Paulo Vilhena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Vilhena
Paulo em 2016.
Nome completo Paulo Oliveira de Vilhena Moraes
Outros nomes Paulinho Vilhena
Nascimento 3 de janeiro de 1979 (37 anos)
Santos, SP
 Brasil
Ocupação
Atividade 1998–presente
Cônjuge Thaila Ayala (2011–14)
IMDb: (inglês)

Paulo Eduardo Oliveira de Vilhena Moraes (Santos, 3 de janeiro de 1979), conhecido apenas como Paulo Vilhena, é um ator, apresentador e diretor brasileiro.[1] Em 1998 estreia no seriado Sandy & Júnior, da Rede Globo, interpretando Gustavo, o galã da turma.[2] Em 2000 concilia a atuação com o trabalho como repórter do Vídeo Show, ficando por dois anos.[3] Em 2002, após ter deixado o seriado, estreia em sua primeira novela, Coração de Estudante, interpretando o calouro de agronomia Fábio.[4] Em 2003 encara seu primeiro protagonista em Agora É que São Elas.[5] No mesmo ano integra o elenco de Celebridade como o surfista Paulo César, que vive um triângulo amoroso enquanto é pressionado à estudar para o vestibular de medicina pela família.[6] Em 2005 co-protagoniza A Lua Me Disse como o boêmio Adonias Goldoni, personagem bastante semelhante aos anteriores.[7] No mesmo ano estreou como diretor ao comandar a peça teatral Quarto de Estudante.[8]

Em 2007 ganha seu papel de maior maturidade, o especialista em vinhos Fred em Paraíso Tropical, com grande dramaticidade em cena.[9] Em 2008 co-protagoniza a novela Três Irmãs como o surfista Eros.[10] Já em 2009 entra na segunda fase da décima sexta temporada de Malhação como o fotógrafo mau-caráter Arthur.[11] Paralelamente estreou como apresentador no game show de aventura Jogo Duro.[12] Em 2010 entra no elenco da série A Vida Alheia, interpretando o fotógrafo paparazzo Lírio, especializado em flagras de famosos.[13] Em 2011 interpreta o paleontólogo gago Cristiano em Morde & Assopra.[14] Em 2014 interpreta seu papel de maior destaque, o pintor esquizofrênico Salvador em Império, que era explorado por um casal que vende suas obras e lhe maltrata.[15] Em 2016 é confirmado no elenco principal de À Flor da Pele, novela das nove que estreará em abril de 2017.[16]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1998–06: Estreia e primeiras novelas[editar | editar código-fonte]

Paulo em ensaio fotográfico em 2002.

Em 1998 estreia na televisão no seriado Sandy & Júnior, da Rede Globo, interpretando Gustavo, o galã da turma de amigos, namorando inicialmente Clara na primeira temporada e Sandy na segunda, apesar de ser disputado sempre por Patty.[2] Na mesma época estreou no teatro protagonizando o musical Tutti-Frutti: O Musical, inspirado na década de 1960, contracenando com parte do elenco do seriado.[17] Em 2000 foi convidado por Dênis Carvalho para interpretar Breno em Um Anjo Caiu do Céu, que estrearia em 2001, porém não foi liberado pela direção da série, sendo que o papel acabou passando para Henri Castelli.[3] Em 1 de dezembro de 2000, paralelamente, estreou como repórter do Vídeo Show, conciliando a ponte aérea entre Campinas e São Paulo.[3] Em junho de 2001, no meio da terceira temporada, enfim consegue a liberação para deixar o elenco de Sandy & Junior, visando separar o trabalho da vida pessoal – uma vez que havia seu relacionamento com Sandy na vida real.[18] [19] Em 25 de fevereiro de 2002 estreia em sua primeira novela, Coração de Estudante, interpretando o calouro de agronomia Fábio, que chega em uma república cheia de confusões e farra.[4] Logo após protagoniza a peça Segredos do Pênis, versão masculina do clássico Os Monólogos da Vagina, onde aparece em cenas de nudez.[20]

Em 2003 encara seu primeiro protagonista em Agora É que São Elas, interpretando o jovem Vitório, que vive um amor conturbado por uma moça totalmente oposta à sua personalidade.[5] Após apenas 15 dias de férias já entrou para o elenco principal de Celebridade, onde interpretou Paulo César, que era obrigado pela mãe à estudar para o vestibular de medicina, enquanto queria mesmo era ser surfista.[6] Em 2004 faz seu primeiro papel no cinema em Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida, além de dublar o protagonista de O Espanta Tubarões.[21] [22] Em 2005 co-protagoniza A Lua Me Disse como Adonias Goldoni, um rapaz boêmio que se apaixona pela garota que ele esnobou antes e tem que reconquistar sua confiança.[7] Além disso, estreou como diretor ao comandar a peça teatral Quarto de Estudante, protagonizada por José Trassi.[8] No final daquele ano estrela na peça Essa Nossa Juventude, versão do clássico da Broadway This Is Our Youth, que fica em cartaz até o ano seguinte contando a história de jovens em busca de fama e dinheiro.[23] Em 2006 participa da série Minha Nada Mole Vida.[24]

2007–presente: Amadurecimento[editar | editar código-fonte]

Em 2007 tem a chance de amadurecer em cena ao interpretar o especialista em vinhos Fred em Paraíso Tropical, um rapaz mais sério e com uma história densa.[9] No mesmo ano estrela o filme O Magnata sobre uma estrela do rock cheia de conflitos internos e sem limites, inspirada na vida de Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr..[25] Em participa do drama Chega de Saudade.[26] No mesmo ano co-protagoniza a novela Três Irmãs como Eros, o maior surfista da Praia Azul, que vive um romance com uma das três irmãs que dão título à obra.[10] Na mesma época encarou seu personagem mais ousado no teatro no drama O Arquiteto e o Imperador da Assíria, onde os atores contracenavam apenas de cueca, usando o corpo como instrumento para contar a história.[27] Em 2009 entrou na segunda fase da décima sexta temporada de Malhação como o fotógrafo Arthur, que chega para encantar a personagem principal, sem que ela saiba que ele na verdade é um mau-caráter, que fotografa as pessoas nuas em seus momentos íntimos e os vende como trabalho artístico.[11] Paralelamente estreou como apresentador no game show de aventura Jogo Duro.[12] Também esteve no elenco dos filmes Quanto Dura o Amor? e As Melhores Coisas do Mundo.[28] Em 2010 protagoniza o musical teatral Hedwig e o Centímetro Enfurecido, versão do clássico da Broadway Hedwig and the Angry Inch, que fica em cartaz até o final de 2011.[29] [30] No mesmo ano entra para o elenco da série A Vida Alheia, interpretando Lírio, um fotógrafo paparazzo especializado em flagras de famosos que trabalha em na revista de celebridades mais vendida.[13]

Em 2011 encarna o gago Cristiano em Morde & Assopra, um paleontólogo atrapalhado que só pensa em trabalho.[14] Em 28 de janeiro de 2014 estrela o seriado A Teia como Marco Aurélio, um inteligente e astuto criminoso que cria uma rede de mentiras para fugir da polícia federal.[31] No mesmo ano ganha o papel de maior destaque de sua carreira ao interpretar o esquizofrênico Salvador em Império, um pintor talentoso, porém confuso em sua doença, que é explorado por um casal para arranca dinheiro dele com suas obras e não consegue pedir ajuda.[32] Além disso integra o elenco do filme Entre Nós, sobre um grupo de amigos que se reencontra depois de dez anos para ler as cartas que deixaram para si mesmos quando jovens, levando o prêmio de melhor ator coadjuvante no Los Angeles Brazilian Film Festival.[33] Em 2015 estrela a peça Tô Grávida junto com Fernanda Rodrigues, que fica em cartaz até fevereiro do próximo ano.[34] Em janeiro 2016 é anunciado como o antagonista principal de Lobo do Amor, substituta de Velho Chico, porém o personagem acabou passando para Thiago Lacerda dias depois.[35] Na mesma época grava os filmes Um Namorado pra Minha Mulher, com estreia prevista para setembro, e Terapia de Casal, que será lançado em dezembro.[36] [37] Em junho é confirmado no elenco principal de À Flor da Pele, que estreará em abril de 2017 após Lobo do Amor.[16] Além disso finaliza os filmes Como Nossos Pais e Talvez Uma História de Amor, com estreias prevista para 2017.[38] [39]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1998 passou no vestibular de publicidade e marketing pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), porém acabou trancando após o primeiro semestre, uma vez que tinha passado nos testes para a série Sandy & Junior.[40] Em abril de 2000 começou a namorar Sandy, levando para a vida real o casal que formavam no seriado.[41] Os dois chegaram a terminar em agosto, voltando dias depois e seguindo o relacionamento até janeiro de 2001, quando completaram oito meses.[42] [43] Em abril de 2002 iniciou um relacionamento conturbado com Luana Piovani, que durou poucos meses.[44] No mesmo ano teve um romance rápido com a modelo Maryeva Oliveira.[45] Em maio de 2004 começa namorar Priscila Fantin, terminando em janeiro de 2005.[46] [47] Em junho de 2005 inicia um relacionamento com a estilista Roberta Alonso, que veio ao conhecimento público apenas em 2006.[48] Os dois namoraram 3 anos e meio, terminando em outubro de 2008.[49] [50] Em junho de 2009 começa namorar a atriz Thaila Ayala.[51] Em 2010 foi padrinho de Luísa, filha dos atores Fernanda Rodrigues e Raoni Carneiro, seus amigos desde Agora É que São Elas.[52] No início de 2011 Paulo e Thaila se casaram apenas no civil em segredo.[53] O casamento religioso para a família e amigos aconteceu em 21 de novembro do mesmo ano em uma cerimônia na praia de Fernando de Noronha, tendo entre os padrinhos Fernanda Paes Leme, Fernanda Rodrigues e Raoni Carneiro.[54] Em 13 de janeiro de 2014 anunciaram a separação após três anos de casamento e cinco de relacionamento.[55] No mesmo ano, devido a calvície precoce, realizou uma cirurgia de implante capilar, a qual foi malsucedida e não atingiu o resultado, gerando uma cicatriz na cabeça.[56]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Personagem Nota
1998–01 Sandy & Junior Gustavo Beltrão Temporada 13
2000–02 Vídeo Show Repórter
2002 Coração de Estudante Fábio Vaz
2003 Agora É que São Elas Vitório Augusto
2003 Celebridade Paulo César Assunção
2005 A Lua Me Disse Adonias Goldoni
2006 Minha Nada Mole Vida Líber Mantovani Episódio: "Hipnose do Amor" (Temporada 1, episódio 3)
2007 Paraíso Tropical Frederico Navarro (Fred)
2008 Casos e Acasos Wilson Episódio: "O Flagra, a Demissão e a Adoção" (Temporada 1, episódio 3)
2008 Três Irmãs Eros Pascoli
2009 Malhação Arthur Montenegro Temporada 16
2009 Jogo Duro Apresentador
2010 A Vida Alheia Lírio
2011 Morde & Assopra Cristiano Cunha
2014 A Teia Marco Aurélio Baroni
2014 (Des)encontros Gael Domingues Episódio: "Lara e Gael" (Temporada 1, episódio 1)
2014 Império Domingos Salvador (Salvador)
2017 À Flor da Pele[16]
Cinema
Ano Título Personagem Nota
2004 O Espanta Tubarões Oscar (voz) Dublagem
2004 O Tesouro da Cidade Perdida Lisandro
2007 O Magnata André (Magnata)
2008 Chega de Saudade Marquinhos
2009 Quanto Dura o Amor? Nuno
2010 As Melhores Coisas do Mundo Marcelo
2014 Entre Nós Gus
2016 Terapia de Casal Miguel
2016 Talvez Uma História de Amor João
2017 Um Namorado para Minha Mulher Gastão
2017 Como Nossos Pais Dado

No teatro[editar | editar código-fonte]

Como ator
Ano Título Personagem
2000 Tutti-Frutti: O Musical Betão
2002–03 Segredos do Pênis[57] [58] Rafael
2005–06 Essa Nossa Juventude[59] [60] Warren
2008–09 O Arquiteto e o Imperador da Assíria[61] [62] Arquiteto
2010–11 Hedwig e o Centímetro Enfurecido[29] [30] Hedwig
2015–16 Tô Grávida[63] Thales
Como diretor
Ano Título
2005 Quarto de Estudante[8]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2004 Prêmio Contigo! de TV Melhor Par Romântico Agora É que São Elas (com Débora Falabella) Indicado
2010 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Ator de Série ou Projeto Especial de Televisão A Vida Alheia
2014 Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator Coadjuvante Império
2015 Prêmio Contigo! de TV
Los Angeles Brazilian Film Festival Entre Nós Venceu

Referências

  1. «Paulo Vilhena reestreia peça com Fernanda Rodrigues». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  2. a b «Piloto Sandy & Junior». Teledramaturgia. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  3. a b c «Ping-pong: Paulo Vilhena». Terra. Consultado em 1 de julho de 2016. 
  4. a b «Coração de Estudante: Novo folhetim das seis estreia com compromisso de superar crise de audiência do horário». Terra. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  5. a b «Elenco "teen" desbanca veteranos em Agora É que São Elas». Terra. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  6. a b «Jornalismo de celebridades, busca de ascensão social e culto à fama eram temas da novela de Gilberto Braga». Globo. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  7. a b «Comédia romântica trazia personagens e situações que remontavam à chanchada». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  8. a b c «Paulo Vilhena estréia na direção de peça». Terra. Consultado em 23 de junho de 2016. 
  9. a b «Um novo rumo para Paulo Vilhena». Abril. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  10. a b «Paulinho Vilhena viveu o surfista Eros da novela 'Três Irmãs'». Pure People. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  11. a b «Paulo Vilhena entra em 'Malhação' para viver um fotógrafo conquistador». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  12. a b «Jogo Duro: Paulinho Vilhena apresenta novo reality show da Globo». UOL. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  13. a b «Vivendo paparazzo na TV, Paulo Vilhena diz: 'Tenho trauma deles'». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  14. a b «Paulo Vilhena se diverte ao fazer um personagem gago». Gshow. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  15. «Amigo do diretor, Paulo Vilhena ganha papel em novela das nove». Notícias da TV. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  16. a b c «Deborah Secco está escalada para novela À Flor da Pele». Diário 24 Horas. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  17. «TUTTI FRUTTI – O MUSICAL (Campinas)». Centro Brasileiro Teatro para a Infância e Juventude. Consultado em 1 de julho de 2016. 
  18. «Notinhas da Fama». Folha de S.Paulo. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  19. «Revivendo os anos 90: Sandy & Junior». Mini Lua. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  20. «Paulo Vilhena protagonizará cena de nu em Segredos do Pênis». Diário do Grande ABC. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  21. «Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida (2004)». Omelete. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  22. «"O Espanta Tubarões" recria máfia em cenário aquático». UOL. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  23. «"Essa Nossa Juventude" fala de dramas juvenis pela busca de dinheiro e fama». Folha de S.Paulo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  24. «Minha Nada Mole Vida». Teledramaturgia. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  25. «Paulo Vilhena brilha em pré-estréia de O Magnata». IG. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  26. «Chega de Saudade». Adoro Cinema. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  27. «Paulinho Vilhena fica quase nu em peça de teatro». R7. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  28. «Paulo Vilhena estreia nos cinemas com Quanto Dura o amor?». Revista Quem. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  29. a b «Em 'Hedwig', Paulo Vilhena mais parece uma drag da Le Boy». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  30. a b «Em cartaz em São Paulo, musical "Hedwig e o Centímetro Enfurecido" mostra vigor». IG. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  31. «Paulo Vilhena lança série ‘A teia’ e não comenta separação: ‘Vim para falar de trabalho’». O Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  32. «'Império': Salvador ganha fama como pintor. 'Vozes comemoram na minha cabeça'». Pure People. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  33. «'Entre Nós' é drama nacional com jeito de filme argentino». Veja. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  34. «Rede Globo > Globo Teatro - Tô Grávida». Globo Teatro. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  35. «Paulo Vilhena perde vilão em novela para Thiago Lacerda». Observatório da Televisão. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  36. «Novo filme de Laís Bodanzky, “Como Nossos Pais”, vai iluminar dilemas da mulher contemporânea». IG. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  37. «Talvez Uma Historia de Amor». Deve Ser Isso. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  38. «Novo filme de Laís Bodanzky, “Como Nossos Pais”, vai iluminar dilemas da mulher contemporânea». IG. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  39. «Namorado pra Minha Mulher». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  40. «BATE-PAPO COM Paulo Vilhena - 10/01/2003 às 18h00». UOL. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  41. «Sandy – a independência da estrela». Terra. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  42. «Sandy termina namoro com Paulo Vilhena». Diário do Grande ABC. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  43. «Sandy enfrenta sua segunda decepção amorosa ao romper o namoro com Paulo Vilhena e encara o pior lado da realidade: a dificuldade de viver um grande amor». Geocities. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  44. «O Predileto das musas». Terra. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  45. «Paulinho Vilhena e Maryeva são flagrados na praia». IG. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  46. «Paulo Vilhena: "Gosto mesmo é de mulher"». Revista Quem. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  47. «Alguém se habilita?». Revista Quem. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  48. «Paulo Vilhena é o mais novo solteiro da praça». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  49. «Paulo Vilhena: "Beta foi um grande amor. Sandy foi diferente"». Revista Quem. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  50. «Fim de romance». Terra. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  51. «Thaila Ayala termina namoro com empresário e é vista com Paulinho Vilhena». UOL. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  52. «Fernanda Rodrigues elogia Paulo Vilhena como padrinho de sua filha: 'Ligação de outras vidas'». UOL. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  53. «Thaila Ayala confirma casamento com Paulo Vilhena: 'Já casamos'». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  54. «Veja fotos do casamento de Thaila Ayala e Paulinho Vilhena em Noronha». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  55. «Paulo Vilhena confirma fim do casamento com Thaila Ayala: 'Gosto muito dela, mas não deu'». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  56. «‘Ganhei a cicatriz, mas não ganhei cabelo’, diz Paulo Vilhena sobre implante malsucedido». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  57. «‘Os Segredos do Pênis’ tem duas apresentações». Diário do Grande ABC. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  58. «BATE-PAPO COM Paulo Vilhena - 10/01/2003 às 18h00». UOL. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  59. «Paulo Vilhena estréia Essa Nossa Juventude, em São Paulo». O Fuxico. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  60. «Paulo Vilhena reestreia Essa Nossa Juventude em SP». Terra. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  61. «Ao lado de Beto Bellini, Paulo Vilhena estréia 'O arquiteto e o imperador da Assíria'». Globo. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  62. «O Arquiteto e o Imperador da Assíria: Peça de Paulo Vilhena». Estrelando. Consultado em 4 de julho de 2016. 
  63. «Fernanda Rodrigues e Paulo Vilhena falam sobre o espetáculo 'Tô Grávida'». Rede Globo > boca de cena. Consultado em 4 de julho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]