Pau de sebo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escalada ao pau ensebado

O pau-de-sebo, cocanha ou mastro de cocanha[1], ou ainda poste engraxado, é um mastro untado de sebo (gordura animal) que se presta a uma atividade recreativa típica das Festas Juninas. A brincadeira consiste em subir num alto mastro de madeira alta com o objetivo de alcançar um prêmio colocado no topo.

Origem e descrição[editar | editar código-fonte]

A brincadeira, de origem portuguesa, consiste em tentar subir em um tronco reto e liso previamente banhado de sebo ou graxa, ou qualquer outra substância gordurosa, para tentar apanhar um prêmio que se encontra em seu topo. A altura pode chegar a mais de oito metros e são permitidos truques, tal como trabalho em equipe onde um sobe no ombro do outro tentando ganhar altura. Na maioria das vezes não se consegue o prêmio, mas sim muita sujeira e melação.

A tradição mantém-se viva em Portugal, na Póvoa de Varzim, por ocasião das festas em honra da Imaculada Conceição, em que o prémio, que encima o pau de 10 metros, é um cabaz de produtos tradicionais de Natal. [2] O prémio é atribuído, por inteiro e absoluto, ao vencedor que chegue ao cimo do pau primeiro.

É uma diversão para todos que desejem participar, ao contrário do que sucedia antigamente, quando apenas homens poderiam escalar o pau. Ao final da prova, depois consumada a escalada, o prêmio, que geralmente é em importância viva, também pode ser distribuído entre os festejantes sob a forma de comes e bebes.

Referências

  1. Le Goff, Jacques (2009). Heróis e maravilhas da Idade Média. Petrópolis: Vozes. p. 145-154. 331 páginas. ISBN 978-85-326-3921-9 
  2. «Tradição de subir ao pau cumprida - JN». www.jn.pt. Consultado em 14 de outubro de 2020 

Ver também[editar | editar código-fonte]