Paulo Ximenes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Paulo Cesar Ximenes
Foto de Ximenes na galeria de ex-Secretários de Política Econômica.
Presidente do Banco Central do  Brasil
Período 26 de março de 1993
a 9 de setembro de 1993
Antecessor(a) Gustavo Loyola
Sucessor(a) Pedro Malan
Dados pessoais
Nascimento 1943 (74 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Profissão Economista
Assinatura Assinatura de Paulo Ximenes

Paulo César Ximenes Alves Ferreira ou apenas Paulo César Ximenes (Rio de Janeiro, 1943) é um economista, com especialização em política monetária pelo Centro de Estudos Monetários Latino-Americanos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira profissional como escriturário no Banco do Brasil, de onde foi para o Banco Central em Porto Alegre. A partir de 1979, por três anos, ocupou o cargo de assessor especial do Ministro da Fazenda. Em 1985, voltou para Porto Alegre, onde ocupou o cargo de Chefe do Departamento Regional do Banco Central. Em 1987, retornou ao Ministério da Fazenda para assumir o cargo de Secretário-Geral Adjunto, e em janeiro de 1988 assumiu a Secretaria de Assuntos Econômicos antes de assumir o cargo de Secretário do Tesouro Nacional, em fevereiro de 1988. Também foi presidente do Banco Central do Brasil no período de 26 de março a 9 de setembro de 1993.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Andrea Sandro Calabi
Secretário do Tesouro Nacional
1988
Sucedido por
Luiz Antônio Andrade Gonçalves
Precedido por
Gustavo Loyola
Presidente do Banco Central do Brasil
26/03/1993 a 09/09/1993
Sucedido por
Pedro Malan


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.