Paula Teixeira da Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paula Teixeira da Cruz
Paula Teixeira da Cruz
Ministro(a) de  Portugal
Período XIX Governo Constitucional
Antecessor(a) Alberto Martins
Sucessor(a) Fernando Negrão
Vida
Nascimento 1 de junho de 1960 (56 anos)
Luanda, Angola Portuguesa
Dados pessoais
Partido Partido Social Democrata
Profissão Advogada

Paula Maria von Hafe Teixeira da Cruz (Angola Portuguesa, Luanda, 1 de junho de 1960) é uma advogada e política portuguesa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Chegada de Angola em 1975, depois de uma passagem pela Suíça, estudou na Escola Secundária Padre António Vieira[1] e licenciou-se em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade Livre de Lisboa, em 1983[2]. Até 1987 foi docente na mesma universidade, bem como na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, lecionando nomeadamente Direito Administrativo. Ministrou a mesma disciplina no Instituto de Estudos Superiores Financeiros e Fiscais, entre 1991 e 1992.

Advogada desde 1992, teve um escritório na Rua Garrett, em Lisboa.[3] Em 2006 ingressou na F. Castelo Branco & Associados, onde coordena o Departamento de Direito Público, Administrativo e do Ambiente. É também árbitra no Centro de Mediação, Peritagens e Arbitragens Voluntárias do Conselho Nacional de Profissões Liberais. Foi membro do Conselho Superior da Magistratura (2003-2005), do Conselho Geral da Ordem dos Advogados (2002-2005) e do Conselho Superior do Ministério Público (1999-2003).[4] É membro da Direcção da Associação para o Progresso do Direito[5] e da Abraço - Associação de Apoio a pessoas com VIH/SIDA conjuntamente com Paula Policarpo, José Amaral Lopes e Margarida Martins.

Militante do Partido Social Democrata, desde 1995, exerceu funções na Câmara Municipal de Lisboa, como vereadora (1998-2002) e presidente da Assembleia Municipal (2005-2009). Foi vice-presidente da Comissão Política Nacional do PSD, na direção de Pedro Passos Coelho (2010-2012), cargo que já exercera com Luís Marques Mendes (2005-2006). Foi Ministra da Justiça do XIX Governo Constitucional de Portugal[6][7].

Partidária da liberalização das drogas votou a favor do despenalização do aborto e da adopção por casais do mesmo sexo.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Paula Teixeira da Cruz é filha de Augusto Teixeira da Cruz e de sua mulher Maria Susana Casanho von Hafe, filha de pai Alemão. É divorciada, desde 1 de Outubro de 2008, de Paulo Teixeira Pinto, com quem casou em 1984 e de quem teve uma filha, Catarina, em 1984, e um filho, Paulo Guilherme, em 1986, o qual morreu a 1 de Novembro de 2008.

Referências

  1. Entrevista a Anabela Mota Ribeiro
  2. «Uma mulher de causas». Centroatl.pt. 
  3. «Curriculum Vitae». Redeuv.com. 
  4. «Perfil». Fcblegal.com. 
  5. «Órgãos da Associação para o Progresso do Direito». Apd-org.eu. 
  6. «Paula Teixeira da Cruz é a nova ministra da Justiça». Diário de Notícias da Madeira. 2011. Consultado em 26 de julho de 2011. 
  7. «Ministros da Justiça». Governo de Portugal / Ministério da Justiça. Consultado em 5 de Dezembro de 2013. 
Precedida por:
Alberto Martins
Ministra da Justiça
XIX Governo Constitucional
2011 – 2015
Sucedida por:
Fernando Negrão