Paulino Franklin do Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulino Franklin do Amaral
Nome nativo Paulino Franklin do Amaral
Nascimento 1842
Fortaleza
Morte 25 de março de 1892 (50 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação médico, político
Prêmios Imperial Ordem da Rosa, Ordem de Cristo
Título barão

Paulino Franklin do Amaral (Fortaleza, 1842 - Rio de Janeiro, 25 março de 1892), o Barão de Canindé, foi agraciado por D. Pedro II em 1877. Doutor em medicina, pela Academia do Rio de Janeiro. Deputado à Assembléia Geral, pelo Ceará, em duas legislaturas. Cavaleiro da Ordem da Rosa. Comendador da Ordem de Cristo, de Portugal.[1][2][3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Manuel Franklin do Amaral e Paulina do Amaral.[5]

Doutorou-se em Medicina pela Academia do Rio de Janeiro no ano de 1859, sua tese foi sobre:

  • 1 – Operações empregadas para cura dos aneurismas;
  • 2 – Da cerebelite, suas causas, sinais, diagnóstico e tratamento;
  • 3 – Preparação da estriquinina e suas propriedades;
  • 4 – Do centeio esporado e seu emprego nos partos.

Representou o Ceará no parlamento do Império nas legislaturas de 1882/1884 e 1886/1889.[6]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Por sua atuação como médico e político, recebeu muitas condecorações.

  • Título de Barão de Canindé.
  • Comendador da Ordem da Rosa,
  • Comendador da Ordem de Cristo (de Portugal),
  • Busto do Libertador Simon Bolívar, (concedida pela Venezuela),

Família[editar | editar código-fonte]

Foi casado com Carolina Ventura Rodrigues Reidner, baronesa de Canindé, nascida em 9 abril 1847 e falecida em 1901. Tiveram quatro filhos:

  • Plínio Franklin Heydner do Amaral
  • Oscar Franklin Heydner do Amaral
  • Raul Franklin Heydner do Amaral e
  • Celina Laura de Canindé

Referências

  1. Barata, Carlos Eduardo de Almeida. «Barão de Canindé» (PDF). Colégio Brasileiro de Genealogia. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  2. Vasconcellos, Smith de. Archivo nobiliarchico brasileiro. [S.l.]: Рипол Классик. ISBN 9785881360122 
  3. «Paulino Franklin do Amaral, Barão de Canindé». Coisa de Cearense. 19 de janeiro de 2017 
  4. Rheingantz, Carlos G. (1960). Titulares do Imperío. [S.l.]: Ministerio da Justiça e Negócios Interiores, Arquivo Nacional 
  5. User, Super. «Paulino Franklin do AMARAL». portal.ceara.pro.br (em inglês). Consultado em 23 de setembro de 2018 
  6. «Site Oficial da Casa do Ceará em Brasília». www.casadoceara.org.br. Consultado em 23 de setembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.