Paulo Baier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Baier
Paulo Baier
Paulo Baier prestes a cobrar uma falta pelo Ypiranga.
Informações pessoais
Nome completo Paulo César Baier
Data de nasc. 25 de outubro de 1974 (43 anos)
Local de nasc. Ijuí, Rio Grande do Sul, Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,81 m
Destro
Apelido Maestro, Highlander, Presidente
Informações profissionais
Equipa atual Toledo
Posição Treinador
Clubes de juventude
1991–1995 São Luiz
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1995–1997
1997–1998
1998
1999
1999
2000–2001
2001
2002
2002–2003
2004–2005
2006–2007
2007–2008
2009
2009–2013
2014
2015
2015
2016
São Luiz
Criciúma
Atlético-MG
Botafogo
Vasco da Gama
América-MG
Santos
Pelotas
Criciúma
Goiás
Palmeiras
Goiás
Sport
Atlético-PR
Criciúma
Ypiranga
Juventude
São Luiz
0000 0000(0)
0022 0000(1)
0016 0000(1)
0000 0000(0)
0013 0000(1)
0050 000(21)
0000 0000(0)
0000 0000(0)
000? 012(43)
0072 000(22)
0031 000(10)
0063 000(27)
0019 0000(7)
0256 000(80)
0038 0000(9)
0011 0000(6)
0015 0000(5)
0004 0000(1)
Times/Equipas que treinou
2017 Toledo

Paulo César Baier, mais conhecido como Paulo Baier (Ijuí, 25 de outubro de 1974)[1] é um ex-futebolista brasileiro que atuava como meia. Atualmente é técnico do Toledo Esporte Clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira nas categorias de base do Esporte Clube São Luiz de Ijuí, Rio Grande do Sul, sendo chamado de Paulo César. Uma vez que residia no interior do município, mais especificamente na Linha 11, precisava pegar carona diariamente para comparecer aos treinos. Manteve esta rotina por aproximadamente quatro anos, quando então passou a residir nas precárias acomodações do referido clube.

Ainda jogando como lateral-direito, depois de passar por alguns clubes de expressão do futebol brasileiro sem obter grande destaque, já pensava em largar o futebol quando foi jogar a Copa Sul-Minas de 2002, pelo Pelotas. No Rio Grande do Sul, Paulo César, como ainda era chamado, apresentou um grande desempenho e ganhou nova projeção para o mercado nacional. Após sua passagem pelo Pelotas, foi para o Criciúma, onde começou a ganhar projeção nacional, e mudou de "nome".

Após duas grandes temporadas pelo time catarinense, sagrando-se campeão da Série B de 2002, ele foi para o Goiás, onde atingiu sua melhor fase e ficou conhecido nacionalmente como Paulo Baier. Seu sucesso lhe valeu um bom contrato com o Palmeiras.

No SE Palmeiras, mesmo com o mau ano do clube em 2006, Baier conseguiu ser um dos destaques no pós-Copa, quando o time conseguiu uma recuperação no Campeonato Brasileiro. Acabou o ano como vice-artilheiro do clube na competição, e em 2007, com um bom começo de temporada, vinha aparecendo como um dos líderes do time. Reclamando por parte dos salários estar atrasado, Baier se desligou do clube e acertou sua volta ao Goiás. Passou dois anos no seu antigo clube e, na última temporada, foi um dos mais importantes jogadores do elenco, tendo completado 200 jogos com a camisa do esmeraldino em jogo contra o Náutico, no Recife. Deixou sua marca no clube quando marcou seu milésimo gol em Campeonatos Brasileiro Serie A, em jogo contra o Atlético-MG no dia 08 de Agosto de 2008 no Estádio Serra Dourada.

Na temporada de 2009, foi contratado para jogar a Copa Libertadores pelo Sport. Porém, após ver o time pernambucano ser desclassificado para o Palmeiras nas oitavas-de-final, Baier deixou o clube.

Em 4 de junho do mesmo ano, o jogador foi anunciado como novo reforço do Atlético Paranaense. No dia 8 de novembro de 2010, Baier tornou-se o maior artilheiro do Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos, fato que persistiu até a data de 31 de maio de 2015.[3][4]

No dia 13 de novembro de 2013 fez seu 100º gol na era dos pontos corridos contra seu ex-clube Criciúma, vestindo a camisa do Furacão.

Em dezembro de 2013, foi anunciado que Paulo Baier não renovaria com o Atlético Paranaense,[5] contudo, o Criciúma acertou o retorno do meio-campista no dia 30 de dezembro para a temporada de 2014, sendo a terceira passagem de Paulo Baier pelo clube catarinense.[6] e seu primeiro gol na volta ao tigre catarinense, foi contra o Figueirense, na vitória por 1 a 0.[7] Outra partida de destaque foi contra o Fluminense, que jogando no estádio Heriberto Hülse, Paulo Baier marcou dois gols na vitória por 3 a 2.[8]

Em 2015, acertou com o Ypiranga, estreando no dia 11 de fevereiro de 2015, em jogo no estádio Colosso da Lagoa, contra o Aimoré, marcando o segundo gol da partida, vencida pelo Ypiranga por 3 a 0.[9]Encerrou sua passagem no Ypiranga com o 3º lugar da primeira fase do Campeonato Gaúcho, marcando 6 gols, sendo assim vice-artilheiro do Gauchão ao lado de outros 3 jogadores, e parando nas quartas de finais diante do Juventude de Caxias do Sul.

Depois de defender o Ypiranga no Campeonato Gaúcho, Paulo Baier seguiu no Rio Grande do Sul, acertando-se com o Juventude, clube da serra gaúcha, que se tornou seu 14º clube e que disputou a Série C do Brasileirão. O anúncio oficial ocorreu no dia 29 de abril, após os últimos detalhes da contratação serem fechados.[10]Sua primeira partida pelo novo time aconteceu em 16/05/2015, em partida válida pela 1ª rodada da Serie C, num jogo contra o Brasil de Pelotas a qual a Juve empatou em 1 a 1 e Paulo baier participou do gol de empate do seu clube .[11]

Ao final da partida do dia 5 de junho de 2016, pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho e jogando no São Luiz de Ijuí, Paulo Baier anunciou sua aposentadoria como profissional.[12]

Como treinador[editar | editar código-fonte]

No início de 2017 quase iniciou sua carreira de treinador pelo Panambi,[13][14] mas no dia seguinte desistiu de assumir a equipe.[15] Em junho de 2017 foi anunciado como treinador do Toledo Esporte Clube e irá ajudar na preparação para a disputa da Taça FPF de 2017 no segundo semestre e em dezembro assume a equipe profissional para a disputa do Paranaense 2018.[16]

Artilheiro do Campeonato Brasileiro série A[editar | editar código-fonte]

Paulo Baier foi o maior artilheiro da era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro com 106[17] gols marcados, chegando a marca do centésimo gol numa derrota contra o seu ex-clube Criciúma por 2 a 1. Esta marca foi ultrapassada pelo atacante Fred, no domingo, dia 31 de maio de 2015, no clássico FLA-FLU, quando o artilheiro marcou dois gols, estabelecendo um novo recorde.[18][19]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube[20] Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Goiás 2004 12 15 0 0 0 0 0 0 12 15
2005  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ? 60 7
2007 31 13 0 0 0 0 0 0 31 13
2008 29 14 0 0 0 0 0 0 29 14
Total 72 42 0 0 0 0 0 0 132 49
Palmeiras 2006 0 0 0 0 10 0 0 0 10 0
2007 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 10 0 0 0 10 0
Sport 2009  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ? 19 7
Total  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ?  ? 19 7
Atlético Paranaense 2009 29 8 1 0 30 8
2010 31 10 3 1 34 11
2011 22 6 5 3 0 0 17 10 44 19
2012 26 8 3 0 11 5 40 13
2013 25 8 7 4 - - 32 12
Total 133 40 18 8 1 0 28 15 180 63
Cricíuma 2014 6 3 1 0 0 0 14 5 21 6
Total 6 3 1 0 0 0 12 4 21 6
Ypiranga 2015 9 6 9 6
Total 9 6 9 6
Juventude 2015 1 0 1 0
Total na carreira 211 83 19 8 11 0 50 25 370 131

Títulos[editar | editar código-fonte]

São Luiz
  • Copa Galego: 1997
Criciúma

Vasco

América-MG
Sport
Atlético Paranaense

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. br.sambafoot.com:Detalhes do atleta
  2. oglobo.globo.com/ De César a Baier, uma carreira reinventada depois dos 30
  3. Maior artilheiro dos pontos corridos, Fred enaltece Flu e Enderson: 'Provamos que podemos ir longe' Portal ESPN - acessado em 02 de maio de 2015
  4. «Paulo Baier se torna o maior artilheiro da era dos pontos corridos». jornale.com.br. 8 de novembro de 2010. Consultado em 15 de novembro de 2010 
  5. «Empresário revela que Paulo Baier não jogará mais pelo Atlético-PR». esportes.terra.com.br. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2013 
  6. «Criciúma anuncia contratação do meia Paulo Baier, ex-Atlético-PR». globoesporte.globo.com. 30 de dezembro de 2013. Consultado em 30 de dezembro de 2013 
  7. Depois de retorno majestoso ao H.H., Paulo Baier quer mais gols e carrinhos
  8. «Paulo Baier marca dois, dá assistência, e Criciúma vence o Fluminense». globoesporte.globo.com. 16 de julho de 2014. Consultado em 16 de julho de 2014 
  9. Aos 40, Paulo Baier acerta retorno ao futebol e disputará o Gauchão 2015
  10. http://globoesporte.globo.com/rs/noticia/2015/04/paulo-baier-e-o-novo-reforco-do-juventude-e-vai-jogar-serie-c.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_content=esporte&utm_campaign=globoesportecom
  11. http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/brasileirao-serie-c/jogo/16-05-2015/brasil-de-pelotas-juventude/
  12. Do UOL, em São Paulo (5 de junho de 2016). «Segundo maior goleador dos pontos corridos, Paulo Baier dá adeus ao futebol». UOL - Esporte. Consultado em 6 de junho de 2016 
  13. «Paulo Baier é anunciado como técnico de time da 2ª divisão gaúcha». ESPN 
  14. «Paulo Baier volta ao futebol. Ex-meia estreia como técnico no Panambi - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  15. «Paulo Baier alega falta de tempo e desiste de assumir como técnico no RS». globoesporte.com. 13 de Fevereiro de 2017. Consultado em 13 de Fevereiro de 2017 
  16. «Paulo Baier é confirmado como técnico do Toledo, mas só assume em dezembro». globoesporte.com. 13 de Junho de 2017. Consultado em 13 de Junho de 2017 
  17. Paulo Baier: Garçom, matador e quarentão Revista Placar - acessado em 27 de novembro de 2014
  18. Fred marca 2, vira maior artilheiro dos pontos corridos, e Flu vence Portal O Tempo - acessado em 02 de maio de 2015
  19. Fred festeja vitória e marca de maior artilheiro dos pontos corridos Portal Globo Esporte - acessado em 02 de maio de 2015
  20. Estatísticas em Ogol
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.