Paul Seymour (matemático)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paul Seymour
Nascimento 26 de julho de 1950 (72 anos)
Plymouth (Devon)
Nacionalidade Reino Unido Inglês
Prêmios Prêmio Fulkerson (1979 e 1994), Prêmio George Pólya (1983), Prêmio Ostrowski (2003)
Orientador(es)(as) Aubrey William Ingleton
Orientado(a)(s) Maria Chudnovsky
Instituições Universidade de Princeton
Campo(s) Matemática

Paul D. Seymour (Plymouth (Devon), 26 de julho de 1950) é um matemático britânico conhecido por seu trabalho em matemática discreta, especialmente teoria dos grafos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ele (com outros) foi responsável por importantes progressos em matróides regulares e matrizes totalmente unimodulares, o teorema de quatro cores, menores e estrutura de grafos, a conjectura de grafos perfeitos, a conjectura de Hadwiger, grafos sem garras, χ-boundedness e a conjectura de Erdős-Hajnal. Muitos de seus trabalhos recentes estão disponíveis em seu site.[1]

Seymour é atualmente professor de matemática na Universidade de Princeton. Ele ganhou uma bolsa Sloan em 1983, e o Prêmio Ostrowski em 2004; e (às vezes com outros) ganhou o Prêmio Fulkerson em 1979, 1994, 2006 e 2009, e o Prêmio Pólya em 1983 e 2004. Ele recebeu um doutorado honorário da Universidade de Waterloo em 2008, um da Universidade Técnica da Dinamarca em 2013, e um da École normale supérieure de Lyon em 2022. Foi palestrante convidado no Congresso Internacional de Matemáticos 1986 e palestrante plenária no Congresso Internacional de Matemáticos de 1994. Tornou-se membro da Royal Society em 2022.[2]

Referências

  1. «Paul Seymour». web.math.princeton.edu. Consultado em 24 de julho de 2022 
  2. «Outstanding scientists elected as Fellows and Foreign Members of the Royal Society | Royal Society». royalsociety.org. Consultado em 24 de julho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.