Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulina
Grã-Duquesa Hereditária de Saxe-Weimar-Eisenach
Princesa de Saxe-Weimar-Eisenach
Grã-Duquesa Hereditária de Saxe-Weimar-Eisenach
Reinado 26 de agosto de 1873
a 20 de novembro de 1894
Antecessor(a) Sofia dos Países Baixos
Sucessor(a) Carolina Reuss de Greiz
 
Marido Carlos Augusto, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach
Descendência Guilherme Ernesto, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach
Bernardo de de Saxe-Weimar-Eisenach
Casa Wettin
Nome completo Paulina Ida Maria Olga Henriqueta Catarina
Nascimento 25 de julho de 1852
  Estugarda, Grão-Ducado de Saxe-Weimar-Eisenach
Morte 17 de maio de 1904 (51 anos)
  Orte, Itália
Pai Hermano de Saxe-Weimar-Eisenach
Mãe Augusta de Württemberg

Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach (25 de Julho de 1852 – 17 de Maio de 1904) foi a esposa de Carlos Augusto, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach.[1]

Era filha do príncipe Hermano de Saxe-Weimar-Eisenach e da princesa Augusta de Württemberg.[1]

Grã-duquesa hereditária[editar | editar código-fonte]

A 26 de Agosto de 1873, Paulina casou-se em Friedrichshafen, Baden-Württemberg, com Carlos Augusto, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach.[1][2] Os dois eram primos em segundo grau, uma vez que Paulina era neta paterna do príncipe Bernardo, irmão mais novo de Carlos Frederico, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach, avô de Carlos Augusto.

Paulina e Carlos Augusto tiveram dois filhos:

  1. Guilherme Ernesto, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach (10 de Junho de 1876 – 24 de Abril de 1923), casado primeiro com a princesa Carolina Reuss de Greiz; sem descendência. Casado depois com a princesa Feodora de Saxe-Meiningen; com descendência.
  2. Bernardo de Saxe-Weimar-Eisenach (18 de Abril de 1878 – 1 de Outubro de 1900), morreu aos vinte-e-dois anos de idade.

Carlos Augusto morreu a 22 de Novembro de 1894 com uma inflamação nos pulmões aos cinquenta anos de idade.[3] Nunca sucedeu como grão-duque de Saxe-Weimar-Eisenach. Assim, Paulina foi sempre conhecida como grã-duquesa hereditária, ou após a morte do marido, grã-duquesa hereditária viúva. O seu filho mais velho, Guilherme Ernesto, sucedeu como grão-duque.

Viuvez[editar | editar código-fonte]

Nos seus últimos anos de vida, Paulina passou longos períodos de tempo em Itália e visitava com frequência a corte italiana.[4] Houve rumores de que contraiu um casamento morganatico com o seu criado de quarto.[5] Este casamento nunca foi registado no Almanque de Gota, nem foi aprovado pelo filho dela, o grão-duque. Assim, o casamento nunca foi sancionado pelo governo de Saxe-Weimar.[5] Paulina continuou a ser tratada como grã-duquesa apenas por cortesia, uma vez que era poupo popular junto da família e dos súbditos do seu filho.[5]

Apesar de ter vivido grande parte da sua viuvez longe da corte de Saxe-Weimar, Paulina "contribuiu, mesmo ao longe, para criar dificuldades que tornaram a posição da sua nora, a actual grã-duquesa, tão difícil durante os primeiros meses de casamento".[5] Era descrita como "extremamente gorda, e uma das princesas mais vulgares em termos de beleza da Alemanha, sendo que a sua familiaridade era mais de uma natureza desagradável e amarga do que simpática".[5]

A 17 de Maio de 1904, Paulina morreu subitamente de doença cardíaca numa viagem de comboio entre Roma e Florença.[2][4][6] O seu corpo foi levado para Florença.[6]

Títulos, formas de tratamento, honras e brasão de armas[editar | editar código-fonte]

Títulos e formas de tratamento[editar | editar código-fonte]

  • 25 de Julho de 1852 - 26 de Agosto de 1873: Sua Alteza, a princesa Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach
  • 26 de Agosto de 1873 – 22 de Novembro de 1894: Sua Alteza Real, a grã-duquesa hereditária de Saxe-Weimar-Eisenach
  • 22 de Novembro de 1894 – 17 de Maio de 1904: Sua Alteza Real, a grã-duquesa hereditária vi̟uva de Saxe-Weimar-Eisenach

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach em três gerações
Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach Pai:
Hermano de Saxe-Weimar-Eisenach
Avô paterno:
Bernardo de Saxe-Weimar-Eisenach
Bisavô paterno:
Carlos Augusto, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach
Bisavó paterna:
Luísa de Hesse-Darmstadt
Avó paterna:
Ida de Saxe-Meiningen
Bisavô paterno:
Jorge I, Duque de Saxe-Meiningen
Bisavó paterna:
Luísa Leonor de Hohenlohe-Langenburg
Mãe:
Augusta de Württemberg
Avô materno:
Guilherme I de Württemberg
Bisavô materno:
Frederico I de Württemberg
Bisavó materna:
Augusta de Brunsvique-Volfembutel
Avó materna:
Paulina Teresa de Württemberg
Bisavô materno:
Luís, Duque de Württemberg
Bisavó materna:
Henriqueta de Nassau-Weilburg (1780–1857)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Lundy, Darryl. «The Peerage: Pauline Ida Prinzessin von Sachsen-Weimar-Eisenach». Consultado em 17 de agosto de 2010 
  2. a b "Memorial Notices", The Manchester Guardian (Rome), 18 May 1904 
  3. "Hereditary Grand Duke Dead", The New York Times (Berlin), 22 November 1894 
  4. a b Eilers Koenig, Marlene. «Hereditary Grand Duchess Pauline of Saxe-Weimar». Royal Musings. Consultado em 1 de setembro de 2010 
  5. a b c d e Eilers Koenig, Marlene. «More on Pauline of Saxe-Weimar». Royal Musings. Consultado em 1 de setembro de 2010 
  6. a b "Grand Duchess Dead", The New York Times (Rome), 18 May 1904