazenda da Provenção, cujo proprietário era Constantino José Pinto.

Em 1830, a família de Antônio Rodrigues dos Santos adquiriu a fazenda de Constantino Pinto e doou um terreno para a construção de uma capela em homenagem a Nossa Senhora do Patrocínio.

No dia 8 de Junho de 1858, Nossa Senhora do Patrocínio do Muriaé é elevado a categoria de Distrito por Lei Provincial e em 1859 tem seu nome reduzido para Patrocínio do Muriaé.

Mais tarde, em 1885, com a inauguração da estação ferroviária, várias famílias fixaram moradia às margens do rio Muriaé e em 12 de Dezembro de 1953, pela lei nº 1039, emancipa-se, elevando-se à categoria de município.

Com um autêntico cenário emoldurado pelo rio Muriaé e circundada por elevações, a cidade oferece inúmeros atrativos naturais, como a Cachoeira do Gato, sendo um dos municípios que integram o Circuito do Parque Estadual Serra do Brigadeiro, que fica no conjunto da Serra da Mantiqueira.

Além desse Circuito, Patrocínio do Muriaé integra também o Circuito da Moda. Na região, são cerca de 550 empresas formais do ramo de confecções que vêm investindo em equipamentos modernos, pesquisa e design de produtos.[carece de fontes?]

Nos últimos anos, o município vem se destacando também na criação de peixes ornamentais, notadamente da espécie Beta (Betta splendens).[8]

Betta splendens.jpg

Patrocinenses ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 13. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. «IBGE». Consultado em 26 de junho de 2008. Arquivado do original em 30 de abril de 2012 
  8. Criação de peixes ornamentais ganha adeptos no país

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.