Paurilo Barroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Paurillo Barroso)
Ir para: navegação, pesquisa

Francisco Paurilo Barroso, mais conhecido como Paurilo Barroso, (Fortaleza, 29 de maio de 1894 - 19 de agosto de 1968[1]) foi um compositor brasileiro.

Era filho de Esmerino Barroso e Maria Mendes Bastos Barroso. Casou-se com Maria Irismar de Carvalho e foi pai de Francisco Paurillo Barroso Jr., Afonso André de Carvalho Barroso e Maria Irismar Barroso de Carvalho.

Foi fundador e diretor artístico da Sociedade de Cultura Artística, diretor artístico do Cassino Atlântico e diretor do Teatro José de Alencar. Viveu no Rio de Janeiro de 1920 a 1928 e de 1941 a 1952.[1]

Suas músicas mais conhecidas são Flor de Liz, Zingaresca,; Camponês Apaixonado, Amorzito, Flor do Desejo, Gavota para Piano e Dorme, Dorme Filhinho.[2]

Seu arquivo pessoal (organizado pelo próprio) adquirido em 2003 pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará para compor o acervo do Museu da Imagem e do Som do Ceará, é comporto por mais de 3 mil documentos entre balancetes financeiros da SCA, telegramas, convites, uma coleção de programas de concertos, cartas pessoais e profissionais para todo o mundo com detalhes de contratos e convites e eventos, fotografias que se encontram em álbuns ou não etc., tudo bastante bem organizado, um verdadeiro registro de uma história musical e da realidade de uma época que é com certeza rica fonte de pesquisa para inúmeros trabalhos sobre temas relacionados podendo responder lacunas em nossa história cultural.

Referências

  1. a b Paurilo Barroso no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira
  2. Francisco Paurilo Barroso no Portal da História do Ceará.

Fonte: Projeto Paurillo Barroso projetopaurillobarroso. blogspot. com. br