Paulinho Freire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulinho Freire
Presidente da Câmara Municipal de Natal
Período 1 de janeiro de 2019
em exercício
Vereador de Natal
Período 1 de janeiro de 2013
em exercício
Prefeito de Natal
Período 1 de novembro de 2012 a
13 de dezembro de 2012
Vice-prefeito Nenhum
Antecessor Micarla de Sousa
Sucessor Ney Lopes Júnior
Vice-prefeito de Natal
Período 1 de janeiro de 2009 a
31 de outubro de 2012
Prefeita Micarla de Sousa
Antecessor Micarla de Sousa
Sucessor Wilma de Faria
Deputado estadual do Rio Grande do Norte
Período 1 de fevereiro de 2003 a 1 de janeiro de 2008
Vereador de Natal
Período 1 de janeiro de 1993 a 1 de fevereiro de 2003
Dados pessoais
Nome completo Paulo Eduardo da Costa Freire
Nascimento 22 de outubro de 1964 (54 anos)
Natal, Rio Grande do Norte, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Primeira-dama Letícia da Costa de Queiroz Freire
Partido Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Profissão empresário

Paulo Eduardo da Costa Freire (Natal, 22 de outubro de 1964), mais conhecido como Paulinho Freire, é um empresário e político brasileiro, atualmente filiado ao PSDB.[1] Foi eleito vice-prefeito de Natal em 2008 pelo PP,[2] vindo a assumir o cargo de prefeito em 1 de novembro de 2012, com o afastamento da titular Micarla de Sousa pela Justiça.[3] Em 13 de dezembro do mesmo ano, renunciou à prefeitura para que pudesse ser diplomado vereador.[4] Nas eleições municipais de 2016, Paulinho Freire foi reeleito vereador de Natal para o mandato de 2017 a 2020.[5]

Como empresário, Paulinho Freire é sócio da empresa Destaque Promoções e Eventos, responsável pela realização, por exemplo, do Carnatal, tradicional carnaval fora de época de Natal.[6] Já no meio esportivo, Paulinho é membro da diretoria do América de Natal.[7] Em fevereiro de 2018, foi eleito vice-presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), com mandato iniciando em 2019.[8]

Desde 1 de janeiro de 2019, Paulinho Freire é presidente da Câmara Municipal de Natal.[9]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Paulinho Freire iniciou sua carreira política concorrendo à vaga de vereador na Câmara Municipal de Natal. Nas eleições de 1988, foi eleito vereador suplente. Mas só veio a ser eleito vereador efetivo em 1996, sendo reeleito em 2000.

Nas eleições municipais de 2008, candidatou-se a vice-prefeito de Natal pelo PP, compondo a chapa da candidata à prefeitura pelo PV, Micarla de Sousa.[10] Micarla foi eleita no primeiro turno, com 50,84% dos votos válidos, e Paulinho assumiu a vice-prefeitura.[2]

Em 2012, na eleição municipal de Natal, candidatou-se a vereador, ainda no cargo de vice-prefeito da cidade.[1] Foi eleito no dia 7 de outubro com 4.600 votos, o correspondente a 1,20%.[11] Poucos dias depois, em 31 de outubro, a prefeita Micarla de Sousa foi afastada do cargo pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, acusada de envolvimento com a Operação Assepsia, um suposto esquema de corrupção na Secretaria de Saúde de Natal.[12] Por ser o vice, Paulinho Freire foi empossado prefeito pela Câmara Municipal, já no dia seguinte.[3][13] No entanto, por ter sido eleito vereador, ele precisou renunciar ao cargo de prefeito em 13 de dezembro do mesmo ano, para que pudesse assumir a sua vaga na Câmara Municipal. Em seu lugar, deveria assumir o presidente da Câmara, Edivan Martins, mas este abdicou do cargo, passando a prefeitura para o vice-presidente, Ney Lopes Júnior.[4]

Na eleição municipal de Natal em 2016, filiado ao Solidariedade (SD), Paulinho Freire foi reeleito vereador com 2 884 votos, sendo reempossado em 1 de janeiro de 2017.[14][5]

Referências

  1. a b Tribunal Superior Eleitoral. «Detalhes do registro de candidatura: Paulo Eduardo da Costa Freire». Divulgacand2012.tse.jus.br. Consultado em 1 de novembro de 2012 [ligação inativa]
  2. a b G1 (5 de outubro de 2008). «Em Natal, Micarla de Sousa é eleita no primeiro turno». G1.globo.com. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  3. a b G1 RN (1 de novembro de 2012). «Sob aplausos, Paulinho Freire toma posse e assume Prefeitura de Natal». G1.globo.com. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  4. a b G1 RN (13 de dezembro de 2012). «Natal tem terceiro prefeito diferente em menos de quarenta e cinco dias». G1.globo.com. Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  5. a b G1 (1 de janeiro de 2017). «Vereadores eleitos tomam posse na Câmara de Natal; Raniere é presidente». G1.globo.com. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  6. O Globo (1 de novembro de 2012). «Vice assume em Natal após afastamento da prefeita Micarla». Oglobo.globo.com. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  7. Agora RN (13 de dezembro de 2017). «Paulinho Freire: "O América mudou sua forma de pensar sobre futebol"». Agorarn.com.br. Consultado em 7 de fevereiro de 2018 
  8. Globo Esporte (5 de fevereiro de 2018). «José Vanildo estende mandato de presidente da FNF até 2022». Globoesporte.globo.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2018 
  9. Câmara Municipal de Natal (1 de janeiro de 2019). «Mesa Diretora». Cmnat.rn.gov.br. Consultado em 7 de abril de 2019 
  10. Tribunal Superior Eleitoral. «Detalhes do Registro de Candidatura - Vice-Prefeito: Paulo Eduardo da Costa Freire». Tse.jus.br. Consultado em 1 de novembro de 2012. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  11. «Paulinho Freire 11222». Eleicoes2012.info. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  12. G1 RN (31 de outubro de 2012). «Micarla de Sousa é afastada da Prefeitura de Natal pela Justiça». G1.globo.com. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  13. Tribuna do Norte (1 de novembro de 2012). «Paulinho Freire é empossado como prefeito de Natal». Tribunadonorte.com.br. Consultado em 1 de novembro de 2012 
  14. G1. «Resultado da apuração das Eleições 2016 em Natal para prefeito e vereador». G1.globo.com. Consultado em 2 de janeiro de 2017 


Precedido por
Micarla de Sousa
Vice-prefeito de Natal
2009 - 2012
Sucedido por
Wilma de Faria
Precedido por
Micarla de Sousa
Prefeito de Natal
2012
Sucedido por
Ney Lopes Júnior
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.