Paul Bocuse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paul Bocuse
Nome nativo Paul Bocuse
Nascimento 11 de fevereiro de 1926
Collonges-au-Mont-d'Or
Morte 20 de janeiro de 2018 (91 anos)
Collonges-au-Mont-d'Or
Cidadania França
Ocupação chef
Prêmios Comandante da Legião de Honra, Cruz de Oficial da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, Oficial da Ordem Nacional do Mérito, Oficial da Legião de Honra, Comandante da Ordem Nacional do Mérito
Página oficial
http://www.bocuse.com

Paul Bocuse (Collonges-au-Mont-d'Or, 11 de fevereiro de 1926 - Collonges-au-Mont-d'Or, 20 de janeiro de 2018) foi um chef de cozinha com sede em Lyon, conhecido pela alta qualidade de seus restaurantes e pelas suas abordagens inovadoras à cozinha. Estudante de Eugenie Brazier, foi um dos chefs mais proeminentes associados à nouvelle cuisine (nova cozinha), que é menos opulenta e calorífica do que a culinária tradicional clássica e enfatiza a importância de ingredientes frescos de alta qualidade. Paul Bocuse afirmou que Henri Gault utilizou pela primeira vez o termo, nova cozinha, para descrever os alimentos preparados por Bocuse e outros grandes chefs para o voo inaugural do avião Concorde em 1969.[1][2][3][4][5][6][7][8]

Contribuições para a gastronomia francesa[editar | editar código-fonte]

Bocuse fez muitas contribuições para a gastronomia francesa, tanto direta quanto indiretamente, porque teve inúmeros estudantes, muitos dos quais se tornaram chefs notáveis. Um dos seus estudantes foi o austríaco Eckart Witzigmann, um dos quatro chefs do século e o primeiro cozinheiro de língua alemã e terceiro não-francófono a receber estrelas Michelin. Desde 1987, o Bocuse d'Or[9] foi considerado o prêmio mais prestigiado para os chefs do mundo,[1][2] e às vezes é visto como o campeonato mundial não oficial para os chefs. Bocuse recebeu inúmeros prêmios ao longo de sua carreira, incluindo a medalha de Comandante da Legião de Honra.[5]

O Culinary Institute of America honrou Bocuse em seu Leadership Awards Gala em 30 de março de 2011. Ele recebeu o prêmio "Chef of the Century". Em julho de 2012, no New York Times, o Culinary Institute of America anunciou que mudaria o nome do restaurante para o Restaurante Bocuse após uma renovação de um ano.[3][10][11][8]

Em 1975 criou sopa de trufas para um jantar presidencial no Palácio Elysée. Desde então, a sopa foi servida no restaurante de Bocuse perto de Lyon como "Sopa V.G.E.", sendo VGE as iniciais do presidente da França Valéry Giscard d'Estaing.[3][12]

Restaurantes[editar | editar código-fonte]

O restaurante principal de Bocuse é o restaurante de luxo Auberge du Pont Collonges, perto de Lyon, que serve um menu tradicional há décadas. É um de entre um pequeno número de restaurantes na França que receberam uma classificação de três estrelas do Guia Michelin.[1][2][3] Ele também opera uma cadeia de cervejarias em Lyon, chamado Norte, Oriente, Sul e Oeste, cada um dos quais é especializado em um aspecto diferente da culinária francesa. Seu filho, Jerome, hospeda o restaurante Chefs de France dentro do pavilhão francês do Walt Disney World em EPCOT.[13]

Bocuse foi considerado um embaixador da cozinha francesa moderna.[14] Foi homenageado em 1961 pelo título Meilleur Ouvrier de France. Tinha sido aprendiz de Fernand Point, mestre da cozinha francesa clássica; e Bocuse dedicou o seu primeiro livro a ele.

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Bocuse morreu em 20 de janeiro de 2018 em Collonges-au-Mont-d'Or, na Metrópole de Lyon, no mesmo quarto, acima de seu restaurante, em que nasceu em 1926.[11][12]

Referências

  1. a b c «Morre o chef Paul Bocuse, considerado 'papa' da gastronomia francesa». G1 
  2. a b c «Morre, aos 91, o chef Paul Bocuse, um dos criadores da 'nouvelle cuisine'». Folha de S.Paulo 
  3. a b c d Grimes, William (2018). «Paul Bocuse, Celebrated French Chef, Dies at 91». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  4. «Paul Bocuse | French chef». Encyclopedia Britannica (em inglês) 
  5. a b CNN, Laura Smith-Spark and James Gray,. «Renowned French chef Paul Bocuse dies». CNN 
  6. «Muere el chef francés Paul Bocuse, fundador de la nouvelle cuisine». ELMUNDO (em espanhol) 
  7. Ayuso, Silvia (20 de janeiro de 2018). «Muere el cocinero francés Paul Bocuse». EL PAÍS (em espanhol) 
  8. a b «Paul Bocuse, le « cuisinier du siècle », est mort». Le Monde.fr (em francês). 20 de janeiro de 2018. ISSN 1950-6244 
  9. http://www.ina.fr/video/PAC01017060/piccata-de-veau-aux-asperges-video.html
  10. «Top French chef Paul Bocuse dies». BBC News (em inglês). 2018 
  11. a b Willsher, Kim (20 de janeiro de 2018). «Top French chef Paul Bocuse dies aged 91». the Guardian. Consultado em 20 de janeiro de 2018. 
  12. a b Danancher, Thibaut (20 de janeiro de 2018). «Paul Bocuse, le pape de la gastronomie, est mort». Le Point (em francês) 
  13. «Orlando Sentinel - Pretigious Bocuse d'Or competion to be part of Epcot Food & Wine Festival by». 14 de outubro de 2008. Consultado em 20 de janeiro de 2018. 
  14. «Paul Bocuse: Who's Who in Culinary History». www.foodreference.com. Consultado em 20 de janeiro de 2018.