Pavel Popovich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pavel Popovich
Nascimento 5 de outubro de 1930
Uzin, URSS
Morte 29 de setembro de 2009 (78 anos)
Gurzuf, Crimeia, Ucrânia
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas soviético
Carreira espacial
Cosmonauta da URSS
Tempo no espaço 18 d 16 h 27 min
Seleção 1960
Missões Vostok IV, Soyuz 14
Insígnia da missão Insígnia Vostok IV

Pavel Romanovich Popovich (em russo: Павел Романович Попович; Pavel Romanovič Popovič , em ucraniano: Павло Романович Попович, Pavlo Romanovych Popovych ) (Uzin, 5 de Outubro de 1930Gurzuf, 29 de Setembro de 2009[1]) foi um cosmonauta soviético, nascido na Ucrânia, que comandou duas missões espaciais, a Vostok IV, em 1962 e a Soyuz 14, em 1974. Ele foi o primeiro cosmonauta de ascendência ucraniana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Durante a Segunda Guerra Mundial, os alemães ocuparam sua cidade natal de Uzin e queimaram diversos documentos oficiais, incluindo a certidão de nascimento de Popovich.[2] Após o conflito, estes documentos foram restaurados com a ajuda de testemunhas oculares e apesar de sua mãe saber que ele nasceu em 1929, duas testemunhas insistiram que ele havia nascido em 1930 e este tornou-se seu ano oficial de nascimento.[3]

Em 1947, ele deixou a escola vocacional em Bila Tserkva e foi trabalhar como carpinteiro. Em 1951 graduou-se como engenheiro civil por uma escola técnica e também qualificou-se como piloto, função na qual se juntou ao Partido Comunista da União Soviética, através da Liga da Juventude Comunista, em 1954.

Cosmonauta[editar | editar código-fonte]

Popovich na Vostok 4

Graduado pela Escola de Aviação Militar de Stalingrado em 1951, ele entrou para a força aérea soviética em 1954, servindo até 1959. Em 1960, foi selecionado para o grupo de vinte pilotos que iriam treinar como os primeiros cosmonautas soviéticos, qualificando-se em janeiro de 1961.[4]

Considerado um dos mais fortes candidatos a fazer o primeiro voo espacial humano tripulado - afinal realizado pelo colega de turma Yuri Gagarin - Popovick atuou como controlador em terra - Capcom - da pioneira missão espacial tripulada.[5]

Seu primeiro voo ao espaço, na Vostok 4, em 15 de agosto de 1962, foi, junto com a Vostok 3 de Andrian Nikolayev, a primeira vez que duas naves espaciais estiveram juntas em órbita.

Transformado em cosmonauta-instrutor em 1964, ele foi designado para comandar um das missões lunares da União Soviética, treinando para isso de 1966 até 1968, quando as missões à Lua programas pela Roscosmos foram canceladas por falta de verbas.[6] Designado então para o comando da missão Soyuz 2, viu sua oportunidade de voltar ao espaço mais uma vez adiada após a morte do cosmonauta Vladimir Komarov, durante a reentrada da Soyuz 1, o que fez com que a sua planejada missão fosse lançada ao espaço sem tripulação, como teste de segurança.

Ocupando o cargo de astronauta-chefe de treinamento da Roscosmos em 1972, dois anos depois ele finalmente foi designado para nova missão espacial, voltando pela segunda e última vez ao espaço em julho de 1974, como engenheiro de voo da Soyuz 14, primeira missão à estação espacial russa Salyut 6.

Trabalhando em funções de terra, em cargo de direção no Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin a partir de 1978, Popovich se retirou do programa espacial em 1982.

Referências

  1. «Pavel Popovich, sixth man in orbit, dies». collectSPACE. 30 Set 2009 
  2. «Izvestiya, em russo». Consultado em 15 de abril de 2010. Arquivado do original em 5 de outubro de 2009 
  3. Itar-Tass
  4. Space Encicloapedia ASTROem russo
  5. CollectSpace
  6. Sixth man in orbit dies

Ufologia[editar | editar código-fonte]

Em 1984, Popovich ingressou na Academia Russa de Comitê de Investigação All-União recém-criado Sciences "para Fenômenos Aéreos Anômalos e tornou-se chefe da Comissão UFO da Academia. [[1]]

No documentário do canal SciFi 2002 Out of the Blue, relata que Popovich avistou um UFO ao lado do avião em que viajava a bordo quando ele estava voltando para casa a partir de Washington DC, com uma delegação de cientistas. O UFO foi visto por todos a bordo do avião. Foi um triângulo perfeito moldado e emitida uma luz branca muito brilhante a uma distância de cerca de 1,5 km e uma altitude cerca de 1.000 metros acima do avião. O objeto tinha uma velocidade estimada de 1.500 Km / h, viajando paralelo ao avião, passou e ultrapassou o plano em cerca de 30 a 40 segundos.[[2]]

Popovich era o presidente da associação UFO da Rússia.[[3]]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]