Paula Sá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Paula Sá
Nome completo Paula Brígida Morais de Sá
Nascimento 23 de novembro de 1979 (38 anos)
Porto
Ocupação Cantora, Actriz

Paula Brígida Morais de Sá (Porto, 23 de Novembro de 1979) é uma cantora e actriz portuguesa.[1]

Percurso[editar | editar código-fonte]

Em 1993 participa na 1ª edição do programa "Chuva de Estrelas"[2] onde obtém o 2ºLugar na Final ciom uma versão de "What´s Up" dos 4 Non Blondes). Realiza a turné "Chuva de Estrelas" e participa na gravação ao vivo do álbum "Chuva de Estrelas".

Em 1995 é convidada especial, a convite de Filipe La Féria, do programa semanal da RTP) "Cabaret". No ano seguinte participa na Gala "40 Anos da RTP" dirigida por Filipe La Féria.

Em 1997 participa no espectáculo "Festival da Canção 2000" dirigido por Filipe La Féria, para a RTP. Grava também "Camaleão Virtual Rock" para a RTP.

Em 1998 entra para a Orquestra Lisboa Latina como Vocalista. Grava o álbum "Alma Latina". Participa na "Gala BMW Z3", espectáculo de Filipe La Féria, realizado na Cordoaria Nacional, Lisboa.

Em 1999 entra para o grupo Xanadú com quem grava o álbum homónimo. Participa na Gala Ericsson", espectáculo de Filipe La Féria, realizado no Coliseu dos Recreios.

Participa no espectáculo de entretenimento em homenagem a Amália Rodrigues, dirigido por Filipe La Féria, para a RTP 1, por ocasião do Festival RTP da Canção de 2000.

Participa na série "Fábrica das Anedotas" e no disco de Marco Quelhas.

Em 2001 participa no programa "Sábado à Noite", produzido e apresentado por João Baião, na RTP.

Entre 1998 e 2001 tirou o curso de Formação de Actores da Escola Profissional de Teatro de Cascais.

2002 é o ano de "Amália", o musical de Filipe La Féria. No Teatro São Luiz. No Teatro Experimental de Cascais. participa na peça "O Pranto de Maria Parda"[2] de Gil Vicente, dirigido por João Vasco e Carlos Avillez.

Em 2003 entrou na peça "Hansel e Gretel", dos Irmãos Grimm, com encenação de Castro Guedes, Teatro do Noroeste, que teve lugar no Teatro Municipal Sá de Miranda em Viana do Castelo. Também entrou em "Woyzeck", de Büchener, encenação de Guillermo Heras, para o Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana, que se realizou no Teatro Municipal Sá de Miranda em Viana do Castelo. Também fez parte do elenco do musical "Thank You for the Music" - Tributo aos ABBA produzido por Belinda King Presents para os Casinos Monte Gordo e Hotel Algarve).

2004 "O Dia de Inês Negra" de José Jorge Letria, encenação de José Martins. Reconstituição Histórica da tomada de posse de Melgaço aos Castelhanos. Representação Anual inserida na Ceia Medieval, realizada no Castelo de Melgaço. "Bellkiss, Rainha do Sabá" de Eugénio de Castro, encenação de Castro Guedes. Pelo Centro Dramático de Viana. Realizado no Teatro Municipal Sá de Miranda em Viana do Castelo.

Em 2005 entra em "A Menina do Mar" de Filipe La Féria. No Teatro Sá da Bandeira, Porto. "Porto Alegre" encenação de Fernando Gomes. Pela Companhia de Teatro Seiva Trupe. No Teatro Campo Alegre, Porto. "Gala dos Grandes Mestres do Musical Americano" Espectáculo dirigido por Henrique Feist e Nuno Feist, realizado no Coliseu dos Recreios, para a SIC. Integração no Musical "Made in England" - Tributo a Elton Jonh, espectáculo produzido por Belinda King Presents para os Casinos Monte Gordo e Hotel Algarve).

Em 2006 entra em "A Revista é Linda",[2] encenação de Mário Raínho, que esteve no Teatro Maria Vitória, Parque Mayer.

Em 2007 partiicpou em "Já Viram Isto?!", uma encenação de Francisco Nicholson para oTeatro Maria Vitória, Parque Mayer. Interpreta o tema do anúncio Mercedes Class A Star em Portugal.

Em 2008 gravou uma versão do tema "Change Your Heart" para a novela "Podia Acabar o Mundo" da SIC. Integrou o musical "La Femme", produzido por Belinda King Presents, para os casinos Solverde Monte Gordo e Hotel Algarve. Com o maestro Mário Rui (Piano Bar) realizou a "Classic International Cruises".

Em 2010, Paula Sá integra o elenco da peça " Fado, História de um Povo " no casino estoril, salão preto e prata, uma peça de autoria de Filipe La Féria.

Em 2014, volta a trabalhar com La féria na revista "Portugal à Gargalhada" no Teatro Politeama em Lisboa.

Em 2015, mais uma vez no Teatro Politeama, integra o elenco da revista "República das Bananas".

Em 2017, integrou o elenco da peça " A volta ao mundo em 80 minutos " no casino Estoril que mais tarde em 2018 passa para o Politeama com novas cenas.

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Paula Sá: "Gosto muito das minhas pernas porque estão bem tonificadas"». Consultado em 22 de Abril de 2012 
  2. a b c «Fado - História de um Povo». Consultado em 22 de Abril de 2012