Paulo Raimundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paulo Raimundo
Secretário-Geral do Partido Comunista Português
Período 12 de novembro de 2022 - presente
Antecessor(a) Jerónimo de Sousa
Dados pessoais
Nascimento 1976
Cascais
Nacionalidade Portugal Portugal
Partido Partido Comunista Português
Ocupação funcionário do PCP, carpinteiro, padeiro, operário, animador cultural

Paulo Alexandre Raimundo (Cascais, 1976) é um político comunista português, atual Secretário-Geral do Partido Comunista Português. Trabalhou como carpinteiro, padeiro, operário, animador cultural na Associação Cristã da Mocidade na Bela Vista e funcionário da JCP. Desde 2004 é funcionário do PCP.[1][2] É casado e pai de três filhos.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

Paulo Raimundo nasce na época em que os seus pais, naturais de Beja, trabalhavam como funcionários do Estoril Futebol Clube, vivendo nas instalações do clube. Quando tinha três anos a família vai viver para Setúbal.

Formação[editar | editar código-fonte]

Faz o primeiro ciclo numa escola primária construída no Processo Revolucionário em Curso, a Escola Primária do Faralhão, na freguesia do Sado. Com a sua mãe trabalha na agricultura, na apanha do marisco, em serviços de limpezas e na construção civil.[4]

Faz o segundo ciclo de escolaridade através da telescola. Fará o 7º, 8º e 9º anos de escolaridade na Escola Ana de Castro Osório na Bela Vista em Setúbal.[5] O terceiro ciclo será concluído na Escola Secundária da Bela Vista. Concluirá o 12º ano em regime de trabalhador-estudante. Irá completar o Serviço Militar Obrigatório em Vila Nova de Gaia e no Porto.

Percurso político[editar | editar código-fonte]

O primeiro contacto de Paulo Raimundo com a participação política activa dá-se quando frequenta o 10.º ano, integrando as listas para associação de estudantes da Escola Secundária da Bela Vista. Adere à Juventude Comunista Portuguesa em 1991. Nos quatro anos seguintes ascende primeiro a funcionário da juventude comunista, posteriormente à Direção Nacional da JCP, e por fim à sua Comissão Política e ao seu Secretariado.[6]

Em 1994, adere ao Partido Comunista Português. Dois anos depois, é convidado para integrar o Comité Central. Pertence à comissão política do Secretário-Geral do PCP Carlos Carvalhas. É eleito à Assembleia Municipal de Setúbal. Torna-se funcionário do PCP em 2004, ano em que no XVII Congresso do PCP é reeleito como membro da Comissão Política e assume responsabilidades na Organização Regional de Braga do PCP. Em 2016, no XX Congresso do PCP é escolhido para integrar o Secretariado do PCP. Em 2020, no XXI Congresso do PCP, é eleito como membro da Comissão Política do Comité Central, passando assim a ser dos cinco militantes comunistas a integrar os dois órgãos de maior responsabilidade no PCP, a par de Jerónimo de Sousa, Francisco Lopes, Jorge Cordeiro e José Capucho.[7]

Secretário-Geral do PCP[editar | editar código-fonte]

A escolha de Paulo Raimundo para Secretário-Geral do Partido Comunista Português é publicamente anunciada no dia 5 de Novembro de 2022.

A primeira presença pública de Paulo Raimundo com destaque próprio da função que viria a assumir como Secretário Geral do PCP fora a 6 de Março de 2022, no Comício de Celebração do Centenário do Partido Comunista Português no Campo Pequeno,[8] ocasião na qual obteve destaque a sua afirmação:

"'a força organizada dos trabalhadores é capaz de tudo'"[9]
— Paulo Raimundo[10]

Reações à eleição para Secretário-Geral do PCP[editar | editar código-fonte]

Na conferência de imprensa de 5 de Novembro de 2022 na qual foi anunciada a escolha de Paulo Raimundo para o cargo de Secretário-Geral do PCP, o seu antecessor cessante, Jerónimo de Sousa, disse sobre Paulo Raimundo:

"'É um homem sensível que compreende as coisas de uma forma célere, é um camarada modesto, que ouve muito os outros. (...) Tenho a profunda confiança de que ele vai ser capaz de dar conta do recado. (...) Em relação à solução quero dizer que houve uma ampla convergência, não quero dizer unanimidade porque o rigor dos números nesta matéria é importante, mas uma ampla convergência em relação à solução. (...) Houve alguma surpresa no Comité Central, mas a tal grande convergência manifestou-se de uma forma inequívoca. (...) Quem propõe é um elemento dos organismos executivos. A proposta começou a ser trabalhada no Secretariado, acompanhamento da Comissão Política, pronunciamento da Comissão Política, do Secretariado, reunião conjunta e a proposta do camarada Paulo Raimundo.'"[11]
— Jerónimo de Sousa[12]

O dirigente e deputado comunista João Oliveira, apontado por muitos como presumível candidato ao cargo de Secretário-Geral do PCP, declarou à comunicação social que considerava Paulo Raimundo "a escolha certa".[13] Outro dirigente comunista apontado como possível sucessor de Jerónimo de Sousa, o ex-eurodeputado João Ferreira, declarou à RTP que a escolha de Paulo Raimundo "resulta de uma convergência muito assinalável" e que a surpresa da comunicação social perante a escolha é consequência desta "... aplicar ao PCP a grelha de análise que aplica aos outros partidos. Sendo o PCP diferente dos outros partidos.”.[14][15]

O Comité Central do PCP elegerá Paulo Raimundo Secretário-Geral do PCP no dia 12 de Novembro de 2022 após o primeiro dia da Conferência Nacional do Partido Comunista Português intitulada “Tomar a iniciativa, reforçar o Partido, responder às novas exigências” que decorre no Pavilhão do Alto do Moinho, em Corroios, no concelho do Seixal.[16]

Referências

  1. PCP (5 de novembro de 2022). «Paulo Raimundo - biografia». www.pcp.pt. Consultado em 7 de novembro de 2022 
  2. «PCP vai ter novo secretário-geral. Jerónimo de Sousa substituído por Paulo Raimundo». Rádio Televisão Portuguesa. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  3. «Quem é Paulo Raimundo, o novo líder do PCP?». Visão. 5 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  4. «Paulo Raimundo, o sucessor de Jerónimo. Quem é o novo líder comunista?». Notícias ao Minuto. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  5. «Paulo Raimundo - Biografia». Partido Comunista Português. 5 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  6. «Quem é Paulo Raimundo, o homem escolhido para substituir Jerónimo de Sousa no PCP?». CNN Portugal. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  7. «Quem é Paulo Raimundo, o homem que vai substituir Jerónimo de Sousa?». SIC Notícias. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  8. «Os sinais que ninguém viu na sucessão do PCP: Paulo Raimundo, o discípulo do homem que queria ser o próximo Jerónimo». Expresso. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  9. «PCP vai ter novo secretário-geral. Jerónimo de Sousa substituído por Paulo Raimundo». Rádio Televisão Portuguesa. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  10. RTP 2022.
  11. «Jerónimo de Sousa não fica como deputado e diz que sai de cabeça erguida». Diário de Notícias. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  12. Diário de Notícias 2022.
  13. «João Oliveira não ficou surpreendido com a escolha de Paulo Raimundo para novo secretário geral do PCP». Observador. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  14. «João Ferreira louva o novo sucessor de Jerónimo de Sousa». RTP. 5 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  15. «João Ferreira: "Escolha de Paulo Raimundo resulta de convergência muito assinalável"». Observador. 6 de Novembro de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 
  16. «PCP com conferência nacional marcada para 12 e 13 de novembro». Diário de Notícias. 7 de Junho de 2022. Consultado em 6 de Novembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jerónimo de Sousa
Secretário-Geral do
Partido Comunista Português

2022 -
Sucedido por