Paulo Gustavo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paulo Gustavo
Gustavo em 2019
Nome completo Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros
Nascimento 30 de outubro de 1978
Niterói, Rio de Janeiro
Morte 4 de maio de 2021 (42 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Thales Bretas (c. 2015; v. 2021)
Filho(a)(s) 2
Ocupação
Período de atividade 2004–2021
Prêmios Lista completa
Causa da morte complicações de COVID-19
Página oficial
paulogustavo.com

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (Niterói, 30 de outubro de 1978Rio de Janeiro, 4 de maio de 2021)[1] foi um ator, humorista, diretor, roteirista e apresentador brasileiro.[2]

Ficou conhecido pelo monólogo Minha Mãe É uma Peça, o qual, em 2013, foi adaptado ao cinema e virou o longa-metragem Minha Mãe É uma Peça: O Filme, que tornou-se o filme mais assistido daquele ano no Brasil;[3] e, em 2015, foi publicado como um livro pela editora Objetiva. Devido ao enorme sucesso de crítica e público, em 2016, foi lançado Minha Mãe é uma Peça 2, e, em 2019, Minha Mãe É uma Peça 3.[4][5] Indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator, Paulo Gustavo formou-se na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) no início de 2005;[6] junto com Fábio Porchat, Marcus Majella, entre outros.

Paulo Gustavo faleceu em 4 de maio de 2021, de complicações de COVID-19, após ser internado, em 13 de março, em um hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Paulo Gustavo ganhou visibilidade no final de 2004, quando integrou o elenco da peça Surto.[7] Na ocasião, apresentou a personagem humorística Dona Hermínia. Após sua formatura, em janeiro de 2005,[8] deixou o elenco de Surto e passou a integrar a peça Infraturas. Nesse período também começou a fazer pequenas participações na TV, como na novela Prova de Amor, da Record, e na série A Diarista, da Globo.[9] Em 2006 estreou o espetáculo "Minha Mãe É uma Peça", que ganhou uma adaptação para o cinema em 2013 e mais duas continuações, uma em 2016 e a outra em 2019. No monólogo, com texto de sua autoria,[10] Paulo voltou a interpretar Dona Hermínia. Construída através de suas observações domésticas e vivenciais, ela reúne os aspectos mais cômicos da personalidade de uma típica dona de casa de meia idade, sempre à beira de um ataque de nervos. Sua atuação lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator.[11]

Paulo Gustavo voltou a protagonizar um título novamente nos palcos em 2010, para apresentar o espetáculo Hiperativo, dirigido por Fernando Caruso.[12] Em 2011, ele tornou-se o apresentador do 220 Volts.[13] Em junho de 2013, estreou na produção para TV o sitcom Vai que Cola, no Multishow, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2015. Em 2014 o ator esteve em um novo programa, o reality Paulo Gustavo na Estrada, do Multishow.

Em 2017, deixou o Vai que Cola e entrou no programa A Vila, junto com Katiuscia Canoro, com o roteiro de Leandro Soares. Em 2018, gravou o DVD da peça Minha Mãe é uma Peça na Concha Acústica do Teatro Castro Alves na cidade de Salvador.

Paulo Gustavo preparava-se para gravar uma série sobre a sua principal criação, o espetáculo Minha Mãe É uma Peça: O Filme, no qual o humorista interpretava Dona Hermínia, e que estreara há 15 anos no Teatro Cândido Mendes, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, chegando a ser transformado em um grande sucesso nos cinemas, com três filmes, e virou livro; por causa da pandemia, as filmagens haviam sido adiadas.[14] Além disso, o ator iria expandir sua carreira à âmbito internacional, tendo assinado um contrato de cinco anos com a Amazon, para a criação de conteúdo para a plataforma de streaming Prime Video, com início previsto em 2022.[15]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Nascido e criado em uma família de classe média da cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, estudou no tradicional Colégio Salesiano durante o ensino fundamental. Assumidamente bissexual desde sua adolescência,[16] casou-se em 20 de dezembro de 2015 com o dermatologista Thales Bretas.[17][18] No dia 13 de outubro de 2017, Paulo anunciou em seu Instagram que ele e seu marido iriam ser pais de um casal de gêmeos, chamados Gael e Flora, através de uma barriga de aluguel, mas os bebês morreram em um aborto espontâneo. Pensaram em desistir da paternidade, mas procuraram outra barriga de aluguel, e em 18 de agosto de 2019, em uma postagem em seu Instagram, ele anunciou o nascimento dos filhos do casal, chamados Romeu e Gael, de barrigas de aluguel diferentes.[19][18]

Doença e morte[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Morte de Paulo Gustavo

Em 13 de março de 2021,[20] após ser diagnosticado e apresentar complicações de Covid-19,[21] Paulo Gustavo foi internado, por orientação médica, para fazer um melhor acompanhamento,[21] no Hospital Copa Star, um hospital privado, localizado em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro.[22] No dia 2 do mês seguinte, apresentou piora do quadro clínico e foi introduzido à terapia de oxigenação por membrana extracorporal, uma espécie de "pulmão artificial", aparelho que efetua a absorção do oxigênio quando o órgão apresenta comprometimento severo.[23][24][25] No dia 3 de maio, mesmo após melhoras nos dias anteriores, Paulo sofreu uma embolia pulmonar, o que causou uma piora significativa em seu estado de saúde. O boletim médico divulgado naquele dia dizia: "Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade".[26][27][28] Na tarde do dia seguinte, 4 de maio de 2021, foi divulgado um boletim médico dizendo que o quadro clínico de Paulo era irreversível, mas ele ainda mantinha sinais vitais.[29][30] Logo após às 22 horas, o último boletim informou que o ator havia morrido às 21h12min, quando foi oficialmente constatado com morte cerebral.[31] Coincidentemente, a data marca também o aniversário de 15 anos da estreia daquela que seria a produção que tornaria o ator conhecido em todo o país, a peça Minha Mãe é uma Peça.[32]

A morte de Paulo Gustavo repercutiu no mundo artístico, político e intelectual, tanto no Brasil quanto no exterior.[33] Por volta das 12 horas do dia 5 de maio, foi noticiado que o corpo de Paulo Gustavo seria cremado no dia seguinte, 6 de maio, em cerimônia restrita à família e a amigos próximos.[34] No dia 6 de maio, por volta das as 8h40, o corpo de Paulo Gustavo chegou ao Cemitério Parque da Colina, na cidade de Niterói,[35] e passou a ser velado no salão nobre.[36]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Enquanto essa vacina tão esperada não chega para todo mundo, é bom lembrar que contra o preconceito, contra a intolerância, a mentira, a tristeza, já existe vacina, é o afeto. É o amor. Então, diga o quanto você ama quem você ama. Mas não fica só na declaração, não, ame na prática, na ação. Amar é ação. Amar é arte. Muito amor, gente. Até logo.[15]

Paulo Gustavo em 220 Volts - Especial de Natal (2020)

Em 5 de maio, um dia após a morte do ator, em publicação no Instagram, Susana Garcia, uma das melhores amigas de Paulo Gustavo e diretora de seus filmes, lamentou a morte de um dos seus melhores amigos e revelou que o ator realizou doações e ajudas financeiras a pessoas com quem ele trabalhou e foram afetadas pela pandemia de Covid-19, além de ter doado R$ 500 mil durante a crise de oxigênio em Manaus, capital do Amazonas, ocorrida em meados de janeiro de 2021.[37] Conforme o texto de Susana, ele depositou R$ 1 mil por três meses a quase 120 trabalhadores que atuaram em suas produções. Ao longo do cenário pandêmico, Paulo conversou com sua equipe por e-mail para acompanhar aqueles que precisassem de alguma forma de ajuda. "E as pessoas foram tão corretas, que várias falaram que estavam conseguindo segurar e que não precisavam. Mas a maioria recebeu essa ajuda", escreveu a amiga.[37]

Em 6 de maio, Padre Júlio Lancellotti, pároco da paróquia de São Miguel Arcanjo no bairro da Mooca, na cidade de São Paulo, revelou nas redes sociais que o ator havia doado 1,5 milhão de reais para a construção de um centro de tratamento de câncer. Segundo informou o padre, o ator doou os valores para as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). "Muita gente não sabe, mas o ator Paulo Gustavo era grande benemérito das Osid.[38] Nas redes sociais, a entidade também lamentou a morte de Paulo Gustavo: "Com um coração grandioso, ele amou os pobres e doentes de Dulce, deixando suas pegadas na casa do Anjo Bom e sua presença nos corações dos acolhidos por ela. Nunca esqueceremos de vossa dedicação aos pacientes da instituição, exemplificada na unidade que construíste para atendimento às pessoas em tratamento de câncer. Nunca esqueceremos do carinho para com nosso profissionais, ao prover os recursos necessários para a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e testes para diagnóstico da Covid-19; entre inúmeras outras ações solidárias.", diz parte da postagem.[39]

Homenagem póstuma[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de maio de 2021, após consulta pública na qual a mudança foi aprovada por mais de 90% dos votos, a Prefeitura de Niterói alterou o nome da rua que homenageava o Coronel Moreira César para Rua Ator Paulo Gustavo, situada em Icaraí, bairro onde o ator viveu grande parte de sua vida e que era constantemente retratado em seus filmes. A rua em questão também é onde fica a tradicional Confeitaria Beira Mar, frequentada pelo ator, esta padaria instalou uma placa em memória da artista na sua entrada com uma biografia descrita.[40][41][42]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2006 Prova de Amor Folião Episódio: "24 de outubro"
Minha Nada Mole Vida Bob Calheiros Episódio: "A Chave Mestra"
A Diarista Comissário Francis Episódio: "Aquele do Avião"
2007 Sítio do Picapau Amarelo Delegado Lupicínio
2008 Faça Sua História Passageiro Episódio: "Sob as Ordens de Mamãe"
Casos e Acasos Vitor / John Episódio: "O Beijo, a Foto e o Empréstimo"
Episódio: "Ele é Ela, Ela é Ele e Ela ou Eu"
2011 Divã Renée
2011–13; 16 220 Volts Ele mesmo / Vários personagens[43]
2012 O Fantástico Mundo de Gregório Ele mesmo[44] Episódio: "Gregório parecido com Marlon Brando?"
2012–15;
2019–20
Prêmio Multishow de Música Brasileira Apresentador
2013–17;
2019–20
Vai que Cola Valdomiro Lacerda Pinto (Valdo)[45][46] Protagonista: 1ª a 4ª temporada
Participação: 5ª, 7ª e 8ª temporada[47][48]
Iraci Lacerda Pinto (Angel)[49]
2014 Paulo Gustavo na Estrada Apresentador[50]
2015 Ferdinando Show Bicha Bichérrima Episódio: "10 de agosto"
2017–21 A Vila Rique[51]
2020 220 Volts - Especial de Natal Vários Personagens Último trabalho de Paulo Gustavo

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2008 A Guerra dos Rocha Atendente do IML
2009 Divã Renée Gama[52]
Xuxa em O Mistério de Feiurinha Caio Lacaio[53]
2013 Minha Mãe É uma Peça: O Filme Dona Hermínia Amaral[53] também roteirista
2014 Os Homens São de Marte... e É pra lá que Eu Vou Aníbal[54]
2015 Vai que Cola – O Filme Valdomiro Lacerda Pinto (Valdo)[55]
2016 Minha Mãe É uma Peça 2 Dona Hermínia Amaral também roteirista[56]
2017 Fala Sério, Mãe! Ele mesmo
2018 Minha Vida em Marte Aníbal
2019 Minha Mãe É uma Peça 3 Dona Hermínia Amaral também roteirista
2020 220 Volts - O Filme Vários personagens
Agente Especial

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Artista Música
2014 Ana Carolina "Pole Dance"[57]
2015 Paulo Gustavo "Bitch I'm Madonna" (Paródia promocional para o espetáculo 220 Volts)

Web[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2015 Juninho Play e Família Dete (voz) [58]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2004–05 Surto de Paulo Gustavo
direção de Paulo Gustavo e Fernando Caruso
2005–06 Infraturas de Fábio Porchat
2006 João Ternura direção de Marcus Alvisi
2006–21 Minha Mãe é uma Peça Dona Hermínia de Paulo Gustavo
direção de João Fonseca[59]
2010–16 Hiperativo Ele mesmo de Paulo Gustavo
direção de Paulo Gustavo e Fernando Caruso[60]
2014–16 220 Volts[61] Vários personagens de Paulo Gustavo
2016–21 Online

Livros[editar | editar código-fonte]

Ano Título Editora Ref.
2015 Minha Mãe é uma Peça Objetiva [5][4]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmios Categoria Trabalho Resultado Ref.
2006 Prêmio Shell Melhor Ator Minha Mãe é uma Peça Indicado
2007 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Ator Teatral de Comédia Indicado [62]
2011 Prêmio Extra de Televisão Revelação Masculina Divã Indicado
2013 Prêmio Quem Melhor Ator Minha Mãe é uma Peça: O Filme Indicado
Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Indicado
2014 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Roteiro Adaptado Indicado
Meus Prêmios Nick Ator Favorito Vai que Cola
220 Volts
Indicado
Humorista Favorito Indicado
2015 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Vai que Cola
220 Volts
Indicado
2017 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Roteiro Adaptado Minha Mãe é uma Peça 2 Venceu [63]
Prêmio Jovem Brasileiro Melhor Humorista Jovem Indicado
2018 12° Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema e TV Melhor Ator Indicado
2020 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Longa-Metragem de Comédia Minha Mãe É uma Peça 3 Indicado

Referências

  1. Goes, Tony (4 de maio de 2021). «Morre Paulo Gustavo, o maior chamariz de público da história do cinema do país». Folha de S.Paulo. Consultado em 4 de maio de 2021 
  2. Renata Gonçalves Pereira (16 de abril de 2021). «Paulo Gustavo – História e carreira de um dos maiores artistas brasileiros». Segredos do Mundo. Consultado em 23 de abril de 2021 
  3. «Filme "Minha Mãe é uma Peça" foi o mais assistido no Brasil; veja o ranking!». Pure Break. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 2 de janeiro de 2015 
  4. a b Luiz Carlos Merten (Estadão Conteúdo) (9 de março de 2015). «'Minha Mãe É Uma Peça' é lançado em livro». A Tarde (UOL). Consultado em 5 de maio de 2021 
  5. a b Cibelle Brito (9 de março de 2015). «Paulo Gustavo comemora os dez anos de 'Minha mãe é uma peça' lançando livro homônimo». O Globo. Consultado em 5 de maio de 2021 
  6. «Comédia 'Minha Mãe é uma Peça' promete muito riso com o ator Paulo Gustavo». Consultado em 5 de dezembro de 2011 
  7. «Cine-Theatro Central recebe stand-up de Paulo Gustavo». Consultado em 22 de março de 2017 
  8. «Paulo Gustavo e o espetáculo Hiperativo no Teatro Feevale». Freevale. 5 de novembro de 2013. Consultado em 22 de março de 2017. Em "ficha técnica Elenco e Texto:Paulo Gustavo"... 
  9. «Confira um dos primeiros papéis do ator e humorista Paulo Gustavo na televisão». R7.com. 13 de abril de 2021. Consultado em 3 de maio de 2021 
  10. «Minha Mãe é uma Peça». www.teatros.art.br. Consultado em 22 de março de 2017 
  11. «Prêmio Shell de Teatro divulga indicados do Rio». Consultado em 22 de março de 2017 
  12. «Paulo Gustavo volta a Natal com stand up 'Hiperativo'». G1. 28 de agosto de 2016. Consultado em 21 de fevereiro de 2021 
  13. Redação (28 de agosto de 2015). «No 220 Volts». www.dm.com.br. Consultado em 22 de março de 2017 
  14. «Mãe de Paulo Gustavo agradeceu ao filho na hora da despedida». O Tempo. 6 de maio de 2021. Consultado em 7 de maio de 2021 
  15. a b João Batista Jr. (6 de maio de 2021). «Paulo Gustavo mirava carreira internacional com Amazon a partir de 2022». Revista Piauí. Consultado em 7 de maio de 2021 
  16. «Relembre a trajetória de vida de Paulo Gustavo». ISTOÉ Independente. 5 de maio de 2021. Consultado em 7 de maio de 2021 
  17. «Famosas mostram look para casamento de Paulo Gustavo». 20 de dezembro de 2015. Consultado em 5 de maio de 2021 
  18. a b «Casamento, barriga de aluguel e filhos: os fatos marcantes da vida de Paulo Gustavo». 4 de maio de 2021. Consultado em 4 de maio de 2021. Cópia arquivada em 4 de maio de 2021 
  19. Paulo Gustavo (13 de outubro de 2017). «Aos meus fãs, amigos e todos aqueles que nos acompanham. Quero compartilhar algo muito importante das nossas vidas, minha e do Thales...» (em português). @paulogustavo31. Consultado em 13 de outubro de 2017 
  20. «Paulo Gustavo é internado no Rio após testar positivo para Covid-19». ISTOÉ Independente. 15 de março de 2021. Consultado em 4 de abril de 2021 
  21. a b Janaína Laurindo (6 de abril de 2021). «Como está o estado de saúde de Paulo Gustavo, internado com Covid-19». NSC Total. NSC TV. Consultado em 6 de maio de 2021 
  22. «Paulo Gustavo é internado com Covid-19 no Rio». F5. Folha de S.Paulo. 15 de março de 2021. Consultado em 6 de maio de 2021 
  23. «ECMO: entenda a terapia que está sendo feita em Paulo Gustavo». G1. Consultado em 4 de abril de 2021 
  24. «Ator e diretor Paulo Gustavo segue internado e faz uso de pulmão artificial». CNN Brasil. Consultado em 4 de abril de 2021 
  25. «Entenda como funciona a Ecmo, técnica utilizada no ator Paulo Gustavo». Metrópoles. 4 de abril de 2021. Consultado em 4 de abril de 2021 
  26. «Paulo Gustavo sofre embolia pulmonar e tem piora no quadro; 'Extrema gravidade', diz boletim». G1. Consultado em 3 de maio de 2021 
  27. «Paulo Gustavo apresenta piora com embolia; quadro é de extrema gravidade». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 3 de maio de 2021 
  28. «Paulo Gustavo sofre embolia e agrava seu estado de saúde, segundo boletim médico». ISTOÉ Independente. 3 de maio de 2021. Consultado em 3 de maio de 2021 
  29. «Paulo Gustavo tem quadro irreversível, mas mantém sinais vitais, diz boletim médico». G1. Consultado em 5 de maio de 2021 
  30. «Quadro clínico de Paulo Gustavo é irreversível, diz boletim médico». ISTOÉ Independente. 4 de maio de 2021. Consultado em 5 de maio de 2021 
  31. «Paulo Gustavo morre de Covid no Rio, aos 42 anos». G1. Consultado em 5 de maio de 2021 
  32. «Paulo Gustavo morreu no dia em que 'Minha Mãe é uma Peça' fez 15 anos de estreia no teatro». Diário do Nordeste. Sistema Verdes Mares. 6 de maio de 2021. Consultado em 7 de maio de 2021 
  33. «Paulo Gustavo: veja repercussão da morte do ator e humorista». G1. Consultado em 5 de maio de 2021 
  34. «Corpo de Paulo Gustavo será cremado nesta quinta em cerimônia restrita». G1. Grupo Globo. 5 de maio de 2021. Consultado em 6 de maio de 2021 
  35. Marcela Ribeiro (6 de maio de 2021). «Familiares e amigos se despedem de Paulo Gustavo em cerimônia restrita». UOL: TV e Famosos. UOL. Consultado em 6 de maio de 2021 
  36. Carla Neves e Rafael Godinho (6 de maio de 2021). «Família e amigos se despedem de Paulo Gustavo em velório». Quem. Editora Globo. Consultado em 6 de maio de 2021 
  37. a b Mateus Brisa (5 de maio de 2021). «Amiga de Paulo Gustavo revela que ator ajudou colegas e doou R$ 500 mil em oxigênio para Manaus». O Povo Online. O Povo. Consultado em 7 de maio de 2021 
  38. Rafaela Lara (5 de maio de 2021). «Padre Julio Lancellotti diz que Paulo Gustavo doou R$ 1,5 milhão para a caridade». CNN Brasil. Consultado em 7 de maio de 2021 
  39. «Padre Julio Lancellotti revela que Paulo Gustavo doou R$ 1,5 milhão para caridade». IstoÉ Gente. Editora Três. 5 de maio de 2021. Consultado em 6 de maio de 2021 
  40. «Niterói faz consulta pública e vai rebatizar rua com nome de Paulo Gustavo». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 11 de maio de 2021 
  41. HELAL FILHO, Willian (25 de maio de 2021). «HISTÓRIA DO BRASIL. Moreira César: O coronel sanguinário que dava nome à Rua Ator Paulo Gustavo, em Niterói». Rio de Janeiro: jornal O Globo. Consultado em 25 de maio de 2021 
  42. «Paulo Gustavo ganha homenagem em padaria que frequentava em Niterói». Rio de Janeiro: jornal O Dia. 21 de maio de 2021. Consultado em 25 de maio de 2021 
  43. «Multishow faz campanha para a estreia de "220 Volts"». 01 de novembro de 2011. Consultado em 5 de dezembro de 2011 
  44. Multishow. «Paulo Gustavo participa da nova série 'O Fantástico Mundo de Gregório'». Consultado em 26 de junho de 2013. Arquivado do original em 18 de julho de 2013 
  45. Thais Britto (16 de junho de 2013). «Paulo Gustavo estreia 'Vai que cola', no Multishow, e 'Minha mãe é uma peça' no cinema». O Globo. Consultado em 21 de fevereiro de 2021 
  46. «Saiba tudo sobre "Vai Que Cola", novo humorístico do Multishow». web.archive.org. 24 de dezembro de 2013. Consultado em 23 de julho de 2020 
  47. «5ª temporada de "Vai que Cola" será última de Paulo Gustavo». Metrópoles. 25 de setembro de 2017. Consultado em 23 de julho de 2020 
  48. Santana, Jorge (9 de julho de 2020). «Sem plateia, Multishow agenda gravações de nova temporada do Vai que Cola». SpinOFF.com.br. Consultado em 26 de julho de 2020 
  49. «Paulo Gustavo retorna ao 'Vai que cola' com novo personagem». Extra Online. Consultado em 23 de julho de 2020 
  50. Purepeople. «Paulo Gustavo ganha dois programas no Multishow». Consultado em 26 de junho de 2013 
  51. «Paulo Gustavo deixa o elenco do Vai Que Cola para criar nova série no Multishow». Diário de Pernambuco. 21 de novembro de 2016. Consultado em 21 de fevereiro de 2021 
  52. Thaís Britto. «Em '220 volts', no Multishow, Paulo Gustavo leva para a TV personagens de sucesso em suas peças». O Globo. Revista da TV. Consultado em 1 de novembro de 2011 
  53. a b «Paulo Gustavo». Consultado em 5 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 14 de abril de 2012 
  54. Revista Caras Online. «Paulo Gustavo e Monica Martelli começam a filmar 'Os Homens São de Marte'». Consultado em 6 de novembro de 2013 
  55. «Revelada a Trama de Vai que Cola - O Filme». AdoroCinema.com. Consultado em 2 de março de 2015 
  56. «Minha Mãe é uma Peça 2». www.imdb.com/. Consultado em 27 de julho de 2015 
  57. "Ana Carolina faz Adriana Esteves e Tatá Werneck 'sensualizar' em clipe". Ego. 8/12/2014. Consultado em 20 de maio de 2016.
  58. Flávia Almeida (15 de junho de 2015). «Samantha Schmutz estreia desenho animado de Juninho Play». O Fuxico. Consultado em 21 de fevereiro de 2021 
  59. «Minha Mãe É Uma Peça». Guia da Semana. 26 de abril de 2009. Consultado em 5 de dezembro de 2011 
  60. «Paulo Gustavo apresenta "Hiperativo"». Consultado em 6 de setembro de 2012 [ligação inativa]
  61. «220 Volts encerra na TV, mas vai para o teatro e para o cinema». Consultado em 29 de outubro de 2013 
  62. «Rio de Janeiro - 2007 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». premioartequalidade.org.br. Consultado em 23 de julho de 2017 
  63. «Aquarius e Boi Neon indicados ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». JC online (UOL). 13 de julho de 2017. Consultado em 8 de maio de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias