Paurilo Barroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Paurillo Barroso)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paurilo Barroso
Nome nativo Francisco Paurilo Barroso
Nascimento 29 de maio de 1894
Fortaleza
Morte 19 de agosto de 1968 (74 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação compositor
Empregador Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, Teatro José de Alencar, Sociedade de Cultura Artística

Francisco Paurillo Barroso, mais conhecido como Paurilo Barroso (Fortaleza, 29 de maio de 1894 - Fortaleza, 19 de agosto de 1968), foi um compositor brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Esmerino Barroso e Maria Mendes Bastos Barroso. Casou-se com Maria Irismar de Carvalho e foi pai de Francisco Paurillo Barroso Jr., Afonso André de Carvalho Barroso e Maria Irismar Barroso de Carvalho.[2]

Em 1919, conseguiu algum sucesso com a valsa "Flor de Lis" e também com "Zingaresca", composta nesse mesmo ano. Em 1935, de volta à Fortaleza, reorganizou o Conservatório Alberto Nepomuceno.

Foi fundador e diretor artístico da Sociedade de Cultura Artística, diretor artístico do Cassino Atlântico e diretor do Teatro José de Alencar de 1952 a 1968. Viveu no Rio de Janeiro de 1920 a 1928 e de 1941 a 1952.[1][3]

Acervo pessoal[editar | editar código-fonte]

Seu arquivo pessoal (organizado pelo próprio) adquirido em 2003 pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará para compor o acervo do Museu da Imagem e do Som do Ceará, é composto por mais de 3 mil documentos entre balancetes financeiros da SCA, telegramas, convites, uma coleção de programas de concertos, cartas pessoais e profissionais para todo o mundo com detalhes de contratos e convites e eventos, fotografias que se encontram em álbuns ou não etc., tudo bastante bem organizado, um verdadeiro registro de uma história musical e da realidade de uma época que é com certeza rica fonte de pesquisa para inúmeros trabalhos sobre temas relacionados podendo responder lacunas em nossa história cultural.

Obra[editar | editar código-fonte]

Suas músicas mais conhecidas são:

  • Flor de Liz,
  • Zingaresca,
  • Camponês Apaixonado,
  • Amorzito,
  • Flor do Desejo,
  • Gavota para Piano,
  • Dorme, Dorme Filhinho,[4]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

  • Uma rua em Fortaleza foi nomeada em homenagem ao compositor.[5]
  • O Teatro do Colégio Christus foi nomeado Teatro Paurillo Barroso.[6]

Referências

  1. a b Paurilo Barroso no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira
  2. Francisco Paurilo Barroso no Portal da História do Ceará.
  3. Souza, Tarik de (16 de março de 2017). MPBambas -: Histórias e Memórias da Canção Brasileira. [S.l.]: Kuarup Produções LTDA - Karup Editora. ISBN 9788568494134 
  4. «Acervo Paurilo Barroso». casadochoro.com.br/. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  5. «Busca CEP Rua Paurilo Barroso na cidade Fortaleza no Ceará - CE». www.achecep.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  6. «Cultura - Mapa dos equipamentos culturais». www.anuariodefortaleza.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.