Paulo Madureira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulo Madureira
Informações pessoais
Nome completo Paulo César Filgueira Narciso
Data de nasc. 14 de novembro de 1978 (41 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Informações profissionais
Período em atividade 1999–2012
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1999
2000
2001
2002
2003
2004–2005
2005
2006
2007
2007
2008–2009
2010
2011
2012
Pará Remo
Rio de Janeiro Madureira
Rio de Janeiro Vasco da Gama
Rio de Janeiro Cabofriense
Minas Gerais Uberlândia
Rio de Janeiro Volta Redonda
Rio de Janeiro Bangu
Tunísia Étoile du Sahel
Rio de Janeiro America-RJ
São Paulo Ituano
Rio Grande do Norte ABC
Rio de Janeiro Tigres do Brasil
Rio de Janeiro Bonsucesso
Rio de Janeiro America-RJ


3 (0)










Paulo César Filgueira Narciso, mais conhecido por Paulo Madureira (Rio de Janeiro, 14 de novembro de 1978), é um ex-futebolista brasileiro que jogava como zagueiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Paulo César iniciou sua carreira profissional no Remo, em 1999, quando foi campeão paraense. No ano de 2000, se transferiu para o Madureira. Em 2001, quando jogava no Vasco da Gama, havia um outro Paulo César, que era atacante e já fazia parte do elenco cruzmaltino. Por isso, o zagueiro ganhou o apelido de seu clube anterior, virando Paulo Madureira.

No clube da Colina, sua passagem se resumiu a 3 jogos em 2001. Terminou invicto, foram 2 vitórias: a primeira, sobre a Universidad Católica pela Copa Mercosul[1] e a outra sobre o Atlético Paranaense, no Brasileirão (4×0 que significou a queda de Mário Sérgio e a contratação de Geninho por parte do Furacão, que seria campeão), e um empate em 3×3 com o Sport, na Ilha do Retiro, também pelo Brasileirão. Naquele time de Romário, Juninho Paulista, Euller, Ricardo Bóvio e Gilberto, foram 2 jogos como titular (em um, foi substituído pelo baiano Wagner) e um vindo do banco.

Depois de sua rápida passagem por São Januário, jogou no Uberlândia, Cabofriense,Volta Redonda (mesmo no banco, fez parte do plantel que participou do histórico ano de 2005 do clube do sul fluminense), Bangu, futebol tunisiano (Étoile du Sahel), Ituano, ABC, Tigres do Brasil, Bonsucesso e América, onde havia jogado em 2007 e pelo qual encerrou a carreira em 2012.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Ano Clube
1999 Remo-PA
2000 Madureira
2001 Vasco da Gama
2002 Cabofriense
2003 Uberlândia-MG
2004–2005 Volta Redonda
2005 Bangu
2006 Tunísia Étoile du Sahel
2007 América-RJ
2007 Ituano[2]
2008–2009 ABC-RN[3]
2010 Tigres do Brasil
2011 Bonsucesso
2012 América-RJ

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. estadao.com.br/ Romário e torcida do Vasco em guerra
  2. futebolinterior.com.br/ Decadência! 122 jogadores já tentaram salvar Ituano, mas...
  3. esportes.terra.com.br/ ABC-RN contrata dois zagueiros para Série B

Links Externos[editar | editar código-fonte]