Paula Teixeira da Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paula Teixeira da Cruz
Paula Teixeira da Cruz
Ministro(a) de  Portugal
Período XIX Governo Constitucional
Antecessor(a) Alberto Martins
Sucessor(a) Fernando Negrão
Vida
Nascimento 1 de junho de 1960 (55 anos)
Luanda, Angola Portuguesa
Dados pessoais
Partido Partido Social Democrata
Profissão Advogada

Paula Maria von Hafe Teixeira da Cruz (Angola Portuguesa, Luanda, 1 de junho de 1960) é uma advogada e política portuguesa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Chegada de Angola em 1975, depois de uma passagem pela Suíça[1] , estudou na Escola Secundária Padre António Vieira[2] e licenciou-se em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade Livre de Lisboa, em 1983. Até 1987 foi docente na mesma universidade, bem como na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, lecionando nomeadamente Direito Administrativo. Ministrou a mesma disciplina no Instituto de Estudos Superiores Financeiros e Fiscais, entre 1991 e 1992.

Advogada desde 1992, teve um escritório na Rua Garrett, em Lisboa.[3] Em 2006 ingressou na F. Castelo Branco & Associados, onde coordena o Departamento de Direito Público, Administrativo e do Ambiente. É também árbitra no Centro de Mediação, Peritagens e Arbitragens Voluntárias do Conselho Nacional de Profissões Liberais. Foi membro do Conselho Superior da Magistratura (2003-2005), do Conselho Geral da Ordem dos Advogados (2002-2005) e do Conselho Superior do Ministério Público (1999-2003).[4] É membro da Direcção da Associação para o Progresso do Direito[5] e da Abraço - Associação de Apoio a pessoas com VIH/SIDA conjuntamente com Paula Policarpo, José Amaral Lopes e Margarida Martins.

Militante do Partido Social Democrata, desde 1995, exerceu funções na Câmara Municipal de Lisboa, como vereadora (1998-2002) e presidente da Assembleia Municipal (2005-2009). Foi vice-presidente da Comissão Política Nacional do PSD, na direção de Pedro Passos Coelho (2010-2012), cargo que já exercera com Luís Marques Mendes (2005-2006). Foi Ministra da Justiça do XIX Governo Constitucional de Portugal[6] .

Partidária da liberalização das drogas votou a favor do despenalização do aborto e da adopção por casais do mesmo sexo.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Paula Teixeira da Cruz é filha de Augusto Teixeira da Cruz e de sua mulher Maria Susana Castanho von Hafe, filha de pai Alemão. É divorciada, desde 1 de Outubro de 2008, de Paulo Teixeira Pinto, com quem casou em 1984 e de quem teve uma filha, Catarina, em 1984, e um filho, Paulo Guilherme, em 1986, o qual morreu a 1 de Novembro de 2008.

Precedida por:
Alberto Martins
Ministra da Justiça[7]
XIX Governo Constitucional
2011 – 2015
Sucedida por:
Fernando Negrão

Referências

  1. Entrevista a Anabela Mota Ribeiro
  2. "Uma mulher de causas". Centroatl.pt. 
  3. "Curriculum Vitae". Redeuv.com. 
  4. "Perfil". Fcblegal.com. 
  5. "Órgãos da Associação para o Progresso do Direito". Apd-org.eu. 
  6. "Paula Teixeira da Cruz é a nova ministra da Justiça". Diário de Notícias da Madeira. 2011. Consult. 26 de julho de 2011. 
  7. "Ministros da Justiça" (em português). Governo de Portugal / Ministério da Justiça. Consult. 5 de Dezembro de 2013.