Paulo Frederico do Rego Maciel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Paulo Frederico do Rego Maciel
Nascimento 15 de abril de 1924
Recife
Morte 20 de junho de 2008 (84 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação economista, político
Empregador Universidade Federal de Pernambuco

Paulo Frederico do Rego Maciel (Recife, 15 de abril de 192420 de junho de 2008) foi professor do Departamento de Economia da Universidade Federal de Pernambuco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi pró-reitor (1971/1975), reitor (1975/79), tendo recebido o título de Professor Emérito.

Integrou a Academia Pernambucana de Letras, onde ocupou a Cadeira 25.

Filho de Frederico do Rêgo Maciel Filho e Maria D'Anunciação Maia Maciel, é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade do Recife, hoje Universidade Federal de Pernambuco (1946), com especialização pela Faculdade de Direito e de Ciências Econômicas de Paris (1954).

Além do magistério, foi deputado federal (1967/71) e secretário da Fazenda de Pernambuco, presidente do Banco do Estado de Pernambuco, presidente do Instituto do Açúcar e do Alcool, diretor do Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais e consultor econômico da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco.

Como deputado federal atuou como observador parlamentar à Conferência de Punta del Este, no Uruguai e presidiu a delegação brasileira à Conferência Internacional dos Dirigentes Açucareiros, em Washington - DC, nos Estados Unidos.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Medalha de Prata da Ordem do Mérito do Estado do Pernambuco

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Personalidade e Sociedade, 1946.
  • Sobre a situação do crédito bancário em Pernambuco, 1961.
  • Informe sobre alguns problemas do nordeste, 1961.
  • Migrações para o Recife, (Aspecto Econômico), 1962.
  • Problemas Econômico-Social do Setor Açucareiro, 1962.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.