Paulo Fumio Tokuzumi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Fumio Tokuzumi
14º Prefeito de Suzano Bandeira Suzano.png
Período 1 de janeiro de 1993
até 31 de dezembro de 1996
Antecessor(a) Estevam Galvão de Oliveira
Sucessor(a) Estevam Galvão de Oliveira
17º Prefeito de Suzano Bandeira Suzano.png
Período 1 de janeiro de 2013
até 31 de dezembro de 2016
Antecessor(a) Marcelo de Sousa Cândido
Sucessor(a) Rodrigo Kenji Ashiuchi
Vice-Prefeito de Suzano Bandeira Suzano.png
Período 1 de janeiro de 1989
até 31 de dezembro de 1992
Antecessor(a) Pedro Ishida
Sucessor(a) Ciro Rafful
Vereador de Suzano Bandeira Suzano.png
Período 1 de fevereiro de 1983
até 1987
renúncia devido à indicação ao cargo de secretário municipal de obras
Dados pessoais
Nascimento 28 de novembro de 1956 (61 anos)
Mogi das Cruzes
Primeira-dama Nilce Tokuzumi
Partido PMDB (1982-1996)
PSDB (2012-presente)
Profissão Engenheiro

Paulo Fumio Tokuzumi, ou apenas Paulo Tokuzumi (Mogi das Cruzes, 28 de novembro de 1956), é um político brasileiro, filiado ao PSDB. É formado em engenharia[1] e governou o município paulista de Suzano entre 1993 e 1996[2], vindo a repetir o feito entre 2013 e 2016, sendo eleito com 34,47% dos votos válidos, vencendo o candidato da situação, Valdicir Stuani, do PT.[3] Tokuzumi também já foi vereador de 1983 a 1987, secretário municipal de obras de 1987 a 1988 e vice-prefeito na gestão de Estevam Galvão de Oliveira, de 1989 a 1992.[4]

Eleições 2012[editar | editar código-fonte]

O diretório municipal do PSDB foi dissolvido em maio de 2012[5]. O antigo diretório, que era controlado por Ana Júlia Cardoso, tentou lançar a candidatura a prefeito do empresário José Augusto Cardoso Filho, o Zé Cardoso, marido de Ana Julia. Porém o empresário não teve sua candidatura homologada pela comissão provisória municipal, nem pelos diretórios estadual e nacional[6], que apoiavam a candidatura de Tokuzumi.

Mesmo sem ter autorização do TSE, Zé Cardoso lançou uma campanha "pirata" nas ruas da cidade, o que gerou confusão por usar o mesmo número que Tokuzumi[7]. Cardoso, por fim, começou a apoiar as candidaturas do PTB (Israel Lacerda)[8] e PT (Valdicir Stuani)[9]. A atitude de Cardoso gerou um pedido de expulsão do partido[10]. Seu governo foi muito criticado.

Precedido por
Estevam Galvão de Oliveira
Prefeito de Suzano
19931996
Sucedido por
Estevam Galvão de Oliveira
Precedido por
Marcelo de Sousa Cândido
Prefeito de Suzano
20132016
Sucedido por
Rodrigo Kenji Ashiuchi

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.